Autor

Aragon

Browsing

Maio, mês das noivas. Saiba o motivo dessa história.

O casamento é o sonho de todo casal que deseja construir uma nova família, um laço que será eternizado perante os familiares e a todos que são importantes para eles.

Para celebrar essa data que é super significativa, muitas almejam casar-se no mês das noivas, maio, sendo um dos meses mais disputados nos buffets e espaços para eventos, como na Casa e Castelo Aragon.

Mas você já se perguntou o principal motivo para isso?

A resposta é simples: é uma tradição oriunda do hemisfério norte. O mês de maio marca o início da primavera, a estação das colheitas, a chegada das flores que ao longo dos anos foi associada ao amor e com a celebração do casamento.  

Outra teoria é pelo motivo de Maio ser considerado o mês de Maria e o mês das mães. Associado a esse poder feminino, as noivas ganharam o seu mês de glória.

Por isso,  o ideal é aproveitar essa linda e bela estação para realizar uma cerimônia ao ar livre, que tornará o momento mais que especial. Saiba que a Casa Aragon e o Castelo Aragon possuem um ambiente amplo e com uma estrutura ideal para este tipo de celebração.

Com uma grande área aberta, cercada por flores e natureza, além de um espaço coberto para as cerimônias, a Casa Aragon é um espaço ecologicamente projetado e acessível – não possui nenhum degrau. Oferece algumas facilidades como assessoria completa para o casamento, além de buffet, decoração, som, iluminação, móveis e vários outros itens. No dia da festa, a noiva também pode utilizar a estrutura da suíte da noiva e sair direto para o carro, que faz uma entrada triunfal na área aberta até o local da cerimônia.

O Castelo Aragon também é um espaço digno dos sonhos. Possui amplos jardins e pátios arborizados, torres e muralhas, e foi inspirado em construções medievais, marcado pela elegância e sobriedade dos arcos na construção de pedra e madeira. Possui uma linda capela com 36 vitrais pintados por Gaetano Miani, artista plástico italiano.

Contate-nos : Tels.: (11) 4702-2010 / 4612-9536

Fonte: www.casareumbarato.com.br

7 locais para pré wedding em São Paulo que você deveria conhecer

Conhecer os melhores locais para pré wedding em São Paulo é uma tarefa bastante divertida. Afinal, o coração dos noivos fica a mil por hora em um momento tão importante. O ensaio fotográfico que antecede o casamento está cada vez mais em alta pela possibilidade de combinar com a temática da festa.

Dessa forma, fica muito mais simples ter um álbum completo com todas as fases tanto dos preparativos quanto da cerimônia. O mais importante é que o casal escolha uma opção que atenda suas preferências e que proporcione uma experiência agregadora ao relacionamento.

Quer saber mais sobre o assunto? Vamos mostrar 7 locais para fazer o ensaio como você sempre sonhou. Acompanhe!

1. Museu do Ipiranga

Os ensaios ao ar livre são a grande tendência do momento e costumam valorizar as imagens quando o fotógrafo sabe usar bem a iluminação. Como um marco representativo da independência do Brasil, o museu apresenta uma arquitetura extremamente romântica com entrada direta para um lindo parque.

Assim fica fácil alternar os dois ambientes e criar um álbum completo. Um dos pontos mais famosos é a fachada do museu, que traz um enorme chafariz em torno de um jardim repleto de árvores encantadoras. Tudo isso sem contar os traços de elegância do edifício, considerado uma das principais atrações do local.

2. Avenida Paulista

Verdadeiro ícone da capital, a Paulista reúne modernidade e romantismo em um mesmo ambiente. A grande vantagem está na possibilidade de criar milhares de cenários para encaixar as imagens em diferentes contextos urbanos. Com bastante movimento, a beleza dos arranha-céus chama a atenção quando combinada com um jogo de luzes certeiro.

Aproveite todas as possibilidades oferecidas pelo local para conquistar um álbum único. Puxe na memória que, certamente, você vai se lembrar de algum ponto da avenida que renderia uma linda foto. Opções não faltam! São prédios históricos, contrastes, shoppings, parques e uma série de espaços turísticos. Basta fazer uma pesquisa rápida para entender que a Paulista vai muito além de concreto e asfalto.

3. Jardim Botânico

Pouca gente o conhece, mas é um atrativo que traz belezas de encher os olhos de quem procura locais para pré wedding em São Paulo. Se você quer um lugar menos comum para fazer as fotos, essa escolha vai surpreender a todos e render imagens cheias de estilo.

O Jardim Botânico fica no bairro da Vila Água Funda. A vista é impactante logo de cara, com um lago cristalino que se destaca entre o verde predominante. Não é exagero ressaltar que em todos os pontos do espaço existe algo que deixa as imagens do casal ainda mais bonitas.

Entre as opções de cenários estão escadarias, pequenas trilhas, portões antigos e jardins sensoriais com diferentes tipos de rosas. É cobrada uma pequena taxa de acesso dos visitantes. Por isso, ensaios fotográficos precisam de aprovação antecipada da administração.

4. Theatro Municipal

O luxuoso palácio na região central representa um símbolo da sociedade paulistana na época de ouro. Se você é uma noiva que sonha com uma cerimônia tradicional, o local traz uma série de elementos luxuosos para um ensaio repleto de originalidade. A arquitetura suntuosa destaca o clima romântico com um toque elegante que remete aos espetáculos franceses.

O destaque fica por conta do lustre posicionado na sala de concerto. A peça tem 7 mil cristais, 220 lâmpadas e pesa uma tonelada e meia. A experiência do fotógrafo escolhido pode render cliques deslumbrantes com um olhar completamente artístico. Com tanta beleza em cada detalhe, basta que os noivos entrem no clima para que o resultado seja ainda melhor que o esperado.

5. Parque do Ibirapuera

O maior parque da cidade de São Paulo reúne, em um só lugar, monumentos históricos, natureza exuberante e paisagens tranquilas em meio ao caos. Inaugurado em 1954 com idealização de Oscar Niemeyer, o ambiente funciona como um refúgio aos paulistanos na mesma linha do Central Park, de Nova York.

Basta uma visita rápida para encontrar diversos pontos com características significativas em uma atmosfera especial. Durante a época de festas, próximo ao Natal, o show de luzes no lago deixa o clima ainda mais poético como um ensaio desse tipo precisa ser! No entanto, é necessário conseguir autorização prévia para realizar as fotos tranquilamente.

