Autor

Aragon

Browsing

8 dúvidas respondidas sobre casamento ao pôr do sol

Imagine a cena: você e o seu amado reunidos com os familiares e amigos em um final de tarde, selando o compromisso eterno de respeito, amor, fidelidade e cumplicidade. O sol está se pondo, trazendo consigo o ar mágico da beleza natural do universo. Radiante, não é mesmo? É isso o que promete um casamento ao pôr do sol.

Esse formato de evento está se tornando cada dia mais comum devido à riqueza do cenário. Contudo, quando falamos em casamento ao pôr do sol, muitas dúvidas vêm à tona. Afinal, todos que sonham com esse momento desejam que ele seja perfeito, certo?

Entretanto, não se preocupe: nós estamos aqui para ajudar. Confira agora as respostas para oito dúvidas sobre esse estilo de cerimônia! Boa leitura!

1. Qual é o melhor horário para colocar no convite?

Diferentemente de como acontece na Europa ou nos Estados Unidos, no Brasil o pôr do sol acontece rapidamente, durando de 30 a 60 minutos. A cerimônia deverá acontecer nesse intervalo — portanto, logo antes do pôr do sol, todos os convidados já deverão estar acomodados.

Assim, a hora precisa ser bem planejada: marque a data do seu casamento e confira qual é o horário aproximado do pôr do sol (isso muda de região para região, confira a previsão do tempo!). Para evitar erros e atrasos, marque para que os convidados cheguem, pelo menos, uma hora antes do horário planejado para o início da cerimônia.

2. Qual é o tempo ideal de duração da cerimônia?

Sabendo que a luz natural é a que importa em um casamento ao pôr do sol, é importante conferir o tempo de duração do pôr do sol — normalmente ele dura entre 30 minutos e uma hora. Como mencionamos, é nesse período que a sua cerimônia precisa acontecer. Alinhe isso com quem está organizando o seu grande dia.

3. Como se proteger das adversidades climáticas?

Uma das principais dúvidas relacionadas ao casamento ao ar livre diz respeito às adversidades climáticas. Afinal, a previsão do tempo pode dar um norte, mas não é possível saber com muita certeza como estará o clima.

Por isso, é essencial ter um plano B. É claro que não queremos que nada estrague o seu grande dia, mas é preciso pensar em todas as possibilidades. Confira duas opções que você pode analisar:

  • migrar o casamento para outro local;
  • alugar tendas e toldos transparentes para montar em caso de chuva.

Caso chova, não se preocupe! Pense sempre pelo lado positivo: fotografias de casamento com chuva ficam lindas!

4. Como conseguir fazer boas fotos ao ar livre?

As fotografias ao ar livre ficam esplêndidas e a cerimônia é sempre muito emocionante, proporcionando uma experiência única para todos os envolvidos. É essencial conversar com a sua equipe de fotografia e informar o protocolo. O fotógrafo também pode sugerir poses e cenários incríveis.

Além disso, não se esqueça de alugar drones para fazer filmagens e fotografias que enriqueçam ainda mais o momento — as imagens vistas de cima, contemplando a natureza, a decoração e os convidados ficam maravilhosas!

5. Qual é a vestimenta mais adequada para noivos e convidados?

Tanto as roupas quanto os acessórios precisam estar de acordo com o clima do dia. Em geral, é preciso investir em peças leves. Confira as nossas sugestões.

Noiva e noivo

Sabemos que escolher o vestido de noiva não é uma tarefa simples. Essa missão fica ainda mais complicada quando se trata de um evento ao ar livre, que requer alguns cuidados especiais. Confira o que não usar:

  • véus pesados;
  • brilhos;
  • brilhantes;
  • vestidos com caudas muito longas;
  • bordados extravagantes.

Invista em vestidos com tecidos leves e que retratem o seu estilo. O mais importante é garantir que o vestido tenha um comprimento que deixe a noiva confortável e segura para caminhar. O traje do noivo também deve ser composto por tecidos leves e confortáveis, sem deixar de lado a personalidade.

Em casamentos tradicionais, o traje preto é o mais utilizado. Em casamentos no campo ou na praia, por outro lado, podem ser utilizados tons mais claros. Além disso, a gravata não é obrigatória: aposte em coletes e suspensórios.

Convidados

O ideal é que os convidados não utilizem roupas brancas, champanhe e bege (a não ser que os noivos solicitem): eles podem ir mais à vontade, com roupas leves e estampadas. As mulheres, por exemplo, podem usar vestidos curtos. É permitido qualquer tipo de chapéu, dos mais variados tamanhos.

6. Há necessidade de investir em iluminação extra?

Caso o casamento aconteça exatamente no horário e no local planejado, não há a necessidade de iluminar artificialmente. Contudo, é melhor que você tenha essa carta na manga. Por isso, converse com a sua equipe fotografia e solicite pontos de luz estratégicos que poderão ser acionados caso seja necessário.

Além disso, depois que o sol se pôr você precisará de um projeto de iluminação surpreendente, ainda mais se a festa continuar no mesmo local em que for realizada a cerimônia.

7. Qual é o local ideal?

A regra para a escolha do casamento ao pôr do sol é única: opte por um lugar que tenha uma linda paisagem natural e capacidade para montar uma infraestrutura de eventos (pode ser na praia, no campo, na fazenda…).

No entanto, atenção! Lembre-se de conversar com todos os convidados e disponibilizar mapas, principalmente se o local for afastado da sua cidade (assim você evita atrasos!).

8. É preciso providenciar alimentação e bebidas durante a cerimônia?

Providenciar alimentos não é obrigatório — caso queira, opte por biscoitos leves. Em relação às bebidas, é elegante servi-las durante a espera da chegada do horário ideal para realizar o casamento.

Imagine só: está calor e os convidados precisam esperar 30 minutos até a cerimônia começar. Por isso, investir em água gelada e drinks leves é uma boa ideia para deixar os convidados confortáveis. Se estiver frio, aposte em chocolate quente e chás.

Transformar o sonho do casamento em realidade é um momento muito especial — tanto para os noivos quanto para os seus convidados. Tudo é ainda mais espetacular quando é realizado o casamento ao pôr do sol: ele une a beleza natural da paisagem com o momento mágico da cerimônia.

Neste post você viu as respostas para as oito principais dúvidas sobre o assunto. Se você gostou deste conteúdo, aproveite para seguir as nossas páginas no Facebook e no LinkedIn!

6 dicas para planejar um casamento sem erros

Planejar um casamento não é uma tarefa simples. A quantidade de detalhes, itens, serviços e produtos necessários é grande, e cada etapa deve ser pensada e executada com eficiência.

Um planejamento adequado e realizado desde cedo ajuda os noivos a acertarem a contratação e a compra do que for necessário. É fundamental pensar em tudo com calma e acertar aos poucos, para que nada dê errado no grande dia.

