Autor

Aragon

Browsing

Como manter a animação na pista de dança do casamento?

Uma preocupação frequente dos noivos é garantir a animação na pista de dança do casamento para aproveitar a sua festa com os convidados até o fim, já que uma pista desanimada acaba impactando negativamente o evento.

Mas para assegurar que todos dancem até o final da festa, existem alguns itens que fazem parte da organização do casamento. Ficou interessado?

Então, continue a leitura deste texto, pois separamos algumas dicas que vão ajudar a manter o entusiasmo dos seus convidados na pista de dança. Confira!

Contrate uma banda ou um DJ

O primeiro passo para manter a animação dos convidados é investir na atração. Contrate uma banda de casamento ou um DJ para tocar na festa e levar todos para a pista de dança. Esse é um dos pontos fundamentais para o sucesso do evento.

Pesquise diferentes opções, converse sobre a playslist e forma de trabalho para ver se ele atenderá às suas expectativas. Também peça referências para conhecidos ou pesquise avaliações na internet para ter certeza de que são profissionais compromissados e que cumprirão o contrato.

Escolha uma playslist eclética

Mesmo contratando bandas ou DJs, é importante que os noivos apresentem uma playslist com opções de músicas para tocar durante o evento ou alinhar o estilo com o profissional contratado.

Se você quer garantir a animação, aposte em uma playslist eclética para agradar diferentes gostos. As preferências dos noivos devem ser consideradas, mas para ter certeza de que todos os convidados vão aproveitar a festa, é fundamental ter um repertório variado.

Inclua um pouco de tudo: sucessos do momento, clássicos de festas, músicas para dançar em pares ou sozinhos, enfim, vários estilos para atrair todos os convidados para a pista.

Distribua chinelos para os convidados

O conforto também é fundamental para manter o ânimo na pista de dança do casamento. Porém, na hora de se vestir para o evento as convidadas se deparam com um item indispensável: o salto alto.

Apesar de proporcionarem um look elegante, na hora de dançar as mulheres precisam lidar com as dores nos pés e acabam voltando para a mesa. Para resolver esse problema, uma ótima opção é distribuir chinelos ou rasteirinhas.

Além de ser uma ótima lembrancinha para as convidadas levarem do casamento, com diversas opções personalizadas, os chinelos vão garantir mais conforto para que elas voltem para a pista de dança e aproveitem a sua festa.

Invista nos acessórios

Para manter a empolgação na pista de dança e descontrair os convidados, a distribuição de acessórios divertidos já é tradição nos casamentos. Existem diversas opções, como óculos, chapéus, pulseiras e colares de neon, tiaras, plaquinhas divertidas, máscaras e outros itens.

O importante é usar a criatividade para animar os convidados. Essa também é uma ótima alternativa para fazer registros e fotografias divertidas com todos.

Sirva o lanchinho da madrugada

Outra opção interessante, cada vez mais presente nos casamentos, é o lanchinho da madrugada. Converse com o buffet sobre a possibilidade de servir alguns quitutes no decorrer da festa, afinal, dançar a noite inteira é bastante cansativo.

Com esse serviço, os convidados vão repor as energias e manter o ânimo até o fim da festa. Vale apostar em opções como mini-hambúrguer, minipizza, batata frita e outras guloseimas que vão agradar a todos.

Seguindo essas dicas, vai garantir a animação na pista de dança do casamento para que todos os convidados aproveitem a festa até o fim.

Gostou deste texto? Conhece outras dicas parar animar a pista de dança? Então, deixe o seu comentário e compartilhe com a gente!

3 ideias de decoração de casamento com velas para se inspirar!

Sofisticada, delicada e aconchegante, a decoração de casamento com velas tem o poder de transformar um ambiente. Isso acontece porque esse elemento traz uma sensação de conforto, além de ajudar a criar uma impressão de bem-estar e tranquilidade. Por isso, é super bacana de ser usada no local da festa e até mesmo nas cerimônias.

Neste post, vamos mostrar três ideias de decoração de casamento com as velas para você se inspirar. Continue a leitura para conferir!

Para quais estilos de evento é adequado adotar a decoração de casamento com velas?

A vela é um ornamento muito interessante, pois é versátil, ou seja, combina com qualquer estilo de casamento. O que muda é a composição ou os acessórios que vão acompanhá-la. Em um casamento clássico, por exemplo, sugerimos a utilização de castiçais, que combinam com o restante da decoração. Se você optar por um evento descontraído, pode posicionar as velas dentro de potes variados e coloridos, respeitando a paleta de cores escolhida.

Em casamentos durante o dia, no entanto, não é recomendado o uso de velas, porque provavelmente elas não serão acesas, causando uma impressão de que “estão sobrando” na decoração. Ou, se forem acesas, não causarão efeito nenhum, também dando a impressão de que a decoração foi mal planejada. Caso o evento se estenda até a noite, aí sim você pode optar por ter velas e acendê-las depois do anoitecer.

Nos próximos tópicos, mostraremos algumas sugestões de decoração com velas para o grande dia!

Como usar velas na decoração de casamento?

1. Centro de mesa

A versatilidade das velas permite que se pense em várias opções para o centro de mesa. Dá para colocá-las dentro de castiçais super clássicos, em potes de vidro com água e flores, em suportes coloridos. O olho do decorador deve ser afiado para escolher o que melhor se encaixa com o restante da decoração.