6. Beco do Batman

Reduto dos casais descolados, o local combina perfeitamente com quem encara a festa de casamento como um dia divertido que precisa ser vivido ao máximo. Os muros cobertos com grafites artísticos trazem contrastes impactantes ao ensaio. Com isso, caso a noiva queira usar branco como uma prévia do grande dia, as tonalidades do entorno vão proporcionar um conceito único.

Ponto de encontro da Vila Madalena, o Beco do Batman tende a ficar lotado nos finais de semana com ares de balada urbana. Por se dividir em várias entradas, a disposição dos desenhos oferece muitas possibilidades de ângulos aos profissionais que pretendem criar um álbum bem-humorado.

7. Praça Pôr do Sol

Nada como a luz natural do pôr do sol na hora de registrar a emoção que antecede o grande dia, não é mesmo? O local está entre os mais comentados nas redes sociais por conta da visão privilegiada do horizonte no Alto de Pinheiros, na Zona Oeste da cidade. Mesmo com tantos prédios no entorno, o ambiente traz sensação de tranquilidade em meio ao caos urbano.

Os jovens da região aproveitam o clima aconchegante para fazer piqueniques na grama e tirar fotos do entardecer. Esse horário é bastante disputado, por isso, faça uma visita com antecedência antes de tomar a decisão final. Outra questão importante está no percurso até o alto da ladeira. Ou seja, leve maquiagem para fazer retoques durante o ensaio. O caminho não é difícil, no entanto, apresenta alguns trechos íngremes.

Pronto! Agora você já conhece os principais locais para pré wedding em São Paulo. Lembre-se que tão importante quanto o lugar é a escolha do profissional que vai realizar as fotos. De fato, o casal precisa se sentir à vontade durante todos os momentos do ensaio. Faça pesquisas com antecedência e, se possível, marque uma reunião presencial antes de contratar o serviço.

Gostou das informações deste artigo? Então leia também sobre como encontrar o melhor local para casamento!

 

Planejamento para casamento: por onde começar?

 

O planejamento para casamento é quase tão importante quanto a própria cerimônia. E não é para menos, já que ele será o responsável por garantir que tudo ocorra exatamente como você sempre quis em seu grande dia, não é mesmo?

Depois do tão esperado pedido de casamento, é hora de organizar a festa e a cerimônia. A tarefa pode até parecer fácil, mas, para que tudo aconteça conforme o esperado, o planejamento para casamento envolve diversos cuidados e detalhes que não podem ficar de fora.

Então, não sabe por onde começar? Fique calma! Com as informações necessárias sobre os preparativos, é possível organizar a sua cerimônia sem mistérios. Para ajudar você com isso, trouxemos este post com algumas dicas de como planejar o dia mais importante da sua vida. Confira!

Planeje os eventos pré-casamento

Engana-se quem acha que o casamento começa e termina no dia da cerimônia. Os planejamentos da festa envolvem outros eventos que acontecerão tanto depois — como a lua de mel — quanto antes do grande dia.

Os eventos pré-casamento darão aos noivos um gostinho do que será a cerimônia de matrimônio, e unirão todos os amigos e familiares para celebrar o que está por vir. Bons exemplos de eventos como esses são os chás de panela, de lingerie e as despedidas de solteiro.

Por isso, o mais indicado é que tanto o noivo quanto a noiva comecem a planejar esses eventos com certa antecedência. Definir os temas, escolher os locais e mandar os convites pode, além de tudo, ser considerado como um treinamento para as atribuições que virão no futuro.

Defina o orçamento

Após a definição dos eventos pré-cerimônia, chega a hora de definir o orçamento da sua festa. Esse valor será aquele que vocês poderão gastar nos preparativos e é parte fundamental do planejamento para casamento. Afinal de contas, o seu evento não pode extrapolar aquilo que você tem no banco, certo?

Portanto, os noivos precisam se reunir e colocar na ponta do lápis tudo o que têm para gastar na cerimônia. A partir daí, fica muito mais fácil escolher quais serão as prioridades e quanto poderá ser gasto em cada uma das áreas do casamento.

Defina o estilo da festa

Muitos casais se sentem perdidos na hora de decidir o estilo do casamento. E não é à toa: hoje em dia, existem diversas opções e tendências para festas, o que torna essa decisão ainda mais difícil.

Porém, esse é o primeiro passo a ser dado, pois essa definição influenciará diretamente na escolha de todos os outros itens. Afinal, é com base no estilo da festa que vocês vão escolher a decoração, o local, o cardápio e até o número de convidados.

Um mini wedding, por exemplo, é o modelo ideal para os casais mais descolados, que desejam uma cerimônia íntima. Em contrapartida, o estilo clássico é o preferido dos que gostam das festas tradicionais, com muitos convidados.

Agora, se vocês curtem o contato com a natureza, saiba que uma cerimônia na praia ou no campo pode render um clima bem especial, e belas paisagens para as fotos! Ainda há o estilo rústico, com móveis de madeira e muitas flores campestres, que anda em alta no mercado de casamentos.

Seja como for, não limite essa escolha a tendências ou opiniões de outras pessoas. Cada detalhe da festa devem refletir o estilo dos noivos!

Selecione o local

Antes de assinar o contrato, o local do casamento deve ser escolhido com muito cuidado. Além de transmitir a sintonia do casal, ele influenciará a escolha dos demais itens da cerimônia.

É muito comum que, durante o planejamento, os noivos já tenham sonhado com o local da festa. Seja na igreja, no campo ou mesmo um destination wedding, o importante é que o local seja perfeito para os dois e que tudo transcorra sem problemas. E, para isso, é preciso levar em consideração alguns aspectos.

Se optarem por casar em uma grande metrópole, os espaços para a festa e a cerimônia não podem ser muito distantes um do outro, por exemplo. Afinal, vocês não gostariam que seus convidados — ou vocês mesmo — ficassem presos no trânsito, não é verdade?

A segurança e a infraestrutura também merecem atenção. Antes de assinar o contrato, verifique se o local dispõe de estacionamento, banheiros, móveis, geradores, dentre outros itens essenciais. Confira, ainda, as licenças e os alvarás para funcionamento. Essas são medidas para garantir que a festa acontecerá exatamente como vocês sonharam!

Pense nas atrações da cerimônia

Outro ponto muito importante a ser definido é a parte de atrações que darão um toque especial à cerimônia. Elas devem ser incluídas no orçamento e os testes com os profissionais responsáveis precisam começar o quanto antes.

Alguns dos exemplos mais comuns de atrações são bandas, DJs ou cantores solo. A definição do repertório também deve ser pensada durante essa época, além de outros serviços como som, imagem e fotografia.