Foi pensando nisso que trouxemos este conteúdo com 6 valiosas dicas para planejar um casamento, de modo que tudo esteja perfeito no dia da cerimônia. Confira!

1. Defina a data ideal

A data do casamento é uma escolha que depende de alguns fatores. Muitas mulheres podem ser ligadas a tradições e escolherem, por exemplo, uma data em maio, que é considerado o mês das noivas. Além disso, há outras questões que vão influenciar a decisão final sobre quando será o casamento.

Um fator relevante é a disponibilidade de datas na igreja, que acaba interferindo na definição do dia, assim como a agenda do espaço escolhido para realizar o casamento. Outra importante questão é a época do ano, já que determinados casamentos, como aqueles realizados na praia, dependem de condições climáticas ideais.

O orçamento também é um fator que deve ser levado em consideração na hora de decidir o dia. Quanto mais longe a data, mais tempo para arcar com os custos. Portanto, para os casais que não têm tanta pressa, prolongar um pouco esse tempo de planejamento e pagamento pode ser ideal.

2. Escolha o estilo do casamento

Cada vez mais os noivos podem colocar um pouco de personalidade e de suas preferências pessoais no conceito de seus casamentos. Os diferentes tipos de cerimônia permitem tanto aquela ideia tradicional e elegante quanto algo intimista, feito para poucas pessoas ou que tenha uma abordagem mais simples.

Os noivos precisam pensar no que querem, a nível de desenvolvimento da festa e nas questões estéticas que envolvem a decoração e o conceito do estilo de matrimônio desejado. Hoje, dá para realizar casamentos rústicos, temáticos, luxuosos, tradicionais, na praia, no campo, entre outras possibilidades.

Buscar referências é importante nessa etapa. Fotos e vídeos de diferentes tipos de cerimônias são excelentes porque ajudam o casal a fazer a escolha adequada e planejar um casamento que se concretize exatamente da maneira que sonhou.

3. Antecipe a escolha do local

Uma das principais etapas na hora de planejar um casamento é a escolha do espaço onde ele será realizado. Independentemente da igreja, a festa precisa acontecer em um bom salão, um jardim, uma casa de festas ou até mesmo em uma praia. Com a lista de convidados em mãos, é possível verificar quantas pessoas estarão presentes e, assim, ter uma noção da infraestrutura necessária.

Dessa forma, é importante começar a procurar o espaço para casamentos ideal, que acolha todos com conforto e com estrutura adequada. Observe o acesso, a localização e outros pontos essenciais, como tamanho do lugar, presença de recursos de acessibilidade e de áreas cobertas para uso em caso de chuva.

É importante fechar a negociação do espaço do casamento antes de qualquer coisa, até porque o investimento nessa etapa é grande e, certamente, vai comprometer uma fatia considerável do orçamento disponível. Assim, fica mais fácil planejar os próximos passos.

4. Pense no melhor horário

O horário ideal também faz parte das tarefas de planejar um casamento, afinal, diferentes tipos de eventos acontecem melhor em momentos distintos do dia. É possível realizar a celebração de manhã, ao final da tarde e, principalmente, à noite.

Cerimônias mais tradicionais e cheias de elegância são comumente realizadas no período noturno. Entretanto, há a possibilidade de fazê-las durante o dia. Esse tem sido um costume cada vez maior e que desperta o interesse de diversos casais, já que a decoração pode ser perfeitamente adaptada para a luz do dia, com resultados incríveis.

Alguns casamentos acabam forçando uma escolha predefinida, a exemplo daqueles realizados no litoral. Não que seja inviável realizá-los à noite; porém, não será possível aproveitar as belezas naturais do lugar, especialmente para registros de foto e vídeo. É importante pensar nesse ponto logo após decidir o estilo do casamento.

5. Escolha o menu mais adequado

Existem inúmeras possibilidades de buffet para casamento. Os estilos possíveis e os horários em que serão realizados são fatores a considerar na escolha do menu para a festa. Se a celebração for, por exemplo, durante a manhã, um bom brunch deve ser servido para que os convidados se alimentem e estejam confortáveis para o desenvolvimento da cerimônia.

Em casamentos realizados durante a noite, o jantar é a opção ideal. Nesse caso, o buffet deve oferecer pratos prontos, com diferentes possibilidades de cardápio. Do mesmo modo, não podem ser esquecidos os canapés, as bebidas e outros itens indispensáveis a um evento matrimonial de qualidade.

As bebidas, a propósito, também devem ser pensadas nos detalhes. Épocas mais quentes caem bem com cervejas, espumantes e sucos, enquanto estações mais frias pedem opções de vinho tinto ou uísque. Leve em consideração o total de pessoas que consomem bebidas alcoólicas para calcular a quantidade a ser comprada.

6. Conte com fornecedores competentes

Os fornecedores são peças importantes no planejamento de um casamento. Muitos dos serviços e produtos que serão necessários para o grande dia passam pelo trabalho dessas empresas, que devem ser buscadas de forma antecipada, logo após os noivos fecharem a data e o local da cerimônia.

A decoração necessita de fornecedores de flores, arranjos, brindes e de todos os elementos que fazem parte do visual da festa. Serviços de foto e vídeo também são imprescindíveis, assim como o buffet, DJ’s e músicos. Faça orçamentos, busque referências e preze sempre pelo custo-benefício mais interessante.

Alguns espaços para eventos oferecem bons pacotes, que incluem vários recursos e a estrutura necessária. Tudo isso com o apoio de uma assessoria, que é um serviço muito útil e que pode ajudar na tomada de decisões e na organização.

Seguindo essas dicas, você terá mais tranquilidade na hora de planejar um casamento e se verá livre de sustos para que o grande dia seja perfeito como sonhou.

Procurando um bom espaço para realizar sua cerimônia em São Paulo? Entre em contato conosco e conheça melhor nossos serviços!

Casamento de princesa: inspirações para o grande dia

Sofisticadas, impecáveis e luxuosas, as cerimônias da realeza são uma verdadeira inspiração para quem quer ter um casamento de princesa! Com total atenção aos detalhes e extremo cuidado no planejamento, os eventos reais ajudam a trazer diversas ideias bacanas para quem está programando a cerimônia.

Os conceitos vistos em um casamento da realeza podem, inclusive, ser aplicados a eventos do mesmo tipo no Brasil. Quer saber como? Neste post, elencamos algumas dicas para seu grande dia ser digno de um conto de fadas!

Como planejar um casamento de princesa?

O sonho de muitas noivas é organizar uma cerimônia repleta de referências aos casamentos reais. Isso é possível apostando em alguns pontos que são importantes. O local deve ser adequado e fornecer todo suporte necessário para noivos e convidados. A decoração, os convites e o vestido também podem conversar com esse estilo.

