Autor

Aragon

Browsing

Vestido de noiva para gestantes: qual é o modelo ideal?

vestido de noiva para gestantes precisa atender perfeitamente à mulher nessa ocasião tão especial! Casar-se à espera de uma criança é um momento único, que deve ser representado com muita beleza, elegância e sofisticação.

Além da questão estética, é plausível a preocupação com o conforto, já que o vestido não pode ser muito justo para não causar nenhum tipo de incômodo na barriga e em outras partes do corpo. E é possível unir esses dois fatores em uma peça que vai arrancar suspiros!

A seguir, você conhecerá um pouco mais sobre o que compõe um modelo ideal de vestido de noiva para gestantes. Continue a leitura!

Considere os diferentes períodos da gestação

A barriguinha crescendo é o principal e mais bonito sinal do desenvolvimento da gravidez. As mudanças físicas são constantes e refletem na maneira como as mulheres se vestem.

Agora, imagine para uma noiva? Casar grávida é ainda mais especial, mas pode despertar algumas dúvidas na hora de escolher o melhor vestido. Os estágios da gestação vão fazendo com que a mulher se vista de maneira diferente, sempre buscando uma maneira de se manter bonita e também confortável, já que tudo passa a ficar mais justo e apertado.

O mesmo vale para os vestidos de noiva. Por isso, é importante sempre pensar em uma opção mais adequada, de acordo com o tempo de gravidez.

Para grávidas de até 3 meses

Nesse período, a barriga ainda é muito pequena e quase imperceptível, então a preocupação quase não existe. É possível usar vestidos que marquem mais a cintura, com estruturas mais rígidas e que valorizem bastante a silhueta.

Para grávidas a partir dos 4 meses

O segundo trimestre já marca o desenvolvimento da barriguinha — e algumas roupas se tornam desconfortáveis, então é necessário buscar um equilíbrio para o vestido de noiva. Aqui, a busca é por valorizar a barriga de maneira elegante e bonita, sem incômodo para a mulher.

A parte de cima do vestido deve ser mais soltinha e menos cinturada. Ainda que esse corte não valorize as curvas, é preciso se preocupar um pouco mais com o conforto.

O ideal é buscar por peças com cinturas mais altas, abaixo da região dos seios. Isso permite que a saia comece antes, deixando a barriga um pouco mais livre e à mostra, com muito charme e elegância.

Outra preocupação é em relação ao busto, já que ele costuma crescer bastante durante a gestação. É legal poder valorizar essa parte do corpo, mas é preciso tomar cuidado com o exagero. Os vestidos tomara que caia, por exemplo, podem ser uma opção pouco confortável, que deixam a mulher insegura.

A forma ideal de valorizar o colo é optando por um corte em “V”, que garante esse efeito com todo o conforto e uma sensação melhor de uso para a mulher. Os vestidos devem ser bem soltos, já que a barriga estará empinada.

Opte por tecidos que unam conforto e estética

O conforto e a maneira como a peça se molda ao corpo estão ligados ao material utilizado na confecção do vestido. É fundamental que os tecidos usados sejam bem leves e molinhos, evitando a sensação de algo apertado na noiva.

Tecidos duros, que costumam ser vistos naqueles vestidos que dão mais curvas à silhueta da mulher, devem ser dispensados. Isso vale especialmente para quando a gestação já tiver passado dos primeiros meses.

Um detalhe importante é observar se esse material é maleável o suficiente para se adequar à barriga da mulher, moldando-se a ela e permitindo um destaque charmoso. Quanto mais fluido o tecido, mais adequado para a ocasião.

A renda chantilly é muito comum nos vestidos de noiva, mas é preciso buscar por uma que seja mais flexível e fique basicamente por cima da composição da peça como um todo. Se possível, preze por esse detalhamento em partes específicas, caso sinta que assim será mais confortável para o uso.

Evite os cortes menos convencionais

A noiva gestante deve ter em mente que alguns vestidos não serão adequados, já que seu corpo passou por uma série de transformações que têm influência estética e, também, afetam o conforto. Ou seja: uma escolha pouco adequada pode não trazer um resultado satisfatório em mais de um aspecto.

Há algumas opções de vestidos que valorizam bastante as curvas da mulher, funcionando como uma alternativa bem sexy e bonita. Entretanto, essa não parece ser uma boa alternativa, justamente pelo fato de que serão pouco confortáveis — considerando que, além da barriga, é natural que as gestantes fiquem um pouco inchadas.

Outros modelos aparecem mais volumosos, seja na saia ou nas demais partes de suas composições. Eles deixam a silhueta muito ampla e, ainda, escondem a barriguinha (ou seja: tiram toda a graciosidade da noiva gestante). Nessas condições, a mulher precisa buscar uma peça bem equilibrada, seguindo as dicas que já demos.

Lembre-se também do conforto dos sapatos

Além da preocupação com o vestido de noiva para gestantes, é muito importante escolher um sapato que ofereça conforto durante todo o tempo, desde a cerimônia até a festa de casamento. Com o ganho de peso, fica mais difícil se manter em pé por várias horas de salto alto, por exemplo.

É preciso, portanto, priorizar a necessidade física e deixar a parte estética em segundo plano, até porque é possível usar sapatos mais baixos e de muito bom gosto. Uma dica importante é que a noiva deixe para escolher seu calçado já perto do casamento, para que possa observar por mais tempo como está o inchaço dos pés.