Escolha a melhor época

A escolha da melhor época para casar está bem relacionada ao espaço do casamento e ao orçamento. Se vocês dois pretendem casar ao ar livre, por exemplo, é bom optar por um mês que não chova muito. Mas, antes de pensar nas vantagens desse ou daquele mês, é preciso avaliar se ele tem muitos feriados ou datas comemorativas.

Não há problema algum casar em dezembro, mas uma data próxima ao Natal ou Ano Novo não seria uma boa escolha. Muitas pessoas viajam nesse período, e talvez deixem de comparecer ao seu casamento.

Cuidado também com o Carnaval, finais de campeonatos de futebol e o aniversário da cidade. Esses eventos, além de gerar problemas de locomoção, ainda podem tornar seu casamento mais caro. Outra dica importante é aliar a data da festa à melhor época para a viagem de lua de mel.

Em períodos de baixa temporada, é possível encontrar pacotes de viagens com melhores preços, além de os pontos turísticos estarem mais vazios. Uma excelente escolha para unir o útil ao agradável!

Elabore a lista de convidados

A lista de convidados é, sem sombra de dúvidas, a parte do planejamento que costuma trazer mais dor de cabeça para os noivos. Por isso, ela deve ser feita com antecedência e levar alguns fatores importantes em consideração.

É normal sentir aquela vontade de convidar todo mundo para a festa, mas não se esqueça de que a quantidade de pessoas presentes influenciará no valor da decoração, buffet, lembrancinhas, dentre outros fatores. Sendo assim, a sua lista precisa estar de acordo com o seu orçamento!

Para elaborá-la, sente com o seu noivo e liste todas as pessoas com as quais vocês querem celebrar o grande dia. Comece com os familiares e amigos mais próximos — depois, caso o espaço do casamento permita, vocês incluirão pessoas não tão próximas.

Pense: com que frequência eu vejo essa pessoa? Ela falou comigo no meu último aniversário ou no Natal? Essas são algumas das perguntas que lhe ajudarão a decidir quem ficará fora da lista, ou não.

Também é interessante deixar um espaço reservado para pessoas que vocês possam conhecer neste período de tempo, já que, até o casamento, o seu círculo de amizades — e familiar — pode aumentar.

Defina quais serão as lembrancinhas

Embora normalmente não representem um problema durante o planejamento para casamento, a definição de quais serão as lembrancinhas oferecidas durante a cerimônia é uma tarefa relevante e que não deve ser deixada de lado.

Para tal, é necessário verificar a lista de convidados e pensar em presentinhos que agradem boa parte daqueles que estarão presentes em sua festa. Tente escolher objetos úteis e que serão, de fato, utilizados, para deixar sua marca na lembrança de seus amigos!

Boas opções de lembrancinhas úteis e práticas são caderninhos, calendários, ecobags e outros utensílios personalizados. Há uma grande variedade de alternativas que podem ser a cara do seu evento!

Reserve a cerimônia religiosa

Se você e o seu noivo decidiram casar na igreja, é fundamental reservar a data com certa antecedência. Igrejas mais concorridas costumam preencher seus horários para os próximos dois anos, principalmente nos meses de maio, setembro e dezembro.

Algumas igrejas realizam vários casamentos no mesmo dia, o que pode deixar vocês sem opções de horários. Diante disso, mesmo que a cerimônia religiosa aconteça no mesmo local da festa, é preciso se precaver em relação à data.

Padres, pastores e celebrantes são mais procurados em determinadas épocas do ano. Então, procure agendar a data com, pelo menos, oito meses de antecedência. Assim, além de garantir o dia e o horário que desejam, vocês também terão tempo suficiente para elaborar uma cerimônia mais personalizada.

Defina o cardápio e as bebidas

Coquetel, almoço ou jantar? Devo contratar serviço de bar? Essas são as principais dúvidas que surgem na hora de definir o cardápio e as bebidas. Mas o que muitos casais não sabem é que isso pode ser facilmente decidido se for considerado outro fator: o horário da cerimônia.

Caso o casamento seja realizado de manhã ou no período da tarde, ofereça aperitivos e almoço com opções mais leves. Aposte em saladas, muffins, bolo, crepes, quiches, entre outras delícias. Por ser mais cedo, também não é necessário ter muitas opções de bebidas alcoólicas: água, refrigerante, sucos, vinho e drinks sem álcool podem ser ótimas escolhas!

Já se o casamento for realizado à noite, o ideal é servir um coquetel com prato quente ou jantar mais completo. Canapés, massas e sobremesas costumam agradar a todos os convidados.

Além das bebidas comuns — água e refrigerante —, muitos casais optam por servir cerveja, champanhe e vinho. Caso queira incrementar a festa, contrate um serviço de barman para fazer drinks mais elaborados.

Comece a planejar a lua de mel

Por fim, mas não menos importante, é necessário começar a pensar na lua de mel. Esse evento pós-casamento serve para os noivos relaxarem, como também marca o início da vida a dois. Logo, o momento deve ser bem pensado e planejado.

O lugar e a hospedagem, em especial, já devem ser praticamente definidos durante a escolha da época do casamento. Portanto, a dica é comprar as passagens com antecedência para que tudo saia mais barato.

Mais à frente, vocês podem determinar outros fatores como os roteiros e os passeios que serão feitos, além do orçamento para o restante da viagem. E, finalmente, basta preparar as malas e cair na estrada!

Independentemente do estilo, do cardápio ou do local escolhido, o importante é que a cerimônia fique a cara dos pombinhos. Por isso, é fundamental que os dois sentem e conversem sobre todos os detalhes. Assim, o planejamento deixa de ser algo trabalhoso e se torna um delicioso e inesquecível momento do casal!

Se você curtiu nossas dicas de planejamento para casamento, certamente vai gostar de outro artigo que preparamos. Saiba qual é a importância do local nos diferentes tipos de festa de casamento e garanta uma cerimônia incrível!

 

Como reduzir os custos com estrutura para o casamento?

Quando estamos organizando um casamento, sabemos que os gastos são diversos. O mercado oferece inúmeras opções e, é claro, queremos contratar os melhores serviços para proporcionar um momento único a todos os nossos convidados. Considerando que os gastos geralmente acabam sendo exacerbados, você sabe como reduzir os custos com estrutura para casamento — ou melhor, se isso é realmente possível?

São diversos os investimentos que compõem a estrutura, como aluguel do salão, mobília, som, iluminação e decoração. Contudo, se você souber como enxugar os gastos, é possível realizar uma festa inesquecível e ter o casamento dos seus sonhos sem usar quantias exorbitantes.

Se você quer saber como reduzir os custos com estrutura para casamento, continue a leitura e aprenda tudo sobre o assunto! Vamos lá?