Local

O primeiro passo para criar um clima de casamento de princesa é escolher um local com a estrutura adequada para isso. Casar em um castelo, por exemplo, é uma opção sofisticada e charmosa, pois o próprio ambiente se torna parte da decoração. Uma alternativa é escolher locais ao ar livre, que misturem espaços cobertos com jardins.

Decoração

Casamentos reais costumam ser luxuosos e sofisticados. Festas temáticas, ou com cores muito fortes não costumam fazer parte desse tipo de evento. Aposte nos dourados, nas flores brancas, nos castiçais e em estilos de mesa clássicos, como o serviço à francesa. Se optar por uma cerimônia ao ar livre, a decoradora pode aproveitar os espaços do ambiente para criar um clima ainda mais aconchegante. O altar pode ser montado com muitas flores.

Vestido

Noivas da realeza geralmente optam por modelos clássicos, com saias longas e véus compridos. Outra possibilidade é apostar em um corte mais reto e discreto, como fez a princesa Charlene Wittstock, de Mônaco. Rendas, pedrarias e cristais são super bem-vindos. Decotes e tecidos colados demais não costumam aparecer nessas cerimônias. Outra boa opção é apostar em penteados mais clássicos, como coques altos adornados por coroas.

Convites

Os convites são a apresentação do casamento. Você pode investir em um papel com adornos e letras clássicas. É importante lembrar de colocar todas as informações pertinentes, especialmente o traje, para que todos os convidados se sintam à vontade no dia do evento.

Veículo da noiva

Todo casamento real tem uma carruagem. No caso de Kate Middleton, ela optou por chegar na igreja de carro, mas após a cerimônia seguiu em cortejo ao lado do marido em uma carruagem tradicional. É muito bacana optar por esse tipo de veículo, pois confere um charme extra à sua chegada, especialmente em casamentos ao ar livre!

Para realizar um casamento de princesa, você precisa contar com profissionais que lhe deem todo apoio necessário, desde as primeiras etapas do planejamento — como orçamento e contato com fornecedores— até a produção e o pós-festa. O segredo é buscar profissionais de confiança, que vão lhe deixar tranquila e segura para aproveitar seu grande dia!

Gostou das nossas dicas para planejar um casamento inesquecível? Veja por que é tão importante definir o espaço para o casamento ideal!

Tendências para casamento em 2018: fique por dentro das novidades

Os noivos têm adorado colocar um pouco de sua personalidade na cerimônia e na festa de casamento. Entretanto, a maioria dos casais ainda gosta de procurar as tendências e de ficar por dentro das novidades para planejar esse dia tão especial. Se você é uma dessas pessoas e gosta de estar sempre antenado, então chegou ao lugar certo!

Continue lendo este post e confira as principais tendências para casamento em 2018!

A cor do ano

Já é tradição: todos os anos a Pantone (empresa mundialmente conhecida por catalogar cores) elege a cor do ano. Ela é usada como fonte de inspiração para muitas áreas, inclusive para casamentos. A Ultra Violet (ref. 18-3838) foi a cor escolhida para este ano e entra na lista de tendências para casamento em 2018.

Essa cor representa a experimentação e o não conformismo. Além disso, remete aos mistérios do cosmos e o que ainda está por vir. Ela também transmite criatividade, originalidade e pensamento visionário. As palavras “complexa e contemplativa” foram usadas pela empresa Pantone para explicar a Ultra Violet.

Aproveite as variações que essa cor possibilita e utilize-a em seu casamento. Ela pode aparecer na papelaria, na decoração, nos vestidos das madrinhas, no buquê da noiva, nas lembrancinhas e na gravata do noivo e/ou dos padrinhos.

Noivas românticas

Um dos grandes sonhos de toda noiva é encontrar o vestido perfeito. Geralmente, ele é um dos primeiros itens procurados pelas noivas na preparação do casamento. O vestido tem um papel muito importante na cerimônia, pois precisa ser lindo e confortável, transmitir sentimento, impactar os convidados e, principalmente, emocionar o noivo.

Este ano, os vestidos românticos e cheios de detalhes serão tendência. Os modelos mais delicados com a mistura de tecidos (não tão usados anteriormente) ganham espaço. Serão muito utilizados crepes com um caimento escultural, rendas, strass, combinações com tule, bordado floral, pedrarias e decotes sensuais.

Um vestido romântico não deve significar antigo ou ultrapassado. Ele pode ser moderno e, ao mesmo tempo, transmitir esse ar de romance. Sem dúvidas, existem muitas opções para todos os tipos de noivas e de silhuetas. Basta encontrar um que se encaixe no seu gosto e no seu orçamento.

Sapatos coloridos para noivas

Com o passar dos anos, o estilo dos casamentos mudou bastante, assim como os modelos de vestidos de noiva e seus acessórios. Entre eles, o sapato é um dos que mais sofreram mudanças. Antes, o branco e o off-white eram os mais usados.

Agora, essas cores clássicas abriram espaço para os sapatos coloridos — que são uma das grandes tendências para casamento em 2018. Algumas noivas já estão inovando e escolhendo sapatos diferenciados, mas sem deixar de lado o conforto e o design.

Os sapatos coloridos, além de originais e cheios de personalidade, são uma ótima escolha. Afinal, podem ser utilizados após o casamento, em festas ou outras ocasiões. Se você quiser guardá-lo também não tem problema — afinal, terá uma lembrança bem especial e particular de um dos dias mais importantes de sua vida.

Muitas vezes, eles não aparecem durante a cerimônia, devido ao tamanho do vestido. Porém, eles farão sucesso durante a festa, quando a noiva trocar de vestido, por exemplo — optando pela retirada de uma parte do vestido ou pela troca por um mais curto.

Você pode abusar dos estilos e utilizar couro, veludo, verniz, opções com pele, tachas, salto alto, baixo, grosso ou os mais básicos, apenas com uma cor diferenciada. Nesse acessório a noiva pode deixar o clássico de lado e abusar da criatividade, combinando a cor do sapato com o buquê ou com os vestidos das madrinhas e das damas de honra.

Penteados para noiva

O penteado, assim como a maquiagem, compõe o visual da noiva. Apesar de ainda serem usados em alguns casamentos mais clássicos, os penteados pesados, com muito laquê, perderam um pouco de espaço. Agora, os cabelos naturais e mais soltos vieram para ficar.

Acompanhando o estilo do vestido romântico, o penteado natural conquistou as noivinhas. Preso ou solto, o que importa é que a noiva se sinta confortável e linda no seu grande dia. A leveza e o caimento suave também podem trazer elegância para o penteado.

Tranças, meio rabo, cabelo liso ou ondulado semi-preso, coques, coroa ou arranjo de flores naturais são apenas algumas opções para você arrasar. Já existem muitas referências e inspirações na internet para todos os tipos de cabelo. Pesquise, teste e escolha a melhor opção.