Uma tendência que está super forte é decorar a mesa apenas com velas. Se ela for comprida, vale colocar velas do mesmo tamanho em toda a extensão. Se for redonda ou quadrada, o ideal é utilizar diferentes tamanhos de suportes para criar movimento no arranjo.

2. Em suspensão no exterior

Velas em suspensão são opções bacanas para todos os estilos. Uma boa opção é colocá-las acima da mesa principal, nas varandas e áreas externas, e nas mesas de doces ou pontos de destaque da decoração.

Devem ser utilizados potes de vidro ou suportes de cores neutras, que não interfiram na coloração das velas para evitar criar um mix de cores inesperados no ambiente.

3. Decoração do jardim

Casamentos ao ar livre são especiais, pois o contato com a natureza deixa o ambiente mais aconchegante. Use isso a seu favor: posicione velas pequenas na grama (nesse caso, é mais seguro optar por velas de LED) e crie círculos de desenhos graciosos, que lembrem o amor do casal. Se o espaço contar com uma piscina, coloque velas flutuantes na água.

Versátil, a decoração de casamento com velas pode ser, sim, adotada em casamentos de estilos variados — inclusive aqueles que são realizados ao ar livre. Para garantir que sua festa estará perfeita, converse com o seu decorador para ajustar todas as etapas da ornamentação. Mesmo que as velas sejam detalhes, fazem toda a diferença na ambientação do local!

Se você gostou das nossas dicas, compartilhe o artigo com seus amigos nas redes sociais para que eles também se inspirem!

SaveSave

5 regras de etiqueta para casamento que você deveria conhecer

Mesmo que seja descontraído, o Grande Dia ainda deve ser tratado como uma cerimônia, que carrega tradição e simbolismos. Por isso, seguir algumas regras de etiqueta para casamento é importante para que tudo funcione de maneira organizada.

Adotar essas regras não significa que seu casamento será rígido. Elas servem para criar um ambiente agradável e não atrapalhar a celebração e a alegria que os noivos e todas as pessoas estão sentindo.

Além disso, as cerimônias e as festas evoluíram ao longo do tempo, e você pode adaptar as regrinhas para que se encaixem no estilo do seu casamento. Fizemos uma lista com as cinco mais importantes. Confira!

1. Entrega dos convites

Essa é uma daquelas regras que já mudou com o tempo e você pode adotar o que considerar mais razoável. Antigamente, os convites eram distribuídos com três meses de antecedência. Hoje, apenas um. Se você tem convidados que moram no exterior, por exemplo, ou que precisam fazer um grande deslocamento para estarem presentes, opte pelo tempo de três meses. Vale também enviar um save the date seis meses antes.

2. Vestimenta dos noivos

A cor da noiva é o branco, mas é possível optar por variações como o off-white ou tons perolados. No caso do noivo, o ideal é optar pelo fato escuro (para casamentos à noite) ou fraque (para casamentos de dia). Nesse caso, também é permitido ao noivo usar tons pastéis.

3. Distribuição das mesas

Deixar que os convidados escolham seus lugares pode até parecer uma tentativa de deixá-los mais à vontade, mas a verdade é que essa medida pode causar grandes confusões. É provável que algumas mesas não sejam preenchidas e outras fiquem lotadas. Então, faça você a distribuição dos lugares, lembrando sempre de privilegiar convidados especiais, como pais e avós dos noivos.

4. Presentes

Como lidar com os presentes? Essa é uma dúvida bastante comum entre os noivos. Fazer uma lista e deixá-la disponível para acesso online facilita a escolha dos convidados. Porém, não cobre que os convidados sigam essa lista, porque pode soar grosseiro. Geralmente, os convidados levam os presentes à casa da noiva, antes da cerimônia. Se receber algo durante a recepção, agradeça, deixe com o cerimonial e leve para casa após o término da festa.

5. Festa

O momento mais despojado do evento também merece atenção em alguns pontos. Primeiro, é ideal escolher um local que tenha espaço para a realização da festa. Do contrário, os convidados não se sentirão à vontade para dançar. Afastar as mesas para criar uma pista de dança não é nada bacana ou sofisticado. Atente-se também à quantidade de bebida alcoólica. Não exagere para evitar criar acidentes.

As regras de etiqueta para casamento ajudam os noivos a planejar o Grande Dia com mais facilidade, seguros de que tudo dará certo, a recepção será ótima e os convidados se sentirão bem-vindos!

Se qualquer situação inoportuna surgir, vale pedir ajuda da equipe de eventos ou mesmo das madrinhas e dos padrinhos. É preciso tentar resolver da melhor maneira possível e seguir a festa! Afinal, todos querem compartilhar e celebrar o amor dos noivos!

Quer encontrar outras dicas como estas? Siga nossas páginas nas redes sociais: no LinkedIn e no Facebook, onde temos a Casa Aragon e o Castelo Aragon!

Como escolher o vestido de noiva perfeito? 5 dicas infalíveis!

Uma dúvida muito comum nos meses que antecedem um casamento é saber como escolher o vestido de noiva. Afinal, o traje é uma tradição da cerimônia e traz toda a beleza, delicadeza e destaque que a mulher precisa ter nesse dia.