Organize com calma a planilha orçamentária

O primeiro passo para saber até onde você pode investir é fazer uma planilha para organizar o financeiro da sua festa. Liste todos os gastos, separando-os por áreas para otimizar o tempo:

  • estrutura;
  • convites e materiais impressos;
  • alimentação e bebidas;
  • vestimentas;
  • equipe de trabalho;
  • lua de mel;
  • logística e transporte.

Ao mapear todos os custos, é possível ter um panorama bem amplo sobre a sua festa. Marque todos os itens que são prioritários e os aspectos dos quais você não abre mão e tente negociar um valor menor para aqueles que são menos importantes.

Saiba negociar os valores

Para cada item da sua lista, solicite, no mínimo, três orçamentos. Dessa forma, fica muito mais fácil saber se algum fornecedor está superfaturando em cima de algum item — afinal, não é nenhuma novidade que muitos fornecedores cobram muito mais do que deveriam quando ouvem a palavra “casamento”.

Isso, no entanto, não significa que você deve contratar o fornecedor mais barato. Estamos apenas ressaltando que, para realizar o casamento dos seus sonhos, é necessário avaliar o melhor custo-benefício, prezando sempre pela qualidade dos serviços e pela confiança no fornecedor.

Além disso, se você gostou de algum fornecedor e ele não é o mais em conta financeiramente, tente conversar e chegar em um acordo em comum, talvez substituindo alguns itens que são mais caros por outros mais econômicos.

Contrate poucos (e bons) fornecedores para reduzir custos com estrutura para casamento

Outro segredo para não estourar o orçamento é contratar poucos fornecedores. Contudo, eles precisam ser da sua confiança para que exista a certeza de que nenhum deles vai criar uma terrível dor de cabeça na semana do seu evento.

Quando você encontra um fornecedor que tem grande parte dos itens necessários, é indicado fechar um pacote (o que comumente acaba saindo mais em conta). Além disso, não há a preocupação em assinar diversos contratos e controlar a chegada de cada um deles no seu casamento.

Por exemplo, imagine que você alugou cadeiras em lugar, sofás em outro, lustres em outro e ainda vasos decorativos em um quarto fornecedor. É necessário se preocupar com quatro contratos, quatro pagamentos, quatro notas fiscais, quatro entregas, montagens, desmontagens… cansativo, não? Agora, imagine que todos esses itens você alugou em apenas um lugar. O processo se torna muito mais fácil e acessível, certo?

Contrate uma assessoria expert no assunto

É natural que muitas pessoas pensem que, se ela própria organizar o seu casamento, os custos serão muito menores. Contudo, por ser expert no assunto, uma assessoria em eventos tem muito mais propriedade para encontrar os itens personalizados que você precisa, sabendo quais materiais podem ser substituídos por outros mais acessíveis, mas da mesma qualidade.

Normalmente, as assessorias firmam parcerias com fornecedores-chave, ou seja, investem sempre nos mesmos que trazem mais confiança e têm a certeza de que os produtos alugados são de qualidade.

Isso acontece porque as assessorias de eventos planejam, coordenam e organizam diversos casamentos ao mesmo tempo, assim conseguindo negociar um valor muito melhor para a estrutura do seu casamento.

Além disso, você não precisa se preocupar com detalhes técnicos e pode focar a sua atenção em assuntos mais interessantes, como a escolha do modelo do convite, o vestido de noiva e até mesmo organizar a tão sonhada viagem de lua de mel.

Confira se o espaço alugado tem estrutura para som e iluminação

Se você optar por realizar o seu casamento em um local que não tenha estrutura para o som e a luz, saiba que será mais um investimento necessário. Por isso, é sempre recomendado encontrar um lugar que já tenha essas estruturas.

Existem, por exemplo, ambientes que já têm espaço para inserir os globos de luz e montar uma pista de dança incrível. Ao contrário, se o ambiente não tiver isso, é necessário investir nas estruturas de goleira, torres e outras estruturas de luzes — sem contar que você vai precisar investir em uma boa decoração para escondê-las.

Encontre um local que seja naturalmente lindo

O que queremos dizer com isso? Significa que, se houver o investimento em um espaço bruto, que tem apenas quatro paredes e luzes comuns, você vai gastar o dobro investindo em decoração como tapumes, plantas, faixas e demais acessórios.

Agora, se você encontrar um espaço que seja apropriado para festas, que as paredes já sejam pintadas de acordo com a elegância da ocasião, que seja bem iluminado com grandes janelas e tenha lustres charmosos, será preciso investir em alguns poucos artigos para embelezá-lo.

Além disso, alguns espaços para aluguel para eventos possuem jardins integrados, favorecendo o bem-estar e acomodação dos convidados — além, é claro, de tornar o momento ainda mais perfeito.

Sabendo que o casamento é uma celebração importante tanto para os noivos quanto para os convidados, ele precisa ser muito bem planejado para tornar o momento único para todos. Por isso, uma etapa muito importante na organização de uma festa é saber como economizar na hora de contratar os serviços. Assim, quando você enxuga esses gastos, pode investir em outros detalhes que considera mais importante.

Neste post, apresentamos algumas dicas sobre como reduzir os custos com estrutura para casamento. Se você nos acompanhou até aqui, temos a certeza de que vai adorar aprender também sobre os benefícios de fazer a cerimônia e a festa no mesmo local. Boa leitura e até o próximo post!

As vantagens escolher a SEXTA-FEIRA para seu casamento!

Sabemos que os sábados sempre foram os dias mais procurados pelos noivos, tanto nos espaços onde ocorrerá a recepção, quanto nas igrejas. Devido a grande procura, os lugares abriram espaço na agenda para a sexta-feira.

Por isso, casar as sextas-feiras tem sido cada vez mais almejado para as datas de casamento. A sexta-feira já é naturalmente perfeita para se festejar, o que oferece muitas vantagens.

Listamos abaixo vários benefícios para se casar em um dos melhores dias da semana:

ECONOMIA
O orçamento para sexta-feira geralmente é mais otimizado para os noivos. Seja na fotografia, espaços, igreja, decoração e etc. Os valores são menores, deixando os custos mais baixos. Assim os noivos podem curtir a lua de mel com um valor a mais no bolso.

DEDICAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO
Geralmente para os fornecedores, o primeiro evento da semana será o de sexta-feira, por isso terão um tratamento muito personalizado e dedicado. Fazendo o ambiente se tornar mais íntimo e acolhedor do que a um sábado ou domingo.