Esse tipo de penteado pode ser usado tanto em uma cerimônia noturna quanto em casamentos ao ar livre e durante o dia.

Bolos de casamento pintados à mão

Os modelos de bolos de casamento também evoluíram. Uma das tendências para casamento em 2018 são os bolos pintados à mão. Isso mesmo! Essa técnica está encantando muitos casais que buscam originalidade para a cerimônia.

Diferentemente do que muitas pessoas pensam, existem muitas opções, como desenhos floridos, tintas metálicas e texturas. Além disso, é possível finalizar o bolo com elementos naturais, como plantas e/ou flores. Abuse da imaginação e faça do seu bolo de casamento uma verdadeira obra de arte.

Convites em aquarela

O convite de casamento é o cartão de visita, a primeira coisa que seus convidados verão. Esse primeiro contato é crucial, pois aqui eles terão uma prévia de como será o grande dia. Para criar uma expectativa e uma imagem positiva do casamento, eles merecem muita atenção.

Atualmente, já existem muitas opções de design no mercado — como os papéis com texturas, cores e tamanhos diferenciados. Porém, uma das tendências para casamento em 2018 são os convites aquarelados.

Essa técnica tem ganhado muito destaque. Estampas, flores, cores, grafismos, texturas e aquarelas são alguns dos estilos modernos e alternativos que vêm sendo utilizados. Deixe a criatividade tomar conta: quanto mais personalizado o convite, melhor!

Agora que você conferiu as principais tendências para casamento em 2018, planeje o seu casamento para garantir que ele seja moderno e original. No entanto, lembre-se: essas são apenas algumas tendências e sugestões do que pode ser feito.

Você pode misturar os estilos e trazer essas novidades para a sua realidade — o casamento precisa ter a cara dos noivos! Por isso, pesquise, teste e veja o que mais se encaixa no seu estilo.

Gostou deste post? Acha que ele pode ajudar mais pessoas que estão planejando um casamento? Então, compartilhe-o em suas redes sociais!

Instagram para empresas: saiba como usar na realização do seu evento

Uma das áreas mais importantes na organização de um evento corporativo é a divulgação. O produtor deve saber gerar engajamento para alcançar o público que deseja atingir. Hoje, uma das ferramentas de maior impacto é o Instagram para empresas. Mas, você sabe como utilizá-lo em seu evento corporativo?

O Instagram é uma rede social de compartilhamento de fotos com mais de 800 milhões de usuários, segundo dados atualizados em outubro do ano passado. O Brasil é o segundo país no ranking de número de contas, com 50 milhões de usuários. Por isso, destacar seu evento e seu cliente em meio a tanta informação é uma tarefa que exige estratégia!

Confira nossas dicas para otimizar a divulgação do seu evento de forma orgânica!

Disponibilize internet gratuita aos convidados

Se o seu objetivo é fazer com que os convidados utilizem o Instagram de forma orgânica, disponibilize uma rede wi-fi gratuita e passe longe das burocracias: evite utilizar aquelas redes abertas que exigem cadastro e login dos participantes. Além de ser chato, pode deixar seu público desconfortável.

Espalhe plaquinhas com o nome da rede e a senha pelo ambiente. E, claro, certifique-se de que a banda de internet escolhida suporta a quantidade de convidados do evento.

Crie uma hashtag para a divulgação do seu evento

Seu evento deve ter uma hashtag (#) personalizada. Crie um nome bacana, que faça referência à marca/empresa patrocinadora, e posicione a hashtag em locais estratégicos, como atrás das cadeiras (caso seu evento seja uma palestra ou workshop, por exemplo).

Monte um cenário para as fotos

Logo na entrada do evento, monte um cenário com estrutura de qualidade para que seus convidados se sintam estimulados a utilizar o Instagram. Você pode inserir um fundo com o logo dos patrocinadores ou a marca da empresa que está oferecendo o evento. É uma chance de aumentar o engajamento do público com a organização.

Projete as fotos em um telão

Para aumentar a integração entre o público, contrate um serviço de rastreamento das fotos publicadas e projete todas elas em um telão durante o evento. Você vai surpreender seus convidados!

Certifique-se apenas de que o telão esteja posicionado em um local onde não atrapalha o objetivo central do evento. Se for um simpósio ou convenção, por exemplo, o telão não pode atrapalhar as atividades principais.

Amplie a estratégia e entregue as fotos como lembrança

Uma estratégia de divulgação integrada é aquela que consegue unir diferentes ações em torno de um mesmo objetivo. Se você planejou o evento com o objetivo de fazer o público utilizar o Instagram para divulgá-lo, por que não entregar lembrancinhas com as fotos que eles tiraram? É uma maneira de sinalizar que você se importa com os participantes e que deseja que eles tenham lembranças positivas do evento.

O uso do Instagram para empresas e eventos corporativos deve fazer parte do plano de comunicação do produtor. Assim, você conseguirá atingir seu público de forma orgânica e gerar engajamento dos clientes, garantindo uma experiência única e alcançando o objetivo do evento.

Gostou deste artigo e quer mais dicas de planejamento de eventos corporativos? Siga nossas redes sociais: Casa Aragon, Castelo Aragon e Linkedin!

Conheça os benefícios em fazer a cerimônia e festa no mesmo local

Organizar o casamento com cerimônia e festa no mesmo local é uma tendência que vem ganhando cada vez mais espaço. Apesar de sair do tradicional, em que a celebração é feita dentro da igreja, essa opção traz diversas vantagens para os noivos.

Se você quer entender por que essa alternativa se tornou queridinha entre as noivas, continue a leitura deste post! Listamos os principais benefícios dessa escolha e separamos algumas dicas para você organizar o seu casamento com cerimônia e festa no mesmo local. Confira!

Os benefícios da cerimônia e festa no mesmo local

Facilidade no planejamento

O primeiro benefício é a facilidade: não é preciso ficar procurando dois lugares que tenham a data que você deseja disponível. Em apenas uma visita, você consegue conhecer o local e esclarecer todas as dúvidas sobre o contrato.

Alguns locais também oferecem o espaço para os noivos se arrumarem, facilitando ainda mais a organização do grande dia, já que eles estarão no local da festa e não vão ter que se preocupar com o deslocamento e eventuais atrasos.

Para quem deseja fazer uma cerimônia ao ar livre, algumas casas de festas têm ótimos espaços para isso, contando ainda com os ambientes fechados, que podem ser utilizados caso a previsão seja de chuva na data do casamento e os noivos não queiram optar pelas tendas.

Praticidade e comodidade

Ter os dois eventos no mesmo lugar traz mais praticidade para todos: fornecedores, noivos e convidados. As equipes contratadas não precisarão de grandes deslocamentos para organizar dois ambientes, e é mais fácil de controlar tudo que acontece quando todas as etapas estão concentradas em apenas um lugar.