Decidir pelo modelo ideal significa considerar uma série de fatores, que vão desde a questão do conforto até a adequação ao estilo de casamento. Para ajudar você nesse processo, vamos mostrar cinco dicas fundamentais para a hora de decidir o vestido de noiva perfeito. Acompanhe!

1. A noiva precisa levar em conta seu gosto pessoal

Ao escolher o vestido, há um ponto fundamental que não pode ser deixado de lado: a preferência da mulher. Independentemente de qualquer outro fator, o modelo deve agradar.

Por isso, antes de tudo, a noiva deve pensar em escolher algo que se comunique bem com a sua personalidade e que esteja dentro de suas preferências e estilo.

Uma mulher que preza pela elegância, por exemplo, deve buscar isso na hora da escolha. Assim, um vestido com um acabamento mais elaborado, pode ser a opção ideal.

Por outro lado, uma noiva não precisa ter um vestido muito luxuoso só pelo fato de se casar em uma cerimônia mais tradicional. Se ela é adepta à simplicidade, é possível usar algo muito elegante. Afinal, quem precisa se sentir bem é a noiva!

2. O tom de pele deve combinar com o vestido

Os diferentes tons de pele é um dos fatores que reforçam uma beleza única e incomparável de qualquer pessoa e, quando se trata de noivas, é fundamental saber destacar isso com a escolha do vestido. Para isso, é preciso usar cores que reforcem a pele da mulher, combinando bem e criando um visual inesquecível para esse momento.

Os vestidos de casamento não costumam ter cores muito fortes, o que limita a paleta de cores para tons mais suaves, como o branco ou perolado. Entretanto, ainda sim é possível fazer uma escolha ideal, graças às variações. Veja, a seguir, algumas dicas para favorecer o seu tom de pele.

Pele escura

Para destacar a textura e o brilho da pele negra, o indicado são cores mais neutras. O contraste por si só já deixa a noiva deslumbrante. Por isso, vestidos brancos em tons puros e neve, além do off-white, são os mais adequados.

Pele média

Intermediária, a pele média busca uma maior intervenção em relação às cores do vestido, abrindo espaço para uma expressividade maior. Tons com mais cor, porém ainda delicados — como o marfim e o pérola — são os mais adequados e trazem um ótimo efeito visual.

Pele clara

A pele clara é a que mais favorece a escolha de cores mais marcantes, sem fugir da proposta de um vestido de casamento. Nesse tipo de pele é preciso escolher uma tonalidade que não dê destaque exagerado, ficando entre as melhores escolhas os vestidos de cores como o nude e o rosa vintage, aquele com o aspecto envelhecido.

3. O modelo precisa vestir bem a noiva

Poucas mulheres se atentam a essa dica, mas saber como escolher o vestido de noiva perfeito depende, também, do caimento de cada modelo no corpo. Há diferentes cortes e ajustes, cada um com suas características próprias, que se apresentam de formas distintas, dependendo da silhueta da mulher.

Ao escolher o modelo ideal, é preciso saber para qual tipo de corpo ele é mais recomendado — e isso não está ligado a uma questão de peso, já que há cortes de todos os tipos, adequados a cada formato corporal.

Essas questões envolvem o volume do busto, o tamanho do quadril, o formato da cintura e várias outras características que os diferentes corpos femininos apresentam. O vestido ideal é aquele capaz de ressaltar os pontos principais, alongando a silhueta e reforçando características próprias.

4. O local e o horário do casamento devem ser considerados

Há diferentes estilos de casamento e essas variações também envolvem questões como o horário de realização e, naturalmente, o local. A tradição de cerimônia na igreja e festa em um espaço de eventos não é mais a única opção, o que demanda adaptações de todos os lados, inclusive do vestido da noiva.

Uma cerimônia diurna, por exemplo, pode exigir algo menos robusto, porém, igualmente elegante. É o que acontece no caso das cerimônias intimistas, feitas para um número reduzido de convidados. Por ser durante o dia, a temperatura tende a estar mais alta, normalmente demandando um vestido mais fresco. Há, também, os casamentos na praia e no campo, que pedem mais leveza.

Entretanto, se o casamento for durante a noite, o frio pode ser um fator a ser considerado, necessitando de um modelo mais reforçado e que proteja a mulher. Por isso, na hora de pensar em como escolher o vestido de noiva, é indispensável considerar horário e local.

5. As pessoas próximas podem ajudar a noiva

Escolher o vestido de noiva é mais complexo do que parece e pode trazer muita ansiedade e indecisão à noiva, em meio a tantas outras demandas relacionadas à organização do casamento. Uma ajuda é muito bem-vinda nesse momento.

As lojas de aluguel e venda de vestidos têm profissionais com vasta experiência em encontrar o melhor modelo, que levam em consideração todos os detalhes. Eles podem ajudar de maneira muito precisa na decisão, tirando um grande peso das costas da noiva.

Pessoas mais próximas também podem ajudar, considerando o perfil da mulher. Entretanto, é bom limitar a quantidade de gente que vai palpitar e ajudar na decisão. Quanto menos, melhor. O ideal é que conheçam a noiva há muito tempo e profundamente, para que as dicas sejam válidas.

Viu como pode ser mais fácil o momento de saber como escolher o vestido de noiva? Todas essas considerações serão de grande ajuda e vão guiar essa importante decisão de maneira mais eficiente e acertada.