PRATICIDADE
Para os noivos de São Paulo, praticidade é a palavra-chave quando falamos em casamento de sexta-feira, por conta do trânsito, imprevistos entre outros. Você deve priorizar fazer a cerimônia no mesmo local da recepção, o que é uma ótima opção para economizar tempo, custos e curtir mais a festa. Com essa escolha, a nossa dica é optar em fazer uma cerimônia mais curta.

casamento alain sexta feira 04

HORÁRIO
Como a sexta-feira é dia de trabalho para muita gente, as agendas dos profissionais ficam mais extensas em questão de horário, começando a cerimônia mais tarde. É comum os noivos escolherem às 20h ou às 21h, pois permite que tudo tenha uma margem de tempo.

JANTAR
Uma boa dica é servir entradinhas quentes na chegada dos convidados. Assim, alivia um pouco a ansiedade e deixa os presentes mais confortáveis. Para o jantar, faça um cronograma com o buffet para servir um coquetel às 22h, para que o jantar seja servido às 23h em ponto!

FESTA
Depois que toda tensão e ansiedade passou, é hora de aproveitar! Caprichar na atração da festa, um bom DJ com muita ilmunicação e som, fazem a diferença. E não podemos esquecer do bar, para que todos se divirtam até o dia amanhecer!

DESCANSO
Fazendo a festa na sexta-feira, todos terão o final de semana livre para descansar, aproveitar e lembrar dos melhores momentos desse dia inesquecível!

Gastronomia: Dicas de como escolher o menu do seu evento!

Escolher aquilo que será servido em seu evento é de grande responsabilidade. O tipo de serviço deve combinar com o estilo da festa e oferecer opções para os gostos da maioria dos convidados. Por isso, listamos alguma dicas para você escolher o menu ideal!

MENU DEGUSTAÇÃO

Os aperitivos vêm em pequenas porções. É ideal para eventos mais modernos, já que vão passar independente dos convidados estarem acomodados ou na pista. A ideia é que o convidado experimente diversas receitas, por isso, é possível servir diversos tipos de comidas, desde que possam ser degustadas em pé.

Algumas opções: rolinho de rosbife com farofa de pistache, pacotinho de Zucchini com Brandade de Bacalhau, Rolinho de Berinjela com Tomate e Mussarela de Búfala e Batatinha com Queijo Gruyère.

FINGER FOOD
O menu finger food é parecido com o menu degustação, já que são servidos em formato volante, em pequenas porções. A diferença é que não se usam pratos e cumbucas. Neste serviço, também não entram carnes que precisam ser cortadas ou comidinhas que desmancham.

Algumas opções: bombocado de bacalhau, amarradinho caprese, brioche de salmão, rolinho de berinjela com ratatouille de legumes e rolinho de parma com queijo de cabra.

COQUETEL
Trata-se do serviço de canapés volantes. Pode-se optar por ‘coquetel com prato volante’ e acrescentar um prato quente.

Algumas opções: canapé de arroz negro com shimeji e shitaki, a bruschetta de queijo brie com pesto e maçã verde e a tortinha de alho poró.

FRANCO-AMERICANO
Um dos serviços mais requisitados para eventos. É montado como um banquete, com réchauds. Neste serviço, é possível servir de tudo. A vantagem é que cada um se serve da forma como preferir e a quantidade que quiser.

Algumas opções: rosbife com cinco pimentas, salmão com crosta de laranja e purê de mandioquinha com baunilha, picanha confitada, vinagrete de polvo, bobó de camarão, risoto de cevadinha com cogumelo etc.

JANTAR EMPRATADO
Este é um tipo de serviço que dá muita ênfase à gastronomia, por ter apresentações diferenciadas. Neste tipo de serviço, todos os convidados devem ficar sentados, não há uma ilha com os pratos. Trata-se de um serviço mais demorado, pois espera-se todo mundo terminar um prato para que seja servido o próximo. Além disso, é preciso ter muitos garçons para atender a todos os convidados. Os pratos ficam lindos, pois são servidos imediatamente. Há também uma montagem de talheres bem farta na mesa. Por conta disso, há valores especiais para este o jantar empratado.

Algumas opções: lombo de bacalhau, paleta de cordeiro, brandade de bacalhau, ceviche com arroz negro, salada de figos com queijo de cabra e molho de maracujá, moqueca de frutas.

Dicas para organizar o seu casamento ao ar livre e evitar problemas

Casar ao ar livre é uma das principais opções de noivas e noivos atualmente. Essa decisão dá vida a cerimônias incríveis e os melhores espaços para essa finalidade se adaptam às necessidades do casal.

Para que tudo saia como planejado, é importante considerar alguns fatores na organização do casamento ao ar livre. Pensar nesses detalhes garante o sucesso da cerimônia, cuja organização precisa considerar vários aspectos.

Se sua ideia é casar a céu aberto, este post vai ser muito útil! A seguir, tratamos desse assunto para ajudá-lo no planejamento da cerimônia: veja como é possível preparar tudo sem dificuldades e evitar os principais imprevistos. Boa leitura!

Considere a época do ano

As diferentes épocas do ano têm influenciam fatores essenciais para quem quer fazer um casamento ao ar livre. As condições climáticas, por exemplo, são muito importantes e é fundamental considerá-las para que a cerimônia não seja prejudicada por fatores naturais que podem ser previstos.

Em períodos em que as chuvas são comuns, por exemplo, é recomendável utilizar coberturas nos locais onde os convidados e os noivos estarão durante a cerimônia. A nave é uma estrutura fundamental e que pode fazer muita diferença no evento, independentemente de estar chovendo ou não.

Além disso, é importante que o espaço escolhido tenha áreas fechadas e climatizadas. Afinal, são elas que vão garantir a realização do casamento se a situação climática se alterar e for necessário transferir a celebração para outro local.

Casamentos no verão

No verão, pode ser que o calor esteja forte. Quando se escolhe fazer um casamento a céu aberto, se for esse o caso, pode haver desconforto para todos os participantes em razão das altas temperaturas.

Nesse caso, é importante garantir que haja um guarda-sol amplo para cada mesa, além de bebidas refrescantes — sejam elas alcoólicas ou não. A distribuição de pequenos leques também é bacana e deixa o visual muito bonito. Outra opção é considerar fazer parte da celebração em local climatizado, a depender da intensidade do calor.

Casamentos no inverno

No inverno, a situação é oposta. Isso porque há a possibilidade de ter de enfrentar temperaturas mais baixas isso sem contar os ventos, que podem fazer a sensação térmica ficar ainda mais baixa e causar muito desconforto.

Nesse caso, é interessante considerar distribuir cachecóis aos convidados e servir bebidas quentes. A ideia de levar parte da cerimônia para um local fechado também é válida. É fundamental, ainda, ter áreas cobertas, para que os participantes se abriguem em caso de chuva.