Se os noivos tiverem convidados de fora da cidade, essa escolha é ainda mais prática. Assim, eles terão calma e tranquilidade para chegar ao local do casamento sem se preocuparem com outro deslocamento (e o risco de se perderem) até a recepção.

Outro ponto fundamental são os atrasos: infelizmente, eles podem acontecer, mas quando tudo é feito no mesmo local, é mais fácil recuperar o tempo sem precisar reajustar todo o cronograma.

Desnecessidade de deslocamentos

Além da praticidade de estarem todos no mesmo lugar, a desnecessidade de deslocamento é um ótimo benefício por vários motivos:

  • menos chances de convidados que não conhecem o local errarem o caminho;
  • não há risco de imprevistos no trânsito;
  • mais tranquilidade no estacionamento, pois os convidados não chegarão tão próximos uns dos outros.

Dependendo da distância entre os lugares, do trânsito, da disponibilidade de vagas para estacionar e até das condições climáticas, esse deslocamento pode ser bastante incômodo e até mesmo gerar atrasos para chegar à recepção e reduzir o tempo de festa.

Economia

Os custos para fazer cerimônia e festa no mesmo local costumam ser mais baixos, pois você terá um poder maior de negociação. Sem precisar desses deslocamentos para organizar e comparecer em dois lugares diferentes, os fornecedores podem oferecer descontos e fechar contratos com preços mais atrativos.

Com essa economia, você pode usar a diferença de valores para investir em outros itens do seu casamento, garantindo mais personalização e exclusividade para a festa.

Garantia de exclusividade

Quando a cerimônia é feita na igreja, geralmente, não há apenas um casamento no dia, fazendo com que as noivas precisem dividir a decoração, deixando pouca margem para imprevistos e atrasos.

Em algumas situações, negociar a decoração, escolher as cores, tipos de flores e a iluminação pode ser uma tarefa difícil, afinal, são duas noivas com gostos e sonhos específicos sobre o seu casamento. Fazendo a cerimônia e a recepção no mesmo local, os noivos terão a tranquilidade de planejar tudo do jeito que sempre sonharam!

Como encontrar o lugar ideal

Fazer a cerimônia e festa no mesmo local traz várias vantagens para a sua festa, mas é preciso escolher o lugar com atenção. Observe se ele tem espaço suficiente para acomodar todos os eventos de forma adequada. Se você quer um casamento ao ar livre, questione a possibilidade de transferir para um lugar coberto em caso de chuva, ou se eles possuem tendas e coberturas.

Caso tenha dúvidas, faça todas as perguntas que achar necessárias e, se possível, peça fotos de casamentos que foram organizados dessa forma. Assim, você consegue visualizar o resultado e ter certeza de que está escolhendo o lugar ideal para a sua festa.

Como organizar o casamento

A organização do casamento também tem algumas particularidades com cerimônia e festa no mesmo local e, por isso, separamos algumas dicas para você planejar o evento:

Antes do casamento

Durante o planejamento, converse bastante com o cerimonial, fornecedores do evento e o local da festa para alinhar bem todas as contratações com o estilo escolhido. Nessas horas, contar um com fornecedor único pode ser bastante vantajoso, afinal, ele terá uma experiência maior e contará com uma equipe bem integrada, o que auxilia na hora de organizar o evento e garantir que tudo saia como esperado.

É importante tirar um tempo para analisar as opções em relação à montagem da cerimônia: será no mesmo espaço da festa ou em um ambiente separado? Será preciso retirar cadeiras e fazer mudanças no local antes da recepção?

São questões fundamentais para analisar na hora de escolher a melhor forma de organizar o seu grande dia. Com o auxílio dos fornecedores, você terá um bom planejamento para a cerimônia e a festa.

Após a cerimônia

Entre a cerimônia e a festa, geralmente, os noivos saem da igreja, vão fazer as fotos e depois chegam ao local da recepção. Porém, quando tudo é feito em um só local, os noivos costumam ficar com dúvidas sobre como agir. Essa organização pode ser conversada com o cerimonial, mas existem duas opções que são mais comuns:

  • logo após a cerimônia, os noivos já vão para um ponto do salão, onde iniciam os cumprimentos e as fotos com os convidados;
  • ao término da cerimônia, os noivos deixam o local, indo para uma sala reservada ou um ambiente para fazer fotos dos dois, e depois retornam ao salão, como nas festas mais tradicionais.

Para definir a melhor forma de realizar essa transição, é importante analisar o espaço em que será realizado o casamento e o desejo dos noivos. Mas, seguindo essas dicas, fica mais fácil organizar cerimônia e festa no mesmo local e aproveitar todos os benefícios dessa escolha.

Gostou deste post? Se você está em busca do local ideal para o seu casamento, entre em contato conosco. A Aragon possui espaços com uma ótima estrutura para tornar o seu sonho realidade!

Saiba os erros mais comuns na organização de eventos corporativos

Eventos corporativos costumam ser uma vitrine importante para as empresas, e é por isso que é fundamental garantir o sucesso desses encontros. Eles são uma oportunidade única de aproximar colaboradores, encantar clientes, e encontrar parceiros do negócio. Por isso, neste post, elencamos uma lista completa dos erros mais comuns na organização de eventos corporativos. Confira a seguir!

Não definir o objetivo do evento

Sabe aqueles eventos com diversas atividades desconexas, com palestras cujos temas não conversam entre si, e com públicos variados? Eles pouco parecem eventos corporativos, e mais aparentam ser um encontro sem foco ou organização. Isso não é prejudicial apenas para a imagem da empresa que está propondo o evento, mas também atrapalha o entendimento dos convidados sobre o que a organização quer comunicar.

Para evitar este tipo de erro, tenha em mente qual é o objetivo do evento desde a primeira etapa (concepção) até o feedback final. Ao longo dos dias anteriores, lembre-se de checar se a meta está sendo cumprida. Se o objetivo é melhorar a percepção dos colaboradores, por exemplo, faz mais sentido trazer o presidente da empresa para uma conversa descontraída, ou um palestrante de fora que pouco sabe sobre o clima organizacional? Pense nisso!

Dispensar um planejamento acurado

Definido o objetivo, é hora de colocar no papel tudo o que será necessário para o evento. Pense em tudo mesmo, inclusive em detalhes que não aparentam ser tão importantes, mas que, no dia, fazem toda a diferença. Não confie apenas na sua cabeça, por maior que seja sua experiência na organização de eventos corporativos.

Coloque tudo em um papel: local, decoração e iluminação, estrutura, som, alimentação, móveis, internet, locomoção, hospedagem (caso seja necessário), entre outros itens. Mantenha uma planilha organizada, com o prazo de cada item, o custo, o orçamento disponível, o status (entregue ou em espera, por exemplo).