Se for necessário, use sapatos mais baixos. Alguns casos são bem difíceis, especialmente para quem já está na reta final da gestação, então nem mesmo a alternativa da sapatilha deve ser dispensada.

É possível estar linda e confortável no grande dia! Encontrar um vestido de noiva para gestantes adequado não é uma missão impossível: basta seguir nossas dicas e buscar pelo modelo ideal com antecedência.

Gostou do post de hoje? Para receber todas as nossas novidades diretamente em seu e-mail, assine nossa newsletter!

Entenda o significado da chuva de arroz em casamento

Entre as muitas decisões que os noivos têm de tomar enquanto planejam o casamento, um dos detalhes mais importantes é sobre a opção de aderir (ou não) às diversas tradições da cerimônia. A chuva de arroz em casamento é um costume antigo, e vem sendo replicado ao longo da história. Por isso, muita gente nem se preocupa com o seu significado. Mas você sabe como esse hábito começou? Por que os convidados jogam arroz nos noivos após o “sim”?

Neste post, elaboramos uma espécia de miniguia onde explicamos tudo sobre essa prática. Também vamos dar algumas dicas de substituições ao arroz, caso você queira optar por outro tipo de comemoração na saída da igreja. Confira:

Origem da chuva de arroz em casamentos

Em muitos povos antigos, o arroz é o principal alimento, e simboliza a fartura e a fertilidade. Por isso, jogar o cereal no casal de noivos é uma maneira de desejar a eles um futuro feliz, de muitas alegrias e de construção de uma família.

Mas a história mais difundida para explicar a origem da chuva de arroz nos casamentos aconteceu na China, cerca de 4 mil anos atrás. A lenda conta que um mandarim (naquela época, alto funcionário do governo) encomendou uma chuva de arroz para ser lançada na filha dele quando ela se casou. Foi uma maneira de mostrar publicamente sua riqueza e seu amor pela filha.

Evolução do costume: flores e outros hábitos

Aos poucos adotada pela cultura ocidental, a tradição da chuva de arroz teve algumas variações; nos Estados Unidos, por exemplo, o costume foi substituído pela prática de jogar flores. O motivo seria que o arroz poderia fazer mal aos pássaros que, por acaso, acabassem ingerindo o grão. E as mudanças na tradição se estendem a outros países. Em algumas culturas, por exemplo, o arroz é substituído por outros cereais, como o milho.

Alternativas ao arroz

Se você não quer adotar essa tradição e prefere outros tipos de celebrações, pode optar por algumas alternativas. Confira sugestões:

  • chuva de pétalas da sua flor preferida (ou da flor que está mais presente na decoração da festa);
  • chuva de pompons ou papéis picotados;
  • chuva de bolhas de sabão (nesse caso, a produção do evento pode entregar para cada padrinho ou convidado um potinho para fazer bolhas de sabão e avisa-los para utilizarem na saída dos noivos).

Uma das tradições mais consagradas e reproduzidas em todo o mundo, a chuva de arroz em casamento é uma maneira de desejar aos noivos boa-sorte e bons frutos para o futuro. Combina muito com casamentos clássicos e rende fotos lindas na saída da igreja. Se você optar por essa comemoração, lembre-se apenas de checar se o local permite, e de combinar tudo direitinho com o padre, como o responsável pelo lugar ou por quem vai celebrar a cerimônia!

A chuva de arroz pode parecer apenas um detalhe, mas não é. Quando se trata do seu casamento, cada particularidade é importante para realizar a sua festa dos sonhos!

Gostou desse post? Compartilhe com seus amigos nas redes sociais para que eles também conheçam a história por trás da chuva de arroz em casamentos!

Saiba como montar uma lista de convidados para casamento

O casamento é o maior sonho da vida de muitas pessoas. E montar a lista de convidados para compartilhar a realização desse momento é uma tarefa que requer muita dedicação.

Além disso, é necessário definir qual será o tipo de convite usado, levando em consideração que isso também pode definir quem irá ou não à cerimonia. A lista envolve uma série de trabalhos até sua conclusão, para que tudo saia da melhor forma possível.

Quer passar por esse estágio de organização sem maiores problemas? O post a seguir trará tudo que você precisa saber sobre como definir sua lista de convidados. Continue a leitura e confira!

Defina de acordo com o espaço

Na hora de definir a sua lista é sempre importante considerar o espaço em que será realizada a festa de casamento. Esse pode ser um limitador, então é fundamental considerá-lo.

Há duas opções: ajustar a lista de convidados de acordo com a capacidade do local ou escolher um lugar de acordo com o número de pessoas que vocês querem convidar. Independentemente da escolha, não se esqueça da infraestrutura e do conforto para os convidados.

De qualquer forma, é interessante fazer uma lista prévia com os convidados considerados indiepensáveis para participar da cerimônia, e posteriormente definir o local do casamento.

Use o sistema RSVP

Esse sistema é uma ótima maneira de ter a certeza de quem realmente irá no seu casamento, o que já ajuda muito na questão que citamos acima, sobre a definição do local de acordo com o número de pessoas.