Escolha o melhor horário

Um casamento ao ar livre pode acontecer em diferentes horários por isso, é necessário saber o que considerar para cada um deles. Não há regras, mas algumas recomendações permitem que a cerimônia seja aproveitada da melhor maneira.

Isso é especialmente verdadeiro pela interferência da natureza, que pode, por outro lado, proporcionar momentos incríveis à cerimônia. Confira, a seguir, algumas dicas para cada período do dia!

Durante a manhã

Alguns casamentos ao ar livre acontecem pela manhã: isso é perfeitamente possível desde que a temperatura não esteja muito alta. Esse horário geralmente é escolhido para cerimônias no campo e os convidados ficam hospedados no local, já que é necessário acordar cedo.

Para casamentos de manhã, é importante oferecer um brunch. É preciso que os convidados se alimentem bem para poder aproveitar o evento da melhor forma possível. Lembre-se de que não há nada mais desconfortável do que sentir fome em festas!

Da tarde para a noite

Outra opção é fazer o casamento ao ar livre no fim da tarde, por volta das 16h. Nesse horário, a temperatura já está mais amena, com o sol prestes a se pôr, o que pode se tornar o ponto alto da cerimônia.

Afinal, o efeito visual desse momento pode trazer um clima único e emocionante para a celebração, bem como render registros fotográficos inesquecíveis. Depois, a festa segue noite adentro e é importante oferecer um jantar para que os participantes se sintam confortáveis e possam aproveitar o momento com os noivos.

Esses detalhes mostram o quanto os noivos se importam com os convidados. Com isso, o ambiente da celebração fica muito mais agradável!

Busque um espaço adequado

Um casamento ao ar livre é uma escolha que requer atenção para que não haja brechas para problemas e possa, assim, ser inesquecível. Um dos principais cuidados se refere à segurança: para evitar incidentes, é essencial encontrar um espaço adequado.

Esse local precisa ter a infraestrutura necessária para a realização de um casamento.  Além disso, é essencial que o espaço tenha os recursos que uma cerimônia ao ar livre demanda: só assim, a celebração vai acontecer com segurança e conforto para os noivos e os convidados.

Boa acomodação para os convidados

Qual é o sentido de uma boa festa sem seus convidados, não é mesmo? A presença de familiares e amigos queridos é fundamental no dia mais feliz da vida dos noivos. Por isso, os participantes precisam ser acomodados com todo o conforto necessário.

É importante, então, oferecer boas mesas e assentos para que todos possam assistir à cerimônia e se acomodar confortavelmente para a festa que vai ocorrer em seguida. Além disso, o espaço deve ser amplo: assim, não serão necessários improvisos para abrigar todas as pessoas.

Infraestrutura adequada

Para qualquer tipo de evento, infraestrutura de qualidade é indispensável. Quando se trata de um casamento ao ar livre isso é ainda mais importante. Boas coberturas em pontos específicos, áreas climatizadas e guarda-sóis são alguns dos recursos específicos essenciais para essa ocasião.

Além disso, é importante que o local tenha um bom estacionamento, já que é muito comum que a maioria dos convidados chegue ao local de carro. Lembre-se, ainda, de que é fundamental oferecer acessibilidade para pessoas com necessidades especiais.

Iluminação ambiente

A iluminação é outro fator indispensável. E ela deve ser perfeita, tanto para o conforto dos convidados quanto para garantir qualidade a fotos e vídeos. Afinal, os noivos querem um belo registro de seu casamento e, para que isso ocorra, é importante que a condição de trabalho da equipe seja a melhor possível.

Em casamentos celebrados durante o dia, esse trabalho fica mais fácil, já que a natureza se encarrega disso. Porém, quando a cerimônia acontece à noite, é fundamental que o espaço tenha iluminação artificial de qualidade, sem exageros que possam tirar o charme do casamento.

Versatilidade é fundamental

Os espaços ao ar livre devem ter a versatilidade necessária para atender às diferentes demandas dos noivos. A possibilidade de fazer modificações estruturais e outras variações é fundamental: essa personalização é necessária para garantir que tudo saia como planejado, especialmente se considerados os diversos estilos de casamento.

Por isso, cada um desses aspectos é importante e deve ser cumprido com rigor. Um bom espaço deve reunir todos eles e fazer valer o investimento dos noivos. Como esse tipo de cerimônia pode ter imprevistos, a preocupação com recursos que impeçam problemas é justificável e deve estar sempre presente.

Tenha a ajuda de especialistas

É bastante comum querer abraçar o mundo e resolver todos os problemas sozinho. No entanto, planejar uma cerimônia de casamento não é simples e cuidar de tudo sem ajuda pode ser estressante e estragar esse momento tão especial.

Felizmente, nenhuma noiva precisa passar por isso! É possível tornar esse processo muito divertido e lembrar desse período com muito carinho no futuro. Para isso, no entanto, é fundamental abrir espaço para a ajuda de uma empresa especializada.

Os profissionais que lidam com esse tipo de situação são treinados e capacitados para resolver todas as minúcias e burocracias da celebração. Dificuldades burocráticas e com a contratação de serviços podem ser facilmente resolvidas por especialistas.

Apesar disso, vale a pena ter em mente que sua opinião é sempre a mais importante! Por isso, não se preocupe: mesmo com auxílio profissional, a festa vai ser exatamente como você deseja. A diferença é que todos os encargos e dificuldades que surgirem durante o planejamento do evento serão tratados por um especialista.

Tenha sempre um plano B

Infelizmente, é impossível controlar a natureza. Por isso, é fundamental que o casal que planeja um casamento ao ar livre tenha um bom e eficiente plano B: assim, se houver imprevistos relacionados às condições climáticas do local, eles podem resolvidos mais facilmente.

Nesse cenário, a ajuda especializada é ainda mais fundamental: os profissionais da área sabem exatamente o que fazer nas mais diversas situações e são capazes de escolher as melhores alternativas para cada ambiente e imprevisto. Por isso, eles são imprescindíveis para minimizar os problemas que podem afetar o grande dia.

Em resumo, é fundamental fazer uma busca antecipada para verificar com calma todos os aspectos fundamentais antes de contratar um espaço para casamento ao ar livre. Além disso, ter ajuda especializada representa um grande diferencial para a organização da festa. Dessa forma, é possível garantir que tudo seja perfeito no grande dia!