Gostou do nosso conteúdo? Para ter acesso a mais posts como este, curta nossa página no Facebook e fique por dentro de todas as nossas dicas sobre casamento!

Fábrica de Casamentos: o programa ideal para inspirar sua cerimônia

Lançado em 2017, o programa Fábrica de Casamentos tem o formato de reality. Contando com uma equipe de especialistas, a atração realiza o casamento dos sonhos em apenas sete dias. Transmitida pelo SBT e pelo Discovery Home & Health, é comandada pela apresentadora Chris Flores e pelo chef Carlos Bertolazzi.

O programa foi gravado na Casa Aragon, que oferece a estrutura completa para atender os mais variados casamentos.

Com a ajuda de uma pessoa da família ou um amigo dos noivos, os apresentadores buscam detalhes sobre a história do casal. Depois disso, encontram os noivos, que precisam decidir na hora se topam ou não ter seu casamento realizado no prazo de uma semana.

Ao aceitar, eles podem fazer (por meio de depoimentos) pedidos de elementos que gostariam de ver em seu casamento. Porém, todos os detalhes, como decoração, bolo e vestido, só serão revelados no momento do evento.

Organizar e executar um casamento em apenas sete dias é um grande desafio, e os noivos precisam confiar totalmente na Fábrica de Casamentos. Afinal, todos os detalhes do dia mais importante das suas vidas serão decididos por outras pessoas. Para conseguir realizar tal evento, o programa tem um time de especialistas altamente competente.

Equipe Fábrica de Casamentos

Chris Flores, além de apresentadora, é quem faz o primeiro contato com os noivos e acompanha a noiva em todas as etapas. O chef Carlos Bertolazzi comanda a cozinha e conta com a ajuda do subchef Hugo Grassi para montar e preparar os cardápios (muitas vezes inusitados).

Elisa Tavares é uma das organizadoras de casamentos mais conceituadas no Brasil e no exterior. Ela comanda todos os detalhes e pessoas para que a cerimônia e a festa sejam inesquecíveis para os noivos. Dependendo do pedido do casal, conta com toda sua experiência para garimpar produtos e acessórios.

O vestido da noiva é desenhado e confeccionado em menos de uma semana pelo renomado estilista Lucas Anderi. Seu papel é fundamental no programa. Afinal, é uma grande responsabilidade criar um vestido apenas com as informações que a noiva passou, sem que ela veja as etapas do processo.

Beca Milano é a chef confeiteira e a responsável pela preparação do bolo e doces na Fábrica de Casamentos. Em cada programa, ela surpreende os noivos e telespectadores com suas verdadeiras obras de arte.

O penteado da noiva é feito pelo cabeleireiro Robson Jassa. Especialista em corte e coloração, ele cria os penteados mais lindos, de acordo com o perfil de cada noiva. Junior Mendes, conceituado maquiador de celebridades, finaliza o time, fazendo a maquiagem das noivas.

Sem dúvida, a Fábrica de Casamentos é uma grande inspiração para os casais. Com tantas possibilidades apresentadas nos programas (temas, decoração, cardápio, vestido da noiva etc.), os noivos sentem-se mais confiantes de que seu sonho pode ser realizado.

Porém, sem o empenho e experiência desses especialistas, nada disso seria possível. Por isso, contratar profissionais sérios para realizar seu casamento é tão importante. Afinal, nenhum casal quer sair frustrado no dia mais feliz das suas vidas.

Ficou com dúvidas ou tem alguma história incrível para compartilhar? Então deixe seu comentário. Vamos adorar!

A importância do local nos diferentes tipos de festa de casamento

Os diferentes tipos de festa de casamento demandam opções adequadas a eles e isso está, principalmente, relacionado ao local da cerimônia. Fazer uma boa escolha garante que o grande dia será ideal, contando com boa acomodação dos convidados e com todos os elementos necessários.

Com opções de casamento cada vez mais diversificadas, é importante pensar o que envolve cada um deles. Neste post, você vai conhecer os diferentes tipos e qual o local mais adequado para que aconteçam. Confira!

Brunch: simplicidade e espaço para o buffet

O brunch é uma das opções de casamento mais modernas atualmente, fugindo das escolhas tradicionais, realizando o casamento na parte da manhã, avançando até o meio da tarde. A cerimônia costuma começar às 10h, com a festa indo até às 16h.

Tradicional da cultura americana, o bunch nada mais é do que um meio termo entre o café da manhã e o almoço, justamente por ficar em um horário intermediário. Dessa forma, você consegue atender bem os convidados.

O local de realização desse tipo de casamento costuma ser mais simples que um espaço para eventos tradicional, porém precisa ter uma estrutura básica para atender às necessidades.

As possibilidades são mais diversas: um jardim de uma casa, um rooftop, um espaço de eventos menor (caso haja muitos convidados), ou até mesmo um salão de festas de um hotel. O importante é acomodar bem todo mundo e ter um lugar adequado para dispor a mesa do brunch para que todos se sirvam.

Igreja: tradição que pede mais espaço

Esse é um dos tipos de festa de casamento mais tradicionais. A cerimônia é realizada na igreja, com um padre, seguida de uma festa em um espaço para eventos amplo, que possa acomodar um bom número de convidados. Não há nada muito diferente que pode ser feito, então é bom seguir a tradição para não errar.