No RSVP (do francês “Répondez S’il Vous Plaît”, ou “responda, por favor”, em português) os noivos podem ter um controle maior do número de convidados, já que recebem um feedback de confirmação de todos eles. Com a certeza de quem vai, fica mais fácil definir outras coisas que dependam desse número.

Monte a lista com ajuda de um site

Estamos na era digital, então, nada mais apropriado do que fazer sua lista de convidados para casamento online, não é mesmo? Há alguns sites que possibilitam isso, com opções de personalização aos noivos, facilitando muito o controle de quem estará no grande dia.

Além disso, nesses sites há a funcionalidade de integração com a lista de presentes, deixando os itens que desejam ganhar visíveis a quem for convidado. Os noivos conseguem também ter o controle do que já foi comprado!

Negocie valores com buffet e casa de festas

Os preços dos serviços de buffet, assim como o valor do salão, mudarão de acordo com a quantidade de pessoas no seu casamento. Isso é comum, mas você também pode negociar pacotes que sejam mais interessantes para você.

Descontos sempre são bem-vindos e os fornecedores também não deixarão de perder um bom cliente em troca de orçamentos fixos e engessados. Caso veja que os valores não estão muito interessantes, não hesite em tentar negociar. Possíveis mudanças na lista também podem ser um bom argumento para solicitar descontos.

Elabore uma lista consciente

Pode ser difícil deixar pessoas de fora da sua lista de convidados para casamento, mas talvez será necessário! Por isso, é importante prezar sempre por quem tenha mais relevância, seja na vida do noivo ou da noiva. Os custos são altos, então é importante definir os convidados com muita consciência.

Para que tudo dê certo e saia perfeitamente, é importante ter uma antecedência de ao menos 1 ano na hora de definir sua lista de convidados para casamento. Isso permitirá fazer tudo com calma, sem precipitações e gastos excessivos. Com o passar do tempo, caso seja necessário aumentar ou diminuir a lista, fica mais fácil negociar com o local da cerimônia e com os fornecedores.

Gostou deste conteúdo? Agora que você já sabe como montar a sua lista de convidados para casamento, se quiser mais dicas ou sugestões interessantes, compartilhe conosco nos comentários!

A história da aliança de casamento e seus significados

As alianças são um dos principais símbolos de um relacionamento amoroso, como o noivado ou o casamento. Mas você sabe qual é a história da aliança de casamento?

Essa é uma tradição bem antiga, demonstrando o elo entre duas pessoas. Se você quer saber mais sobre essa tradição, acompanhe este post!

A história da aliança de casamento

Desde o Egito antigo, os anéis são considerados acessórios com significados íntimos. Na sua criação, eles tinham diferentes utilidades e conceitos: talismãs pessoais, moeda de troca, símbolo de status ou promessa de amor.

Original do latim “alligare” — relação de proximidade ou de união —, a aliança de casamento simboliza o pacto realizado entre o casal. A história da aliança de casamento, no entanto, não é única: cada cultura tinha um significado e uma costumes diferentes sobre esses anéis.

Egito

Para os egípcios, o anel era um símbolo poderoso. Por ser um círculo, não há início nem fim, e isso representa a vida eterna e o amor imortal. A abertura no centro significa a entrada para um mundo desconhecido.

Nessa cultura, usava-se a aliança no 4º dedo da mão esquerda, pois ele teria uma veia que se conecta ao coração da pessoa que usa o anel, sendo um dos motivos para que o anelar seja o dedo oficial para a aliança de casamento.

Roma

Já os Romanos, além de concordarem com a simbologia egípcia quanto ao significado e a utilização no anelar, também viam a aliança como um símbolo de posse: os homens acreditavam que seriam donos de suas mulheres ao dar-lhes um anel.

Grécia

Para os Gregos, as alianças simbolizavam cuidado e afeição, sendo confeccionadas em ferro imantado para que os corações dos noivos permanecessem conectados.

Outras culturas

Apesar de a medicina não corroborar a informação a respeito da conexão da veia do anelar esquerdo com o coração, outras culturas adotaram essa escolha. Além disso, para a Igreja, utilizar a aliança na mão esquerda a deixa mais próxima do coração.

Significado da aliança de casamento

Atualmente, as alianças representam a felicidade do casal. Muitas religiões acreditam que esses anéis representam duas metades que formam um inteiro, adotando-a como símbolo de união e fidelidade entre os casais.

Porém, sabe-se que essa tradição não é seguida apenas pelas religiões, tendo em vista que a aliança possui diversos significados, como:

  • amor;
  • comprometimento;
  • cumplicidade;
  • eternidade;
  • fidelidade.

Por isso, a partir do final da cerimônia, o casal passa a usar a aliança como símbolo do seu amor e da sua união.

Os tipos de aliança

Existem vários tipos de aliança para os noivos escolherem. Podem ser modelos iguais ou com detalhes que diferenciam a de cada um. O importante é que seja mantida a harmonia, como na vida do casal.

Existem 4 tipos de alianças:

  • alianças lisas: é o modelo clássico e tradicional, sem nenhuma pedra preciosa e pode ser feita com diversos materiais.
  • alianças cravejadas: esses anéis, cravejados com diamantes ou outras pedras, costumam ser escolhidos por quem busca mais brilho;
  • alianças de diamante ou eternity band: nesses modelos o aro inteiro é formado pelas pedras, com metais apenas acima ou abaixo, mas não entre elas;
  • meia aliança cravejada ou anniversary band: parecida com a cravejada ou a de diamante, a diferença é que as pedras ocupam apenas metade do aro, o restante é liso.