Esquecer de fazer um cronograma

Mesmo que o prazo para o planejamento esteja apertado, não dispense o uso de um cronograma. Eles são uma ferramenta importante para manter sob controle todos os seus deadlines.

Uma boa alternativa é deixar esse arquivo em um diretório aberto, como a nuvem, por exemplo. Assim, você pode acessá-lo de qualquer lugar, inclusive durante negociações com fornecedores, e estabelecer os melhores prazos para entrega.

Outro ponto importante: pense em tudo o que você pode antecipar. Se você vai distribuir folhetos, marque a entrega deles para uma semana antes do evento, em vez de apenas um dia. Caso o fornecedor atrase, você ainda tem uma margem confortável de tempo para contornar a situação.

Economizar na alimentação ou no sistema de som

Um erro muito comum durante a organização de eventos corporativos é achar que a alimentação é um componente secundário. Pelo contrário, é fundamental oferecer alimentos de boa qualidade, gostosos, bem apresentáveis e de procedência confiável. Imagine um workshop onde todos os participantes começam a passar mal por causa da comida? Esse é um risco que nenhum produtor de eventos pode correr.

O mesmo vale para os sistemas de som e vídeo. Se você está planejando um evento com ciclos de palestras, os microfones, a acústica, os computadores e outras ferramentas utilizadas pelos participantes precisam estar funcionando muito bem.

Direcionar a divulgação para públicos que não são o seu

Quem você quer alcançar? Qual o público que está presente na definição do seu objetivo, quando você pensou nos resultados que quer atingir com o evento? É fundamental ter isso em mente durante toda a gestão do planejamento. Como você vai fazer com que as informações sobre o evento cheguem até esse público?

Apenas estar presente nas redes sociais não garante uma comunicação certeira. É preciso identificar quais são as ferramentas utilizadas pelo seu público. Eles preferem receber informações por e-mail, em um panfleto, em um convite personalizado? Se você souber onde encontrar seu público, a divulgação se tornará muito mais efetiva.

Utilizar fornecedores que não são de confiança

Tenha uma lista de fornecedores de confiança, aqueles com os quais você sabe que pode contar, e que podem inclusive quebrar algum galho para você caso seja necessário. Se preferir, busque um fornecedor único, com boa reputação no mercado.

Caso você queira inovar e contratar um fornecedor novo, busque referências de como é o trabalho dele, fale com clientes antigos, observe as entregas com antecedência, caso seja possível no caso de alimentos, por exemplo, vale fazer provas antes do evento.

Não encarar o evento como um projeto

A gestão do evento corporativo só funciona se você encará-lo como um projeto, ou seja, como um empreendimento que precisa de planejamento prévio, ferramentas de gerenciamento e resultados mensuráveis. Mesmo que você esteja a bastante tempo no mercado, encare cada evento como uma nova oportunidade de demonstrar suas habilidades.

Estabelecer métricas também é importante. Fazer uma pesquisa de satisfação pós-evento, por exemplo, pode ser uma alternativa bacana. Definir metas específicas dentro do objetivo maior do evento também  É interessante pensar em opções de ferramentas que consigam responder se o objetivo inicial do evento foi alcançado.

Fazer tudo sozinho

Por menor ou mais simples que o evento pareça ser, você sempre precisará lidar com uma diversidade ampla de tarefas. Não tente fazer tudo sozinho. Além de você se sentir sobrecarregado, provavelmente terá menos tempo para se dedicar aos detalhes em cada uma das etapas do projeto.

Aprenda a delegar funções. Estabeleça um time fixo para cuidar das tarefas relacionadas ao evento. Deixe claras, em uma planilha disponível a todos, quais são as atividades de cada um. Assim, você conseguirá gerenciar a equipe de forma integrada, reduzindo os riscos de erros.

Não trazer novidades

Se o seu evento é igual todos os anos, alguma coisa está errada. Mesmo que você tenha encontrado uma boa estratégia de organização, é importante ter criatividade.

O público quer ter surpresas agradáveis, ver inovação, e se sentir parte do que está acontecendo no ambiente. Para oferecer essa experiência, fique ligado nas tendências do setor de eventos, nas novidades que podem ser aplicadas no seu evento e para os seus convidados.

Vale lembrar que toda inovação precisa ter a ver com a temática do evento, e, é claro, com o objetivo (viu como ele aparece em várias etapas do planejamento?). Também não é bacana inovar apenas por inovar, e trazer atrações que não tenham nada a ver com o seu público ou que não agregam valor real à imagem da empresa.

Não utilizar a tecnologia a seu favor

O que a tecnologia pode fazer para impulsionar ainda mais seu evento? Elabore estratégias para utilizar essas variáveis como agregadoras do seu projeto.

Por exemplo, se você sabe que seu evento terá repercussão entre o público interno, incentive os colaboradores a utilizarem as redes sociais, a compartilharem informações, a trocarem contatos entre si por meio dessas ferramentas. O marketing orgânico será muito maior e mais eficiente.

O mesmo vale para as estruturas do evento. Se o espaço não conta com salas muito grandes, por que não investir em telões de alta definição? Alguns congressos já utilizam sistemas de isolamento e tratamento acústicos para que dois palestrantes possam, por exemplo, se apresentar ao mesmo tempo em um mesmo espaço. Busque soluções que possam facilitar o dia a dia do evento.

Atrasar o credenciamento

O credenciamento é a apresentação do seu evento corporativo. Se você atrasar esse momento, os convidados ficarão com uma primeira impressão negativa, e isso pode marcar a percepção deles sobre o evento inteiro. O mesmo vale para desorganização ou falta de estrutura na hora de credenciá-los.

Certifique-se de que você tem postos de atendimento suficientes para não atrasar os credenciamentos. É importante lembrar de alguns pontos: os convidados chegarão todos no mesmo horário ou não? Existem categorias diferenciadas de convites, ou tipos de entrada? Palestrantes ou convidados VIP precisam se cadastrar? Leve tudo isso em consideração para evitar constrangimentos.

Esquecer de fornecer informações importantes

Os participantes têm de ter acesso a todas as informações indispensáveis à realização do evento: horário, local, como se deslocar, preço, participantes, entre outras. Isso é básico.

Mas, para além disso, é fundamental fornecer informações no dia do evento: onde encontrar banheiros, como se deslocar, quais são os documentos necessários para a entrada no evento e qual a senha do wi-fi. Isso mostra preocupação com o conforto dos convidados e também facilita as suas atividades ao longo do evento.

Não incentivar o networking

Outro erro aparente nos eventos corporativos é não dedicar parte da programação para rodadas de networking. Em muitos casos, os produtores deixam para que os convidados troquem conversas e contatos apenas em horários de intervalo, ou durante os coffee breaks.