Gostou de saber um pouco mais sobre esse assunto? Achou este post útil para ajudar a responder as suas dúvidas? Se ainda tiver alguma pergunta, aproveite para entrar em contato com a gente. Nossa equipe está à disposição para bater um papo com você e mostrar como podemos ajudá-lo a planejar esse momento especial!

Como reduzir os custos com estrutura para o casamento?

Quando estamos organizando um casamento, sabemos que os gastos são diversos. O mercado oferece inúmeras opções e, é claro, queremos contratar os melhores serviços para proporcionar um momento único a todos os nossos convidados. Considerando que os gastos geralmente acabam sendo exacerbados, você sabe como reduzir os custos com estrutura para casamento — ou melhor, se isso é realmente possível?

São diversos os investimentos que compõem a estrutura, como aluguel do salão, mobília, som, iluminação e decoração. Contudo, se você souber como enxugar os gastos, é possível realizar uma festa inesquecível e ter o casamento dos seus sonhos sem usar quantias exorbitantes.

Se você quer saber como reduzir os custos com estrutura para casamento, continue a leitura e aprenda tudo sobre o assunto! Vamos lá?

Organize com calma a planilha orçamentária

O primeiro passo para saber até onde você pode investir é fazer uma planilha para organizar o financeiro da sua festa. Liste todos os gastos, separando-os por áreas para otimizar o tempo:

  • estrutura;
  • convites e materiais impressos;
  • alimentação e bebidas;
  • vestimentas;
  • equipe de trabalho;
  • lua de mel;
  • logística e transporte.

Ao mapear todos os custos, é possível ter um panorama bem amplo sobre a sua festa. Marque todos os itens que são prioritários e os aspectos dos quais você não abre mão e tente negociar um valor menor para aqueles que são menos importantes.

Saiba negociar os valores

Para cada item da sua lista, solicite, no mínimo, três orçamentos. Dessa forma, fica muito mais fácil saber se algum fornecedor está superfaturando em cima de algum item — afinal, não é nenhuma novidade que muitos fornecedores cobram muito mais do que deveriam quando ouvem a palavra “casamento”.

Isso, no entanto, não significa que você deve contratar o fornecedor mais barato. Estamos apenas ressaltando que, para realizar o casamento dos seus sonhos, é necessário avaliar o melhor custo-benefício, prezando sempre pela qualidade dos serviços e pela confiança no fornecedor.

Além disso, se você gostou de algum fornecedor e ele não é o mais em conta financeiramente, tente conversar e chegar em um acordo em comum, talvez substituindo alguns itens que são mais caros por outros mais econômicos.

Contrate poucos (e bons) fornecedores para reduzir custos com estrutura para casamento

Outro segredo para não estourar o orçamento é contratar poucos fornecedores. Contudo, eles precisam ser da sua confiança para que exista a certeza de que nenhum deles vai criar uma terrível dor de cabeça na semana do seu evento.

Quando você encontra um fornecedor que tem grande parte dos itens necessários, é indicado fechar um pacote (o que comumente acaba saindo mais em conta). Além disso, não há a preocupação em assinar diversos contratos e controlar a chegada de cada um deles no seu casamento.

Por exemplo, imagine que você alugou cadeiras em lugar, sofás em outro, lustres em outro e ainda vasos decorativos em um quarto fornecedor. É necessário se preocupar com quatro contratos, quatro pagamentos, quatro notas fiscais, quatro entregas, montagens, desmontagens… cansativo, não? Agora, imagine que todos esses itens você alugou em apenas um lugar. O processo se torna muito mais fácil e acessível, certo?

Contrate uma assessoria expert no assunto

É natural que muitas pessoas pensem que, se ela própria organizar o seu casamento, os custos serão muito menores. Contudo, por ser expert no assunto, uma assessoria em eventos tem muito mais propriedade para encontrar os itens personalizados que você precisa, sabendo quais materiais podem ser substituídos por outros mais acessíveis, mas da mesma qualidade.

Normalmente, as assessorias firmam parcerias com fornecedores-chave, ou seja, investem sempre nos mesmos que trazem mais confiança e têm a certeza de que os produtos alugados são de qualidade.

Isso acontece porque as assessorias de eventos planejam, coordenam e organizam diversos casamentos ao mesmo tempo, assim conseguindo negociar um valor muito melhor para a estrutura do seu casamento.

Além disso, você não precisa se preocupar com detalhes técnicos e pode focar a sua atenção em assuntos mais interessantes, como a escolha do modelo do convite, o vestido de noiva e até mesmo organizar a tão sonhada viagem de lua de mel.

Confira se o espaço alugado tem estrutura para som e iluminação

Se você optar por realizar o seu casamento em um local que não tenha estrutura para o som e a luz, saiba que será mais um investimento necessário. Por isso, é sempre recomendado encontrar um lugar que já tenha essas estruturas.

Existem, por exemplo, ambientes que já têm espaço para inserir os globos de luz e montar uma pista de dança incrível. Ao contrário, se o ambiente não tiver isso, é necessário investir nas estruturas de goleira, torres e outras estruturas de luzes — sem contar que você vai precisar investir em uma boa decoração para escondê-las.

Encontre um local que seja naturalmente lindo

O que queremos dizer com isso? Significa que, se houver o investimento em um espaço bruto, que tem apenas quatro paredes e luzes comuns, você vai gastar o dobro investindo em decoração como tapumes, plantas, faixas e demais acessórios.

Agora, se você encontrar um espaço que seja apropriado para festas, que as paredes já sejam pintadas de acordo com a elegância da ocasião, que seja bem iluminado com grandes janelas e tenha lustres charmosos, será preciso investir em alguns poucos artigos para embelezá-lo.

Além disso, alguns espaços para aluguel para eventos possuem jardins integrados, favorecendo o bem-estar e acomodação dos convidados — além, é claro, de tornar o momento ainda mais perfeito.

Sabendo que o casamento é uma celebração importante tanto para os noivos quanto para os convidados, ele precisa ser muito bem planejado para tornar o momento único para todos. Por isso, uma etapa muito importante na organização de uma festa é saber como economizar na hora de contratar os serviços. Assim, quando você enxuga esses gastos, pode investir em outros detalhes que considera mais importante.

Neste post, apresentamos algumas dicas sobre como reduzir os custos com estrutura para casamento. Se você nos acompanhou até aqui, temos a certeza de que vai adorar aprender também sobre os benefícios de fazer a cerimônia e a festa no mesmo local. Boa leitura e até o próximo post!

Conheça as tradições e características do casamento grego

Alguns filmes de Hollywood retratam o casamento grego como uma cerimônia bastante inusitada e, ao mesmo tempo, muito divertida. Mas será que é assim mesmo — com muita dança e pratos sendo lançados ao chão — que os gregos e os seus descendentes daqui do Brasil se casam?

