A hora da dança no casamento é um momento muito especial, pois faz a transição entre o jantar (caso a cerimônia seja à noite) e o início da festa, nos eventos com cerimonial mais clássico.

A dança também pode ser uma forma de animar os convidados ou mesmo de celebrar o enlace com pessoas queridas pelos noivos, como padrinhos e madrinhas.

Sem dúvidas, a valsa é um dos estilos de dança mais tradicionais em casamentos. Ela combina com cerimônias formais ou que sigam protocolos sofisticados. Se esse é o estilo do seu casamento, vale sim dançar uma valsa!

Mas, caso a valsa não tenha nada a ver com a sua personalidade ou com o tipo de festa que você pensou para o seu grande dia, tudo bem. Você pode optar por outros estilos. Hoje, as cerimônias de casamento estão cada vez mais descontraídas. O que importa é que a singularidade dos noivos (seus gostos pessoais, suas preferências musicais etc) esteja presente em cada detalhe.

Neste post, elencamos algumas dicas inspiradoras para que sua dança no casamento seja um momento incrível. Confira!

1. Valsa divertida

Se você não quer abrir mão da valsa, mas, ainda assim, quer fazer um dança mais descontraída, pode apostar nessa opção.

Os noivos começam a dançar uma valsa clássica e, aos poucos, a música é mixada para um ritmo mais divertido, que pode ser dance, anos 70, ou qualquer tipo de música que seja do gosto dos noivos e combine com a festa. Se seu casamento for temático, por exemplo, pode colocar uma música que combine com o tema da celebração.

2. Coreografias elaboradas

Se os noivos têm habilidade ao dançar, as coreografias elaboradas são uma ótima opção para surpreender os convidados. Com certeza, ficarão na memória de todos!

Se você quiser, pode, inclusive, fazer um mix de ritmos durante a coreografia, para deixar a dança ainda mais dinâmica. Nesse momento, a ajuda de uma coreógrafa pode ser interessante para elaborar passos originais.

3. Dança com os padrinhos e madrinhas

Uma ótima ideia para a dança no casamento é juntar os padrinhos e madrinhas e montar uma coreografia bastante animada. Por ser em grupo, isso vai exigir que todos se encontrem para os ensaios, então, verifique a disponibilidade de todos antes de optar por esse estilo.

Esse tipo de dança deixa o casamento super descontraído, e é ótima para chamar os outros convidados para a pista.

4. Tango

O ritmo demanda bastante ensaio dos noivos, para todos os passos saírem bem certinhos na hora da dança. É ideal para casamentos noturnos, pois o tango cria uma atmosfera mais intimista no ambiente. Deve ser feito antes do início da festa para que os noivos tenham bastante espaço para executar a dança.

Como você viu, existem diversas maneiras de fazer da dança no casamento um momento original e incrível, que tenha a personalidade dos noivos e emocione todos os convidados.

O mais importante é que você esteja confortável com o estilo de dança que escolheu e se divirta!

O que você achou deste post? Tem alguma história sobre dança no casamento para compartilhar com a gente? Deixe seu recado nos comentários!

Autor

Escreva um comentário

Share This