A melhor escolha é um espaço que apresente ótima infraestrutura no que diz respeito a receber todos, oferecendo o máximo de conforto às pessoas presentes. Esses casamentos também não fogem à tradição de serem realizados à noite, o que requer um buffet típico, com canapés e outras opções, um jantar, bebidas e doces.

Ao escolher um espaço para o casamento tradicional, certifique-se de contratar um local que se preocupe com o número de convidados não só na hora de definir os preços, mas também para que eles sejam alocados de maneira adequada e confortável. Isso vai permitir que seu casamento seja um momento inesquecível para todos.

Ao ar livre: contato com a natureza é ideal

Essa escolha tem se tornado uma das mais comuns ultimamente, pois traz uma estética única ao casamento. Ao ar livre há muitas coisas que podem ser aproveitadas, como o clima, a beleza de uma paisagem e a luz natural que favorece muito as fotos, parte fundamental de um casamento.

Os casamentos ao ar livre também têm a vantagem de poder acontecer em diversos locais, como fazendas, espaços de festas na cidade, jardins amplos e qualquer outro local que ofereça acomodação e um visual único. Quanto ao horário, geralmente, acontecem ao final da tarde, por conta do pôr do sol.

É fundamental se preocupar com as condições climáticas do dia. Altas temperaturas podem ser incômodas, então é importante proteger os convidados do sol com a nave durante a cerimônia e com guarda sol nas mesas. Esses cuidados também servem para a chuva, mas é importante ter um local fechado e climatizado, pois é preciso cuidado com a mesa do bolo.

Champanhe e bolo: opção simples, mas sofisticada

Um casamento também pode ser um momento especial mesmo quando não se tem a intenção de realizar um evento pomposo e com muitos convidados. Para quem pretende algo mais intimista, mas ainda sim sofisticado, a opção de champanhe e bolo é uma ótima alternativa e que atende muito bem à proposta pretendida.

Nesses tipos de festa de casamento a proposta é algo mais rápido, mas sem perder o charme, mantendo um clima aconchegante. Por isso, é fundamental fazer em um local menor, já que haverá poucos convidados. O ideal é fazer em casa mesmo, podendo ser no terraço, no jardim ou até mesmo na sala de estar, caso ela seja ampla.

A recepção de champanhe e bolo acontece, geralmente, no final da tarde, até no máximo às 17h. Podem ser servidos também alguns docinhos para complementar. O evento também não se estende muito, durando no máximo de 3 a 4 horas. A música deve ser ambiente, para que todos possam conversar tranquilamente.

Almoço e jantar: intimista, porém farto e prolongado

As opções de almoço e jantar contemplam os noivos que querem passar um pouco mais de tempo com seus convidados, mas sem que isso seja algo muito amplo ou luxuoso.

Essa é uma cerimônia simples e, assim como o champanhe e bolo, preza por menos pessoas. Ela também é adequada para quem casa em cartório e quer apenas comemorar ao lado de pessoas mais próximas.

A preocupação deve ser em receber todos com conforto, de forma que os convidados possam interagir e se acomodar como quiserem, tendo em vista que essa cerimônia é à tarde (almoço) ou à noite (jantar). Ela pode ser realizada tanto em casa, como em algum espaço, desde que também não seja muito grande.

Também deve haver espaço suficiente para dispor uma boa mesa de refeição, com opções diversas e com certa fartura. Como a proposta é realmente o almoço ou o jantar, o ideal é servir de 2 a 3 opções. As bebidas alcoólicas também estão presentes, com drinks e coquetéis na parte da manhã e com um vinho harmonizando com as opções de pratos na parte da noite.

Para dar tudo certo: organize com antecedência

Independentemente dos tipos de festa de casamento, o importante é que a escolha seja feita antecipadamente, para que tudo saia como o planejado. A organização é fundamental e mesmo nas opções menores, é preciso pensar em tudo, entrar em contato com fornecedores e deixar todas as questões alinhadas.

Um bom local deve ser capaz de oferecer tudo que você pensou para o seu casamento, desde a acomodação dos convidados, passando por bons registros fotográficos e de vídeo, até a disposição das mesas do bolo, do brunch e da refeição.

Os diferentes tipos de festa de casamento permitem que os noivos façam escolhas bem adequadas aos seus respectivos perfis, ao seu momento atual e ao seu orçamento, sempre aproveitando esse instante de forma única e completa.

Este post trouxe muita informação útil, não é mesmo? Então, assine a nossa newsletter e receba outros conteúdos como este diretamente no seu e-mail!

Quer escolher as bebidas para o seu casamento? Veja 5 dicas!

Planejar um casamento não é exatamente uma tarefa simples, até porque você tem de se preocupar com diversos detalhes que, no fim das contas, ajudam a fazer da festa um sucesso! O menu de bebidas é um desses pontos. Muitos noivos ficam em dúvida na hora de calcular a quantidade ou de decidir o tipo de bebida que vão servir durante o jantar e a festa: vinho tinto ou vinho branco? Espumante ou vinho seco? Como calcular o número certo de garrafas?

Para ajudar a responder essas questões, elencamos cinco dicas que vão auxiliá-lo a definir o tipo e a quantidade de bebidas para casamento. Confira nossas sugestões!