Como escolher o modelo ideal

Para escolher o melhor modelo é importante pesquisar fotos, ir em joalherias e analisar as opções: você precisará definir formato, material, cor, estilo e largura do anel.

É preciso lembrar de que elas serão usadas por muito tempo e, por isso, devem ser escolhidas de acordo com o gosto dos noivos, e não apenas considerando a moda e outros fatores que podem causar arrependimento futuro.

Para quem tem um orçamento limitado e quer alianças com mais detalhes, com diamantes, por exemplo, é possível optar por um modelo simples e incluir as pedras em determinados momentos, como comemorações de bodas.

Existem várias opções, adaptáveis a todos os gostos e orçamentos. Com calma, é possível encontrar aliança ideal para simbolizar a sua união.

Se você gostou deste texto sobre a história da aliança de casamento, assine a nossa newsletter e receba os nossos conteúdos por e-mail!

Afinal, o que não pode faltar em um casamento? Descubra aqui!

É fundamental saber o que não pode faltar em um casamento, afinal, ele é o dia mais esperado pelos noivos! Tudo deve ser perfeito, com muita personalidade, cuidado e riqueza de detalhes.

Alguns elementos tradicionais de casamento são indispensáveis, mas também há costumes modernos e que fazem grande sucesso. O importante é que eles se mesclem e resultem em um momento completo e inesquecível.

Que tal saber melhor o que não pode faltar em um casamento? Este post lhe ajudará a lembrar de questões fundamentais para o grande dia. Confira!

Música de boa qualidade

Quem não ama música? A trilha sonora perfeita pode embalar seu casamento e tornar o momento ainda mais emocionante e divertido. Esse é um elemento indispensável, desde a cerimônia até a festa em si.

Para ter o máximo em qualidade de músicas, é importante escolher um DJ profissional ou até mesmo uma banda ou cantor. Durante a cerimônia, a interpretação de um músico ou grupo pode proporcionar um momento inesquecível, com a escolha das canções adequadas para todos os momentos, desde a entrada do noivo até o final, com os pombinhos deixando o altar.

A festa pede algo bem animado e temático. Nesse momento, o DJ pode garantir um set list bem bacana, com músicas que embalem a noite inesquecível. Ainda dá para os noivos ou até os convidados pedirem algumas canções especiais.

Decoração de acordo com a temática

A decoração é a alma da cerimônia e da festa de casamento. Ela dá o tom do dia e segue a temática escolhida pelos noivos. Independentemente do grau de elegância ou simplicidade, os elementos decorativos devem harmonizar com o padrão escolhido e colaborar para criar uma identidade para o momento.

É importante ter cuidado com os objetos e elementos escolhidos, sempre pensando em algo harmonioso, apropriado e o mais bonito possível, com tema que reflita a personalidade dos noivos.

São cada vez mais comuns os casamentos a céu aberto, na praia ou no campo. Essas ocasiões, por exemplo, pedem uma decoração menos luxuosa. Esse tipo de casamento pode sim ser elegante, mas requer elementos mais naturais, rústicos e simples.

Infraestrutura adequada

Independentemente da escolha do tipo de cerimônia, a infraestrutura para o casamento deve poder receber os convidados e as famílias de maneira adequada, com muito conforto e espaço suficiente. É preciso pensar sempre na quantidade de pessoas que estarão presentes para, assim, escolher o melhor local do casamento.

Sua escolha é para um casamento mais tradicional, em uma casa de festas? Certifique-se de que serão disponibilizadas mesas suficientes, banheiros que atendam à demanda, além de atentar-se a questões de acessibilidade, estacionamento, refrigeração ambiente, entre outros.

Para quem opta por um casamento a céu aberto, é importante se preocupar ainda com questões ambientais, oferecendo estruturas em que se possa caminhar com segurança, especialmente para casamentos na praia, e se prevenir de chuva ou sol forte, oferecendo áreas fechadas em que a festa possa continuar sem problemas.

Buffet de qualidade

Comes e bebes são parte fundamental de qualquer casamento, não é mesmo? É importante contratar um serviço de buffet que não deixe a desejar em nada. Por isso, peça referências, deguste e tenha a certeza de que está contratando o melhor dentro do seu orçamento.

Eles precisam oferecer aos seus convidados, além de qualidade, diversificação de pratos, frequência nos serviços, bebidas em temperatura ideal e tudo mais que for necessário para a satisfação de todos.

É importante que o menu do buffet sirva os convidados com refeições e também petiscos tradicionais. As bebidas como cerveja, vinho, whisky e champagne agradam aos convidados. As batidas e drinks também são uma ótima pedida, dando ainda mais sofisticação à festa.

Serviços de fotografia e filmagem

O casamento é um momento que todos querem lembrar para o resto da vida. As memórias são permanentes, mas também é essencial poder registrar tudo em fotos e vídeos. Esses serviços são indispensáveis e eternizam a ocasião.

É interessante contratar os serviços juntos, pela mesma empresa ou equipe de profissionais, pois, assim, você terá o mesmo estilo de abordagem tanto em vídeo como em foto. Além disso, é possível conseguir um preço mais em conta.