Na realidade, é fundamental estabelecer espaços e horários para networking dentro do programa original. É uma maneira de estimular os executivos, clientes, fornecedores e outros convidados presentes a estabelecer conexões reais, pois eles se sentirão confortáveis o bastante para isso.

Não ser pontual com a programação

Pior do que atrasar o cadastramento é não ser pontual com a programação. Os convidados dedicaram tempo do dia deles para comparecer ao encontro, então o ideal é manter todas as atividades em seus respectivos horários.

Imprevistos podem acontecer, é claro. Um palestrante pode perder seu voo e atrasar. Neste caso, avalie a situação e estabeleça prioridades: é melhor atrasar todo o evento e esperar por esse convidado, ou seguir a programação normalmente? Não há fórmula mágica para responder a essas questões. É preciso prestar atenção ao que o público espera e decidir de acordo com o que vai melhor satisfazê-lo.

Demonstrar nervosismo ao resolver problemas

Parte do sucesso de um evento corporativo está em saber ter jogo de cintura. Se você planejou corretamente desde o início, as chances de algo sair errado são bem pequenas. Em todo caso, problemas podem aparecer a qualquer momento, por isso, esteja preparado.

Ao se deparar com uma situação não prevista, respire fundo e tente se afastar emocionalmente. Elabore uma linha de raciocínio que permita encontrar uma solução rápida, eficaz e com menos danos possíveis. Assim que encontrá-la, procure resolver tudo com naturalidade. Ao demonstrar nervosismo, você passa insegurança aos convidados e clientes.

Deixar o erro aparecer para o público

Eventos corporativos geram diversidade de impressões. A que mais importa é a do público. Por isso, se houver qualquer erro, resolva nos bastidores. Não faça alardes, evite comunicar o imprevisto a pessoas que não estão diretamente ligadas a ele ou que não podem resolvê-lo.

Se for inevitável controlar a percepção do público, seja transparente. Em alguns casos, é melhor ser franco para evitar aparentar que você está “acobertando” algo. Por exemplo, se o serviço de refrigeração de uma sala estragar, seja claro, avise a todos os participantes e busque uma solução. Pode ser trocar de sala, reorganizar a programação, etc.

Não avaliar o feedback

As métricas servem para medir a avaliação do seu evento. Não adianta elaborar relatórios para que eles fiquem esquecidos em uma pilha de papel. Busque feedbacks para as ações que você planejou, escute as reclamações (mesmo que o evento esteja perfeito, não há como agradar a todos), entenda as críticas e anote essas informações para a organização dos próximos encontros.

Você também pode e deve escutar o feedback da sua equipe, dos fornecedores, de quem trabalhou ao seu lado na construção do conceito do evento. E, é claro, sempre buscar o feedback do cliente.

Cortar o contato com os participantes

Os convidados do seu evento são potenciais participantes de eventos futuros. Mantenha contato com eles! Trace uma estratégia de comunicação que os faça lembrar do seu evento, da empresa que proporcionou o encontro, dos acontecimentos relevantes ao longo da programação.

Peça sugestões de como os próximos eventos podem ser melhorados, busque propostas inovadoras para as atividades realizadas, entre outras. Faça com que os participantes lembrem-se do sucesso do seu evento. Eles provavelmente gostarão de voltar aos próximos!

Planejar a organização de eventos corporativos não é uma tarefa fácil, mas pode ser bem executada com foco no objetivo do evento e a ajuda dos fornecedores certos!

O que você achou deste post? Compartilhe nas suas redes sociais, para que seus amigos também conheçam os principais erros na organização de eventos corporativos e saibam como evitá-los!

Casamento à moda antiga: saiba como planejar o seu

O casamento é o sonho de muitas pessoas. Atualmente, existem muitas opções e o estilo é algo muito particular dos noivos. Apesar do espaço que os casamentos mais modernos e totalmente personalizados ganharam ultimamente, eles nem sempre são a escolha do casal. Em muitos casos, os noivos preferem um casamento à moda antiga.

Pensando nisso, separamos algumas dicas para você que deseja planejar um casamento mais clássico. Confira!

Convite de casamento

Os convites de casamento tradicionais normalmente seguem uma linha clássica. O uso de caligrafias ou letra cursiva é bem comum e o papel geralmente é branco ou em tom neutro.

Nesse tipo de casamento, os pais dos noivos aparecem, convidam para a cerimônia e recepção. Por isso, seus nomes são adicionados ao convite. Alguns detalhes românticos podem incorporar o convite, além de itens mais tradicionais, como o fechamento do envelope com cera. Falando em envelopes, eles costumam ser endereçados manualmente aos convidados.

Vestido da noiva

Para quem deseja um casamento à moda antiga, o estilo de vestido evasê costuma ser o mais utilizado. Vestido branco, sapato branco, véu e grinalda. Esses são os itens essenciais para compor o visual de uma noiva clássica.

O estilo de buquê mais comum é o de rosas, que podem ser vermelhas, brancas, e amarelas. As orquídeas, girassóis, tulipas e copos-de-leite também são ótimas opções. Para quem quer deixar as convencionais flores naturais de lado, pode apostar em um modelo de broches. Esse tipo de buquê era muito utilizado e ficam incríveis com flores de tecido.

Cardápio

Com tantas opções atualmente, fica um pouco complicado decidir o cardápio do casamento. Porém, se você optar por um modelo mais clássico, poderá seguir essa linha na escolha do menu.

Cerimônias mais tradicionais pedem um cardápio mais tradicional. Por isso, evite exageros e escolhas ousadas. Em um casamento à moda antiga, a comida deve estar disposta em um buffet para que os convidados se sirvam. Todos devem respeitar as marcações de reserva de lugares.

Decoração

A decoração é uma das partes mais lindas de um casamento à moda antiga. O uso de cores neutras para os arranjos é muito comum. Tudo deve ficar perfeitamente arrumado e simétrico. O tamanho e a altura dos arranjos darão o toque especial a esse estilo. As flores mais usadas são as rosas, cravos, orquídeas e lírios.

Estilo de fotos

Os noivos costumam fazer uma sessão de fotos no início da recepção com os pais, avós, irmãos, padrinhos, pajens, daminhas, etc. Durante o jantar, o casal passa em cada mesa para tirar fotos com todos os convidados. Depois disso, fica livre para os noivos conversarem com o fotógrafo para registrar tanto a cerimônia quanto a festa da forma que preferirem.

Protocolos

Em um casamento tradicional, existem alguns protocolos a serem seguidos para que nada fique de fora. Na cerimônia, a ordem de entrada dos pais, padrinhos, pajens e daminhas e a chuva de arroz necessitam de total atenção. Na recepção, a entrada do casal no salão, o brinde, o corte do bolo, a primeira dança e o buquê são fundamentais.