1. Defina o perfil da festa

Você decidiu fazer um jantar completo, uma festa na praia ou uma comemoração temática? Leve em conta o perfil da festa antes de decidir as bebidas. Um vinho muito seco e pesado em um casamento de dia, ao ar livre, por exemplo, costuma não cair muito bem. Da mesma forma, drinks supercoloridos e refrescantes podem não ser a melhor opção para um jantar no inverno. Se não quiser errar, opte pelo espumante, que costuma ser uma alternativa versátil.

2. Leve em conta a quantidade de convidados

Sua festa é um jantar íntimo (de até 50 convidados, em média) ou uma festa luxuosa para 300 pessoas? Se você está servindo um número menor de convidados, que tal arriscar um vinho importado ou com sabor mais forte? Como é para poucas pessoas, você pode ousar um pouco mais. Agora, quando a festa conta com muitos convidados, o melhor é ficar em rótulos mais seguros: tinto para acompanhar as carnes vermelhas, branco para acompanhar os peixes.

3. Planeje de acordo com a duração da festa

Muitas empresas trabalham com consignação, o que pode ajudá-la nesse quesito “duração da festa”. Funciona da seguinte maneira: você contrata uma determinada quantidade de bebidas, mas só paga por aquilo que realmente for consumido. Esse tipo de serviço é ótimo porque evita o desperdício de bebida e também a falta, já que, geralmente, as empresas levam mais garrafas, como um extra. Lembre-se apenas de avaliar bem o contrato para garantir que esteja tudo certo.

4. Confira a temperatura do dia

Leve em conta a estação do ano e a temperatura do dia do seu casamento. Como já mencionamos, a temperatura influencia no tipo e na quantidade de bebida. Se estiver muito quente, por exemplo, é provável que os convidados bebam mais espumante e vinhos brancos do que vinhos tintos (que costumam esquentar mais). Se você está fazendo uma festa no litoral, por que não apostar nas caipirinhas e drinks?

5. Faça uma lista básica de bebidas

Algumas bebidas precisam ter em toda festa para atender bem aos seus convidados. Água, energético, vinho, espumante, cerveja e whisky são uma ótima cartela de bebidas-base para qualquer cerimônia.

O melhor a se fazer, ao definir as bebidas para casamento, é procurar ajuda profissional. Um sommelier, enólogo ou assessor do buffett pode ajudá-la a tomar as melhores decisões. Hoje, há diversos locais em São Paulo que já incluem, no serviço de gastronomia, uma consultoria especializada em bebidas. Com equipes qualificadas trabalhando com você, haverá mais tempo para pensar em outros detalhes essenciais!

O que você achou das nossas dicas para escolher as bebidas do seu casamento? Deixe seu comentário!

SaveSave

SaveSave

Saiba como escolher os móveis para casamento

A escolha dos móveis para casamento é uma das primeiras dúvidas que vem à cabeça das noivas depois de definido o local da cerimônia. Com tanta diversidade de materiais, tecidos e designs disponíveis no mercado, é natural demorar algum tempo para decidir qual o mobiliário mais adequado para sua festa.

Mas não se preocupe! Neste post, vamos dar dicas super bacanas para ajudar você na hora de escolher seus móveis para o grande dia. Continue a leitura!

A importância dos móveis para casamento

Os móveis têm dupla função em um casamento, já que, além do uso prático, também são parte da decoração.

Isso pode parecer até muito óbvio, mas deve ser levado em conta na hora da escolha. Algumas pessoas esquecem da necessidade de escolher peças confortáveis e acabam optando por um mobiliário bonito, mas pouco aconchegante, tendo em mente apenas o aspecto estético.

Mas não se preocupe! Isso não significa abrir mão da beleza — pelo contrário. Os noivos devem procurar móveis para casamento que também sejam elegantes e sofisticados e que tragam harmonia para o ambiente.

O ideal é buscar peças que combinem os dois aspectos. Quando há conforto, os convidados se sentirão até mesmo mais à vontade para utilizar os móveis. Enquanto isso, a estética das peças escolhidas ajudará a não quebrar o estilo decorativo da festa.

A definição do estilo da decoração

A primeira decisão a se tomar, antes de escolher os móveis, é definir o estilo do casamento. Os móveis são a base para o restante da decoração. Então, todos os outros elementos e adornos, como as flores, toalhas de mesa e guardanapos, vão partir desse ponto em comum.

Além disso, por ocuparem um espaço maior, os móveis chamam mais atenção e têm destaque no projeto visual. Abaixo, elencamos os quatro principais estilos de decoração e sugerimos tipos de mobiliário que combinam com cada um. Confira!

Estilo rústico

Muito utilizado em casamentos ao ar livre, o estilo rústico pede móveis em madeira maciça, trançados de palha e feitos de tecidos impermeáveis. O uso das cores pode variar bastante, conforme a preferência dos noivos e a escolha das flores.

Estilo romântico

Casamentos românticos costumam ter móveis claros e em branco, combinados a elementos da decoração em tons de rosa. O material das cadeiras e das poltronas pode ser bem diversificado — é a paleta de cores que foca em tons pastéis e românticos.

Estilo clássico

Quem quer manter a tradição opta por móveis com design mais sofisticado e clássico, com tecidos almofadados e cores claras.