Não deixe de consultar o portfólio de trabalhos anteriores dos profissionais ou da empresa que você for contratar. Imagens são registros incríveis e você vai querer ter o melhor serviço disponível. Faça uma escolha com calma e depois de muita pesquisa.

Criatividade

Por que não surpreender seus convidados e criar momentos inesperados e ainda mais incríveis? A criatividade pode ser aplicada em diversos momentos da festa, seja com docinhos diferentes, lembrancinhas únicas ou com apresentações inusitadas.

Os noivos podem combinar uma dança e apresentá-la para os convidados, por exemplo, usando muito bom humor e animação para deixar a festa ainda mais divertida.

Outra ótima ideia é contratar uma banda e programar uma apresentação surpresa. Isso causaria grande comoção, alegria e animação em todos os presentes no casamento.

Personalidade dos noivos no casamento

Sabe o que não pode faltar em um casamento? A cara dos noivos! As preferências de quem está casando devem vir sempre em primeiro lugar. Agradar aos convidados e proporcionar a eles uma experiência incrível é fundamental, mas lembre-se de que a festa é para comemorar a união dos noivos, protagonistas nessa experiência única.

A personalidade do casal pode se aplicar em diversos momentos: na temática da festa, na decoração, no buffet, nas lembrancinhas, nas músicas e em tudo mais que estiver envolvido no casamento.

O resultado será um dia em que você realmente sentirá que duas vidas estão se unindo, e uma das formas de perceber isso é olhar para o casamento e ver que tudo ali remete aos noivos. Os convidados estão ali para compartilhar da felicidade de quem está casando e ficarão muito felizes de perceber que são íntimos desse momento tão incrível.

Essas dicas vão ajudar a tornar o momento impecável! Agora que você já sabe o que não pode faltar em um casamento, nos siga nas redes sociais e fique sempre ligado em mais posts como este!

Banda de casamento: 5 dicas para fazer a escolha certa

A banda de casamento é capaz de trazer doses extras de emoção e animação ao tão esperado dia. Ela tornará tudo mais envolvente para noivos e convidados, principalmente se a escolha for precisa e adequada.

Os noivos precisam pensar nos detalhes ao tomar essa decisão. Pontos importantes, desde o estilo da banda até a qualidade, serão cruciais ao contratar os músicos responsáveis para embalar o momento.

Pensando nisso, elaboramos este post, que trará 5 valiosas dicas para você levar em consideração na hora de escolher a banda que vai tocar no seu casamento. Continue a leitura e confira!

1. Siga a temática do seu casamento

É importante que a banda esteja envolvida na temática do seu casamento. Isso será fundamental para que a identidade que você pensou para a cerimônia e para a festa seja mantida, o que é muito importante.

Se você planejou algo mais tradicional, o ideal é que a banda tenha o mesmo estilo. Se o seu casamento é mais moderno e animado, contrate músicos que seguirão essa abordagem. É fundamental que tudo esteja em harmonia, criando um momento inesquecível para noivos e convidados.

2. Contrate uma banda que agrade aos noivos

A escolha da banda deve levar em consideração o gosto dos noivos. Afinal de contas, além dar atenção aos convidados e a outros pormenores comuns a qualquer cerimônia, eles também precisam aproveitar a festa.

É importante que os noivos se identifiquem com o som. Desse modo, poderão aproveitar bastante, dançando e cantando as canções que fazem parte das suas histórias e se divertindo na noite que marcará as suas vidas.

3. Leve em consideração o gosto dos convidados

Ainda que seja importante que a banda siga o gosto dos noivos, vale também ser flexível nesse momento e pensar que os convidados também precisam aproveitar a festa. Por isso, é fundamental pensar em algo que agrade a todos.

Considere escolher uma banda que seja universal, tocando as músicas que os seus convidados gostam. Você os conhece como ninguém, então é fácil de saber quais estilos musicais farão sucesso. Pense sempre nas pessoas que estarão compartilhando esse momento de felicidade com você!

4. Preze por uma banda de casamento versátil

A melhor maneira de agradar a todos os presentes é escolhendo uma banda versátil! Os músicos que transitam bem em todos os gêneros musicais conseguirão oferecer uma experiência única e que deixe todos os presentes felizes e animados.

Tenha certeza de que os músicos em questão consigam atender a essa necessidade. É importante que eles entreguem essa versatilidade, sem deixar de lado a qualidade do som!

5. Confira a credibilidade da banda antes de contratar

Assim como em qualquer outro serviço prestado para o casamento, é importante se certificar de que a banda escolhida cumprirá bem o seu papel, trazendo muita qualidade para a cerimônia e para a festa.

Por isso, cheque a reputação por meio de sua página nas redes sociais e junto a outras pessoas que já contrataram os serviços. Se necessário, peça recomendações em grupos e páginas de casamento no Facebook ou para alguém que você conheça.

É importante também contratar uma banda que seja focada em casamentos. Eles entendem a abordagem necessária para o dia, assim como apresentam um repertório adequado e flexível, com chances de sugestão dos noivos.

Levando em conta cada uma dessas dicas você conseguirá ter um momento incrível, com uma bela experiência musical. Gostou de saber como escolher uma banda de casamento? Compartilhe este post em suas redes sociais para que mais noivas vejam essas dicas!