Além de todas essas dicas, os noivos podem colocar um pouco de sua personalidade. Existem diversas coisas que podem ser feitas e que tornarão esse dia especial. A possibilidade de realizar o casamento em um castelo, por exemplo, pode ser uma delas. Essa é uma oportunidade de voltar no tempo e ter um casamento à moda antiga.

E aí, gostou das nossas dicas para produzir um histórico casamento à moda antiga? Nos siga nas redes sociais para ver mais conteúdos como esse. Estamos no Facebook como Castelo Aragon, Casa Aragon e no Linkedin.

 

 

Dicas para organizar o seu casamento ao ar livre e evitar problemas

Realizar um casamento ao ar livre tem sido uma das principais opções de noivas e noivos atualmente. Os melhores espaços para essa finalidade oferecem essa possibilidade, se adaptando às necessidades de uma cerimônia.

Para que tudo saia como o planejado, é importante considerar alguns fatores durante a organização do casamento. Pensar nos detalhes garante o sucesso de cerimônias desse tipo.

Se a sua ideia é casar a céu aberto, este post vai ser muito útil! Veja como é possível organizar tudo sem maiores problemas e evitando imprevistos.

Considere a época do ano

As diferentes épocas do ano têm grande influência em vários fatores importantes para quem vai realizar um casamento ao ar livre. As condições climáticas são importantes e é fundamental considerá-las para que a cerimônia não seja prejudicada por nenhum fator natural que já pode ser esperado antecipadamente.

Em períodos em que as chuvas são comuns, é muito recomendável disponibilizar coberturas nos locais onde os convidados e noivos estarão durante a cerimônia. A nave é uma estrutura fundamental e que pode fazer muita diferença, independente se estiver chovendo ou fazendo sol, sendo útil nas duas ocasiões.

Também é importante que o espaço para eventos tenha partes fechadas e climatizadas, que podem garantir a realização do casamento em casos extremos.

Casamentos no verão

Um casamento no verão, por exemplo, pode fazer com que o calor esteja forte e a questão de estar a céu aberto interfere, fazendo com que haja um desconforto devido às altas temperaturas.

Nesse caso, é importante oferecer um guarda-sol amplo para cada mesa, além de bebidas refrescantes, alcoólicas ou não. Vale a pena considerar realizar parte da cerimônia em local climatizado, dependendo da intensidade do calor.

Casamentos no inverno

A situação é oposta no inverno, com as possibilidades de temperaturas bem baixas, além dos ventos, que podem fazer a sensação térmica abaixar bastante e causar muito desconforto.

Nesse caso, é interessante considerar distribuir cachecóis elegantes aos convidados e servir bebidas quentes. A mesma ideia de levar parte da cerimônia para local fechado também é válida. É fundamental, ainda, ter partes cobertas, para casos de chuva.

Escolha o melhor horário

Um casamento ao ar livre pode acontecer em diferentes horários, então é necessário saber o que considerar para cada um deles. Não há regras, apenas recomendações para que a cerimônia possa ser aproveitada de diferentes maneiras, especialmente pela interferência da natureza, que proporciona momentos incríveis.

Durante a manhã

Há casamentos ao ar livre que acontecem pela manhã, o que é completamente possível desde que a temperatura não esteja muito alta. Esse horário geralmente acontece quando a cerimônia é no campo e os convidados ficam hospedados, já que é necessário acordar mais cedo.

Para casamentos durante a manhã é importante oferecer um brunch, para que os convidados se alimentem bem, podendo assim aproveitar a festa da melhor forma possível.

Da tarde para a noite

Uma excelente opção é realizar o casamento ao ar livre no final da tarde, começando por volta das 16h. Dessa forma, a temperatura já está mais amena, com o sol prestes a se pôr, o que justamente será o grande ponto alto da cerimônia. O efeito visual desse momento pode trazer um clima único e emocionante para a cerimônia, o que ainda vai render registros fotográficos inesquecíveis.

Após isso, a festa segue noite à dentro, sendo importante oferecer um jantar para que os convidados possam se sentir confortáveis e aproveitar o momento junto aos noivos.

Busque um espaço para casamentos adequado

Um casamento ao ar livre é uma escolha que requer todos os preparos para que seja inesquecível e que não abra brechas para nenhum tipo de problema. Um dos principais cuidados necessários para que ele seja pontualmente seguro, acontecendo sem maiores questões, é a escolha de um espaço adequado.

Esse local precisa apresentar toda a infraestrutura tradicional que um casamento precisa e, além disso, deve ter os recursos que a cerimônia ao ar livre demanda para acontecer com toda segurança e conforto aos noivos e convidados.

Boa acomodação aos convidados

Parte fundamental do casamento, os convidados precisam ser acomodados com todo conforto necessário. Assim, é importante ter boas mesas e assentos para que todos possam assistir à cerimônia e se acomodar para a festa logo em seguida. Além disso, é importante que o espaço seja amplo, sem que necessite de nenhum tipo de improvisação para alocar todas as pessoas.

Infraestrutura adequada

Para qualquer tipo de evento a infraestrutura de qualidade é indispensável, e quando se trata de um casamento ao ar livre isso é ainda mais necessário. Boas coberturas em pontos específicos, áreas climatizadas e guarda-sóis são alguns dos recursos específicos para essa ocasião.

Além disso, é importante que o local tenha um bom estacionamento, já que é muito comum que a maioria das famílias e convidados cheguem até o local de carro, além de oferecer acessibilidade para pessoas que tenham necessidades especiais.

Iluminação ambiente

A iluminação ambiente também é um fator indispensável e que deve ser perfeito, tanto para o conforto dos convidados, quanto para as fotos e o vídeo. Noivos não dispensam que seus casamentos sejam devidamente registrados, então é importante que a condição de trabalho da equipe de imagens seja a melhor possível.

Em casamentos realizados durante o dia esse trabalho fica mais fácil, já que a própria natureza se encarrega de fazer esse papel. Porém, quando a cerimônia acontece durante a noite, é fundamental que o espaço ofereça iluminação artificial de qualidade, sem exageros que possam tirar o charme desse tipo de casamento.

Versatilidade é fundamental

Cada um desses pontos citados é importante e eles devem ser cumpridos com perfeição. Um bom espaço deve reunir todos eles, fazendo valer o investimento feito pelos noivos. Como esse tipo de cerimônia é diferente e pode contar com imprevistos, a preocupação com recursos que impeçam problemas maiores estará sempre presente e é justificável.

Faça uma busca antecipada para poder verificar com calma todos os aspectos antes de fechar com um espaço para casamento ao ar livre. Assim você vai garantir que tudo seja perfeito no grande dia!

Gostou de saber um pouco mais sobre esse assunto? Assinando a nossa newsletter você recebe mais posts como este diretamente no seu e-mail! Cadastre-se!