Estilo moderno

Móveis espelhados, cadeiras em acrílico transparente e aço inoxidável são alguns dos elementos que compõem móveis do estilo moderno. Preto, prata, branco e azul-marinho são cores predominantes nesse tipo de decoração.

O conforto dos seus convidados

Escolher os móveis do seu casamento é uma tarefa especial. Imagine que seus convidados ficarão boa parte do tempo sentados assistindo à cerimônia e, por isso, precisam de cadeiras confortáveis. O mesmo vale para sofás, poltronas e chaise longues posicionadas no ambiente.

Priorize, sobretudo, o conforto dos seus entes queridos. Você verá como eles lembrarão da sua festa como um acontecimento memorável, incrível e no qual se sentiram muito bem recebidos!

Viu só? Os móveis para casamento são peças fundamentais na composição do ambiente, especialmente quando se fala da harmonização entre a decoração e o espaço disponível. Na hora de escolher o mobiliário, busque parceiros e profissionais que possam ajudá-la a tomar as melhores decisões.

A organização do seu casamento deve vir sempre em primeiro lugar. Por isso, se você gostou deste conteúdo, aproveite para conferir agora mesmo nossas dicas para organizar um casamento à moda antiga!

Como fazer um casamento vegano impecável em 6 passos

Realizar um casamento perfeito é o desejo de 10 entre 10 noivas. Por ser um evento único na vida de uma mulher, não existe espaço para equívocos e imprevistos.

Quando o assunto é casamento vegano, aí então é que os detalhes precisam ser minuciosamente observados para que toda a celebração reflita a proposta. É fundamental fazer boas escolhas para ter a tranquilidade de que todos os aspectos que envolvem a filosofia vegana serão considerados na organização da festa.

Pensando nisso, selecionamos 6 passos para ajudar você a fazer um casamento vegano impecável. Leia e descubra!

1. Procure um local apropriado para o casamento vegano

O casamento vegano precisa refletir o estilo de vida adotado pelo casal. Sendo assim, é imprescindível que a noiva visite o espaço escolhido previamente para verificar se de fato está em harmonia com os princípios do veganismo.

É preciso se informar sobre a possibilidade de existirem animais cativos no local, especialmente se for um estabelecimento que disponha de espaço para o casamento em jardim, com lagos e alguma criação de animais, como cavalos, pôneis etc.

Um lugar integrado com a natureza, arborizado e com estrutura capaz de receber seus convidados pode ser uma excelente opção.

A facilidade de acesso ao local também precisa ser checada, pois de nada adianta encontrar o espaço perfeito se sua localização for difícil para os convidados.

2. Escolha os fornecedores com atenção

Tenha em mente que nem todos os profissionais do mercado de eventos conhecem e estão preparados para realizar com eficiência um casamento vegano.

Para evitar surpresas, cheque as referências de cada um dos fornecedores, verifique seus portfólios, e esteja atenta aos comentários sobre eventos já realizados.

Um canal interessante para encontrar algumas dessas informações costuma ser as redes sociais das empresas. Por meio delas, será possível averiguar a satisfação de seus clientes em relação aos serviços prestados em outros eventos, e também constatar se a empresa possui boa reputação no setor.

Os grupos fechados de noivas, no Facebook, por exemplo, também são boas fontes de informação.

3. Verifique a possibilidade de personalização do tema

Não é só com a escolha de um lugar arborizado e integrado com a natureza que se faz um casamento vegano.

O tema precisa influenciar todos os setores do evento. Desde a decoração, passando pelo serviço de buffet, até as lembrancinhas escolhidas.

Os noivos também não podem ficar de fora da proposta, por isso, é interessante que seus trajes estejam em harmonia com o estilo e princípios do veganismo.

Isso significa dizer, por exemplo, que os tecidos das roupas não devem ter origem animal, o que elimina logo de cara tecidos de seda ou lã, acessórios de pérolas, sapatos de couro etc.

Para facilitar a vida da noiva vegana, a melhor alternativa é procurar um(a) estilista para desenvolver seu próprio vestido, de acordo com seus gostos e preferências.

4. Oriente o buffet para que tudo ocorra conforme o esperado

O buffet costuma ser foco de grande atenção por parte dos convidados, por isso, precisa ser escolhido com cautela. Para acertar, dê preferência por grandes empresas que já tenham desenvolvido cardápios veganos anteriormente. Afinal, você não vai querer correr riscos logo no seu grande dia!

Considere, contudo, que o casamento não acontece só para os noivos. Trata-se de um evento que integra também a família e amigos. Portanto, muitos dos seus convidados não serão adeptos do veganismo, e talvez possam não gostar de alguns alimentos.

Para fazer algo democrático, mas que respeite o estilo do casal, é recomendado degustar todos os buffets que forem selecionados em uma pesquisa prévia. Nesse sentido, uma boa dica é levar para a degustação alguém da sua confiança, e que não seja vegano, para emitir uma opinião sincera sobre o cardápio.

Tomando essas medidas você ficará mais segura de suas decisões e certa de que agradará a maioria dos seus convidados.

5. Antecipe-se para evitar imprevistos e dificuldades

Diante de tudo que dissemos é evidente que um casamento vegano demanda maior atenção e cuidados do que uma cerimônia convencional.