Como organizar um casamento hipster-chic em 5 passos

Há cada vez mais tendências no mercado, e uma das principais no momento é a hipster-chic. Você sabe como organizar um casamento desse tipo? Ele é bastante característico e moderno, diferente das cerimônias e festas tradicionais.

Sem muito luxo, mas com charme e sofisticação, esse estilo de casamento alternativo e descolado tem feito cada vez mais adeptos, mas é necessário seguir um passo a passo para que tudo saia como planejado, organizando um momento inesquecível e com identidade.

Este post trará tudo o que você precisa saber para organizar um casamento hipster-chic em 5 dicas! Continue a leitura e confira!

1. O traje dos noivos deve ser adequado

Uma das principais influências desse estilo de casamento é no traje dos noivos, que foge do tradicional. O luxo excessivo dá lugar a um estilo mais simples, mas com muito charme.

As noivas deixam os vestidos de longas caudas e rendas para trás, em favor de algo com um estilo mais vintage e leve. Geralmente, o branco dá lugar ao off-white, em peças mais curtas e menos pesadas. O tradicional véu sai e entra uma bela coroa de flores. O salto também não é tão alto.

O noivo não precisa usar preto, já que é muito comum que essas cerimônias sejam à luz do dia. O paletó é opcional, e se aparece é em tons pastéis, como o bege ou azul. Se ele não estiver, os suspensórios entram em cena! A gravata pode ser borboleta ou estar ausente. Sapatos podem ser marrons e em modelos diferentes, como os oxford.

2. A escolha do local é fundamental

As casas de festas tradicionais, repletas de requinte, não são a escolha ideal para um casamento hipster-chic. Esses locais geralmente dão lugar a espaços mais descolados, campos, praias, fazendas ou jardins, em um estilo mais simples e romântico, com ar bucólico.

Um espaço com estilo industrial também cai muito bem. É importante que os noivos decidam o que os agrada mais. A cerimônia também pode seguir o estilo, sendo realizada em capelas ou até mesmo no local em que será a festa.

3. A decoração deve seguir a linha menos tradicional

Pensando em locais alternativos de casamento, automaticamente já dá para imaginar que a decoração muda de acordo com essa escolha. Assim como a locação, esses detalhes devem ser mais simples. Itens industriais, madeira e elementos mais rústicos são excelentes escolhas.

Há também a possibilidade de trazer talheres e pratos sofisticados, realizando uma mescla interessante, com belas taças e peças de porcelana. Na ornamentação, as flores devem ser utilizadas sem moderação, para que suas cores transmitam ainda mais charme.

4. O convite deve transmitir o tom do casamento

Tão importante como organizar um casamento nesse estilo, é estender a identidade a tudo que está relacionado a ele. A linha hipster-chic pede algo menos tradicional e que de certa forma possa surpreender os convidados.

Aposte em textos divertidos e animados, sem uma linguagem engessada e formal! O visual também pode ser diferente, seguindo a paleta de cores do seu casamento. Você também pode fugir do papel, enviando as mensagens em pequenas plaquinhas de madeira. O importante é seguir a ideia do casamento e abusar da criatividade!

5. O buffet pode ser menos formal

Quando pensamos em casamento, já sabemos o que encontraremos para comer e beber, não é mesmo? Nesse caso, você pode fugir do tradicional mais uma vez, oferecendo opções mais variadas e incomuns, fora do que se imagina para a ocasião.

Que tal os food trucks? É uma ideia super moderna e versátil, já que os caminhões podem ser de todos os tipos: pizzas, hambúrgueres, doces e o que mais você quiser! Entre as bebidas, a cerveja, o whisky e um vinho branco podem ser boas opções!

O bolo de casamento também pode ser um pouco diferente. Dispense o tradicional e opte por um naked cake, que tem um visual muito mais adequado para a ocasião.

As fotos que ilustram este post são de Jeff e Gal do casamento da Nicole e Fábio na Casa Aragon.

A Nicole nos conta um pouco de sua experiência desde a preparação até o grande dia:

“O local foi realmente uma surpresa em muitos sentidos!! A primeira surpresa foi ao chegar ao local e me apaixonar pela disposição moderna e intimista ao mesmo tempo. Não consegui mais visitar nenhum outro local e fechei na hora.

A Casa oferece um pacotão para casamentos – pacotão, porque absolutamente tudo está incluso: “espaço, buffet (na primeira visita já são oferecidos canapés e entradas do menu), decoração, móveis, DJ, gerador, segurança, assessora para o cortejo, iluminação e estrutura de som”. Ou seja, para quem está com um orçamento apertado, bem definido e não quer absolutamente nenhuma dor de cabeça, é a melhor opção. – obviamente que qualquer orçamento de casamento, sempre acaba passando um pouquinho.

Concluindo: no dia da festa, a decoração estava absurda, a comida estava sensacional, e principalmente, foi servida até a última pessoa ir embora!”

Vejam mais fotos e inspirem-se!!!

Agora que você já sabe como organizar um casamento hipster-chic, que tal receber uma ajuda extra para que tudo saia como planejado? Baixe agora nosso guia completo para organizar um casamento perfeito!