Logo, é importante tomar algumas medidas de prevenção. Uma sugestão é montar um checklist que estabeleça todos os aspectos que precisam ser apreciados para que o tema do casamento seja respeitado.

A lista contribuirá para que nada fuja ao controle dos organizadores, bem como dos desejos da noiva. Por exemplo, veganos não utilizam sabonetes de origem animal, e/ou testados em animais. Sendo assim, na toilette do evento, não pode existir itens que contradigam essa opção.

É importante lembrar que  detalhes podem colocar tudo a perder. Se os tradicionais bem-casados, por exemplo, forem embalados com uma tira de couro, com a equivocada ideia de ser natural e orgânico, toda a filosofia vegana será desrespeitada em um único ato.

Na hipótese de contratação de um open bar para oferecer drinks variados aos seus convidados, vale a pena orientá-los no que se refere ao uso de canudos de plásticos e outros itens decorativos que podem não estar harmonizados com a proposta vegana.

6. Contrate um cerimonial para cuidar de tudo

Está mais do que claro que um casamento vegano requer uma série de cuidados para que o tema da celebração seja fielmente seguido e respeitado. Sendo assim, vale a pena considerar a opção de contratar um cerimonial de confiança para cuidar de tudo.

A vantagem nesse tipo de contratação é se livrar do estresse de ter que lidar com vários fornecedores diferentes, e ainda ter que se certificar de que todos estão alinhados no mesmo objetivo.

O custo-benefício também merece atenção, já que empresas que oferecem um pacote completo de serviços com toda estrutura necessária para a realização de eventos impecáveis costumam oferecer um bom custo total.

Já imaginou não precisar mais se preocupar com todos esses detalhes, e muitos outros que certamente surgirão ao longo dos meses que antecedem a preparação do casamento?

Focar no que realmente tem valor, que é a união das famílias, o amor do casal e a organização do novo lar, costuma ser a melhor escolha para as noivas.

Agora que você já sabe como fazer um casamento vegano impecável em 6 passos, entre em contato com a Aragon e conheça nosso pacote completo de serviços!

Saiba como usar estampas na decoração de casamento

As estampas são ótimas opções de decoração de casamento para quem quer fugir um pouco do tradicional e ainda manter a sofisticação.

Seja em tons sóbrios, divertidas ou com padronagens diferentes, é possível planejar um ambiente aconchegante, refinado e que traduza a personalidade dos noivos.

Para ajudá-la a compor esse estilo, elencamos a seguir algumas dicas básicas para inserir as estampas na decoração do seu evento. Confira!

Eleja uma cor em comum

Se você optar por utilizar mais de uma estampa, é importante estabelecer uma conexão entre elas. Isso se dá por meio da cor em comum.

Ao escolher uma toalha de mesa com estamparia de motivos portugueses (que imitam os famosos azulejos), por exemplo, mantenha o azul em outros acessórios, como sousplat, taças e menu.

Defina os locais onde será aplicada a estampa

Com uma planta do espaço à mão, faça uma lista dos acessórios nos quais você aplicará a estampa escolhida.

Se optar por mais de uma, lembre-se de manter o equilíbrio: motivos super chamativos — como flores grandes e bem ornadas — podem ser equilibrados com padronagens mais discretas, como listras.

Caminhos e toalhas de mesa

Para casamentos durante o dia, com estilo romântico ou rústico, invista em estampas florais, com cores alegres e românticas. Eventos modernos e à noite já pedem um pouco mais de sobriedade. Sendo assim, aposte nas formas geométricas, cores neutras e listras.

Pratos e sousplat

Combinar um prato liso com um sousplat estampado é aposta certeira: a parte de cima sem estampas quebra a parte de baixo, trazendo equilíbrio.

Listras, flores e pinturas elaboradas são boas alternativas para quem quer trazer a estamparia para a louça. Caso você opte por estampas também na toalha de mesa, cuide para que uma não brigue com a outra.

Tecidos e almofadas

É nesse momento que você pode brincar, usar e abusar das estampas. Defina uma paleta de cores e invista em padronagens diferentes em cada almofada. Com certeza, o sofá ou lounge do seu casamento ficará ainda mais aconchegante.

Conte com uma assessoria profissional

Se ainda estiver com dúvidas sobre a possibilidade de utilizar estampas ou não, busque por ajuda profissional.

Diversas casas de decoração em São Paulo — ou muitas vezes os próprios espaços de locação — contam com consultores e assessores especializados, que podem ajudá-la a definir as melhores alternativas.

O bacana de buscar algum profissional do próprio espaço é que ele já conhece a estrutura do ambiente e tem mais recursos para auxiliá-la.

Escolher estampas para compor a decoração de casamento é uma maneira de fugir do óbvio e criar um ambiente que tenha a ver com o estilo de vida e com a personalidade dos noivos. Você pode, inclusive, investir em ilustrações personalizadas que tragam algum significado, como um símbolo de alguma viagem importante que os dois fizeram juntos. O importante é que a decoração traduza a felicidade do seu grande dia!

O que você achou das nossas dicas para usar estampas na decoração de casamento? Siga nossas redes sociais para encontrar mais conteúdos como este. Estamos no Facebook (Castelo Aragon e Casa Aragon) e no LinkedIn!