SaveSave

SaveSave

SaveSave

SaveSave

Casamento no campo: como realizar em grandes cidades sem perder o charme?

Já pensou na possibilidade de fazer seu casamento no campo? Esta tendência é real e cada vez mais adotada, já que o campo é um espaço repleto de charme e, embora siga uma linha menos requintada à primeira vista, reflete muito cuidado e beleza em seus detalhes.

É possível realizar cerimônias assim sem deixar as grandes cidades, afinal, há uma série de locações que oferecem essa possibilidade aos noivos sem a necessidade de deslocamento para o interior. Que tal vermos mais sobre esse estilo?

No post de hoje, você verá tudo sobre como fazer um casamento rústico perfeito, com todos os elementos que tornarão esse momento inesquecível. Continue a leitura e confira!

Local: de acordo com a ideia campestre

O local ideal para o verdadeiro casamento no campo precisa apresentar uma grande área gramada, árvores e outras características que remetam à natureza.

É importante visitar casas de festas que tenham amplos jardins ou espaços naturais a céu aberto, mesclando isso com instalações fechadas, de modo que o casamento possa ser aproveitado nos dois ambientes.

É preciso também pensar na logística! Certifique-se de que o local escolhido não seja tão longe da capital, ficando a, no máximo, 30 minutos de distância. Isso facilitará o deslocamento dos noivos e convidados.

Decoração: elementos naturais indispensáveis

Em qualquer cerimônia, a decoração é fundamental para oferecer ao ambiente o complemento e a beleza com base na linha escolhida. No caso de um casamento no campo, a escolha deve ser por elementos naturais e com referências rústicas, mas sem perder a sofisticação.

As flores devem estar por todos os lados! Elas estão presentes na natureza e devem oferecer suas cores ao casamento: posicione pétalas pelo chão e arranjos sobre as mesas, presos às cadeiras e onde mais for possível (com moderação, claro).

Os elementos de madeira também são indispensáveis. Móveis como mesas, cadeiras e até mesmo o próprio altar podem ser desse material, já que ele segue muito bem o conceito. A sofisticação pode reger as escolhas, com base em um design mais moderno, sem perder a essência simples.

Elementos: a disposição ideal de tudo

Há toda uma configuração bem característica para esse tipo de casamento, e segui-la é importante para que tudo saia perfeitamente. Essa disposição é mais geral, mas as estruturas podem ter a cara que os noivos quiserem.

Na cerimônia

Para a cerimônia, o mais recomendável é usar bancos grandes de madeira, como os das igrejas, mas com um design mais arrojado e peças menos pesadas.

Eles devem ficar enfileirados, com o espaço para a passarela no meio. O que, tradicionalmente, seria um tapete, pode dar lugar a uma estrutura de madeira compensada ou até mesmo ser deixado em gramado puro.

Há também o altar, onde os noivos receberão as bênçãos do matrimônio. Essa estrutura também pode ser de madeira, com arranjos de flores e outros elementos de decoração.

Outro recurso interessante é a nave. Essa estrutura é feita sobre os convidados na cerimônia, formando uma proteção para o sol forte ou chuvas. Ela é de madeira e coberta por toldos transparentes.

Na festa

A festa pode ser feita no espaço a céu aberto ou mesmo dentro de salões, em caso de locações que possibilitem essa mescla. As mesas em que ficam o bolo e outras comidas podem ser de madeira, com estruturas maiores.

O mesmo segue para alocar os convidados. É importante disponibilizar mesas e cadeiras que comportem todos, decorando-as com arranjos de flores características ao restante do casamento.

Iluminação: lâmpadas pequenas e simples

A iluminação deve ser feita com muito charme e simplicidade, seguindo as características tradicionais do campo. As lâmpadas pequenas e os lampiões conseguem atingir esse resultado de forma muito satisfatória.

Além disso, os varais conseguem organizar as lâmpadas enfileiradas, de modo que sejam dispostos sobre as estruturas ou enrolados em suportes de madeira, aproveitando as instalações do local.

Por fim, é sempre importante lembrar que os noivos devem se planejar contando com possíveis fatores naturais, já que o evento é a céu aberto. Cada um dos elementos citados se completam e transmitem com perfeição a ideia de um casamento no campo.

Gostou do post? Assine a nossa newsletter e receba outras dicas diretamente no seu e-mail!

Curso de noivos: saiba o que é e como funciona

O curso de noivos é uma exigência para quem realizará a cerimônia de casamento em uma igreja católica. Diferentemente do que muitos pensam, nesse curso não é ensinado nada em relação à doutrina religiosa, mas sim como o casal deve ser um para o outro em sua vida de casados.

Durante o tempo de “aulas”, os noivos aprendem a lidar melhor com o relacionamento e com todas as questões vivenciadas no cotidiano de casados, encarando o matrimônio com muito mais leveza e cientes do que é necessário para a felicidade do casal se manter intacta ao longo dos anos que estão por vir.

Que tal saber mais detalhes sobre o curso de noivos? Continue a leitura e confira tudo que você precisa saber sobre o assunto!

O que é visto no curso de noivos?

A Igreja se sente na responsabilidade de ajudar os noivos a terem total consciência do que os espera na vida de casados, tendo em vista a importância que o matrimônio tem em suas doutrinas. Desse modo, o curso de noivos busca ajudar o casal a conduzir tudo da melhor forma.

Objetivos

O curso não é um preparo para o dia do casamento, em relação ao que fazer dentro da igreja, mas sim uma orientação para a vida a dois. Nele, os noivos aprenderão sobre os fatores que são cruciais para o matrimônio, como respeito, amor, união, compreensão e outros.

Durante as aulas, os noivos participam de palestras de padres, sacerdotes, casais experientes, psicólogos e outros profissionais. Tudo isso para mostrar como é preciso ter alinhamento e harmonia para conduzir os desafios do casamento.

Questões como educação de filhos, equilíbrio financeiro, direcionamento de compromissos de estudo e trabalho, respeito com a família do parceiro e divisão de tarefas também são debatidos.

Também há dinâmicas de grupo entre os casais, visando manter a participação mais divertida e as aulas mais interessante. Ainda que muitos vão por obrigação em um primeiro momento, acabam descobrindo que o curso é realmente importante e propõe temas imprescindíveis para o matrimônio.

Qual o tempo de duração?

Não há uma estimativa exata, pois cada paróquia ministra o curso da maneira que consegue programar mais adequadamente. Algumas realizam-no em um dia inteiro no final de semana, outras dividem em vários momentos. O importante é se certificar dessa informação junto à igreja em que o casamento será celebrado.

É fundamental que o casal não deixe para em cima da hora e busque as informações necessárias para começar o curso cerca de seis meses antes do casamento. Isso é importante, tendo em vista que ele é obrigatório para a igreja católica.

Com todos os compromissos a serem realizados nos meses anteriores ao casamento, assim como a preocupação para fechar com os fornecedores, é bom nunca se esquecer do curso de noivos. Desse modo, se antecipe!

É importante para o casal se conscientizar de que o casamento é muito mais do que viver junto da pessoa que se ama, sendo necessário compreender valores que ajudarão na felicidade de ambos.

Gostou de saber melhor sobre o curso de noivos? Se você acha que faltou alguma informação importante sobre o que é abordado ou tem alguma dúvida, nos conte nos comentários!

7 fotos lindas que não podem faltar no seu álbum de casamento

O álbum de casamento é o registro em imagens de tudo o que aconteceu no dia da união com o seu amor. É uma recordação para ser guardada com carinho e lembrada durante todo o resto da vida do casal! Por isso, existem fotos que não podem faltar no seu álbum. Elas contam momentos importantes de todo o casamento: a preparação dos noivos, a cerimônia, a comemoração com os convidados!

Para que tudo saia como o esperado, é importante conversar com a equipe de fotografia. Confiar nos profissionais que vão registrar seu casamento é fundamental para você estar tranquila e se concentrar no que realmente importa: a alegria de curtir esse momento com seu amor, família e amigos queridos.

Neste post, elencamos oito fotos lindas que não podem faltar no seu álbum. Confira!

1. Detalhes da noiva

Os momentos de preparação da noiva não podem faltar: no salão de beleza com as madrinhas, colocando o vestido, trocando carinho com a mãe ou irmãs, brindando antes de entrar na cerimônia…

Lembre-se também das fotos de detalhes, como o vestido, sapatos, joias escolhidas e o cabelo.

2. Detalhes do noivo

A preparação do noivo também é importante. Peça para que o fotógrafo registre detalhes do terno e dos sapatos, do cabelo, da flor que ele usará no bolso do paletó ou do colete.

3. Entrada da noiva

Esse é um dos momentos mais emocionantes da cerimônia e não pode ficar de fora do seu álbum. É legal também registrar a reação do noivo nessa hora. Geralmente, eles estão emocionados e as fotos ficam lindas. As reações dos convidados e familiares durante o evento também podem ser registradas.

4. Fotos com as madrinhas e padrinhos

Essa foto virou um clássico nas atuais tendências de casamento. Reúna primeiro todas as madrinhas, depois todos os padrinhos e, por último, tire fotos com os dois grupos juntos. Se as madrinhas estiverem usando os mesmos tons, a foto fica ainda mais linda.

5. Beijo

Precisa dizer mais? O beijo não pode faltar em nenhum álbum de casamento. Peça para os fotógrafos ficarem atentos à cerimônia para não perder esse momento.

6. Decoração

Detalhes da decoração, como arrumação das mesas, louças, arranjos de flores, velas, toalhas, o bolo e outros objetos podem entrar no álbum para compor o ambiente da festa. Se a cerimônia e a festa não forem no mesmo local, vale fazer esse registro da cerimônia também.

7. Fotos divertidas dos convidados

A festa é um dos melhores momentos da noite para ter fotos descontraídas no seu álbum. Boas risadas, danças, brindes, familiares conversando e trocando carinhos, todos esses instantes calorosos tem de estar no seu álbum!

O álbum de casamento é uma das recordações mais belas que você terá desse dia. Por isso, procure por profissionais de fotografia que tenham experiência na área e que passem confiança. Pode ser vantajoso centralizar toda a operação em um único fornecedor. Além do custo-benefício, esse fornecedor único vai garantir a expertise que você precisa para que tudo saia perfeito!

Se você gostou deste post e quer ter acesso a mais conteúdos sobre preparação de casamentos, assine nossa newsletter! Você receberá outros conteúdos como esse em seu e-mail!