Veja agora as principais características, tradições e curiosidades de um legítimo casamento grego. A gente aposta que você vai querer levar algumas dessas inspirações direto para a sua própria cerimônia!

A cerimônia do casamento grego

Na Grécia, a grande maioria da população pertence à religião ortodoxa, onde o casamento é um sacramento. Por isso, é comum que os casais queiram receber a benção na igreja.

E já nesse momento é respeitada a primeira tradição do casamento grego: a cerimônia é iniciada fora da igreja. Ali, o sacerdote repete por 3 vezes a benção aos noivos (significando o Pai, o Filho e o Espírito Santo) e somente depois disso é que o casal entra no local. Em seguida, os noivos acendem velas — que vão permanecer com eles até o fim da cerimônia.

Ainda na entrada da igreja, são colocadas nas cabeças dos noivos duas coroas, presas por uma fita (que podem ser feitas de qualquer material). Durante a cerimônia, há um momento especial para esses objetos: a coroação. Os noivos vão trocá-las em suas cabeças por 3 vezes. Esse gesto simboliza a união eterna.

A festa

É verdade que os casamentos gregos são verdadeiras celebrações, com muita música, dança e comida. A alegria é presença garantida nesse momento, e todos se divertem para valer — geralmente, até o dia amanhecer.

A tradicional quebra de pratos realmente existe e simboliza o desapego aos bens materiais, além de um desejo de boa sorte ao novo casal.

Outro clássico momento de uma recepção grega é a dança Kalamatiano — a dança do lenço. Nesse momento, os noivos dançam unidos por um lenço e convidam outras pessoas a se juntarem à dança (cada um segurando em uma ponta do lenço).

A decoração do ambiente também é repleta de objetos e detalhes tradicionais. É muito comum, por exemplo, vermos olhos gregos e ramos de oliveira decorando um típico casamento grego, além do uso de cores claras, como o azul, o verde-claro e o branco.

Por fim, o bolo é, tradicionalmente, feito com mel, sementes de gergelim e marmelo.

A lembrancinha

Uma doce tradição do casamento grego que se perpetua até hoje e que você pode levar para a sua própria cerimônia são as lembrancinhas, que são simples e deliciosas amêndoas confeitadas com açúcar.

Dizem os gregos que o sabor agridoce das amêndoas açucaradas nos faz lembrar que o casamento (assim como a vida) é feito de momentos bons e ruins, mas o açúcar ainda prevalece, simbolizado a esperança de que os momentos doces sejam mais frequentes do que qualquer outro.

O vestido da noiva

O vestido também é um assunto importantíssimo para as noivas gregas. Tradicionalmente, eles são longos e de cores claras — remetendo às vestes das próprias deusas gregas.

A maquiagem e o penteado seguem essa mesma linha, simples, bem-arrumada e repleta de elegância.

Uma curiosidade é que no buquê da noiva é comum ter ervas aromáticas, como manjericão, tomilho ou hortelã-pimenta.

Viu só como é interessante conhecer um pouco sobre as cerimônias de outras culturas? Dessa forma, você pode ter boas ideias para o seu grande dia. O casamento grego, por exemplo, é fonte de inspiração para momentos felizes e inesquecíveis!

Para acompanhar sempre conteúdos interessantes sobre casamentos e conhecer um lugar incrível para realizar a sua cerimônia, siga a gente nas redes sociais! Estamos no Facebook e no LinkedIn.

Quais são as 7 músicas mais tocadas em casamentos? Confira aqui!

Nem sempre é fácil escolher a trilha sonora da cerimônia entre as músicas mais tocadas em casamentos. Essa é uma das tarefas mais importantes do planejamento da festa e, por isso, deve ser levada muito a sério.

Nossos cinco sentidos (audição, paladar, tato, olfato e visão) trabalham em conjunto e são capazes de nos fazer recordar diversos momentos. Por isso, escolher a música certa é muito importante, já que essa canção trará lembranças do grande dia pelo resto da vida do casal.

Quer conhecer algumas das opções consagradas de músicas tocadas nesses eventos e descobrir se aquela que marcará seu casamento está entre elas? Continue a leitura!

1. A Thousand Years — Christina Perri

A canção foi inspirada e feita para um dos casais mais famosos da ficção — Edward e Bella, do filme Crepúsculo, em 2011. Desde então, tem sido uma das mais tocadas em casamentos no mundo todo. A música descreve um amor eterno, que se iniciou antes de o casal se conhecer e durará para sempre. Ou por mais mil anos.

2. Marcha Nupcial — Felix Mendelssohn

Clássica das clássicas, não há uma pessoa que nunca tenha escutado essa marcha nupcial, presente em todos os casamentos. Foi composta, em 1842, para a peça de Shakespeare, Sonho de Uma Noite de Verão, introduzida posteriormente à sua criação. Ficou famosa em casamentos quando a princesa Victoria da Inglaterra usou no seu casamento com o príncipe Frederick William da Prússia, em 1858.

3. Chuva de Arroz — Luan Santana

Luan Santana, como sempre, está representando todos os apaixonados e, em Chuva de Arroz, não é diferente. Na música de 2015, o cantor relata para os amigos como está perdidamente apaixonado e não vê o dia de se casar, com direito à chuva de arroz e tudo!

4. Thinking Out Loud — Ed Sheeran

Com mais uma música apaixonante e envolvente, Ed Sheeran conquista novamente nossos corações com essa balada romântica de 2014. A canção fala do futuro, declarando que a relação de ambos durará a vida inteira. Pode ser usada em qualquer momento da cerimônia.

5. Como é Grande Meu Amor Por Você — Roberto Carlos

Quem resiste ao Rei, não é mesmo? Essa música, de 1967, é um clássico e não deve existir ninguém que não se emocione ao escutar as lindas palavras de Roberto Carlos, descrevendo o quanto ama à sua pessoa querida. Na maioria das vezes, é usada no momento em que a noiva entra na igreja, no instrumental ou pelo coral.

6. Pra Você Guardei o Amor — Nando Reis

Com a participação de Ana Canãs, essa canção de Nando Reis surgiu no álbum Drês, de 2009, e embala trilhas sonoras de vários casais. A música combina com vários momentos da cerimônia, da entrada do noivo até a entrada de pajens com a aliança.

7. Primavera — Vivaldi

Essa é uma opção boa para os casais mais clássicos, por se tratar de uma composição do estilo barroco muito tradicional. A Primavera faz parte de um quarteto de concertos inspirado nas quatro estações do ano, produzido pelo compositor italiano em 1723.

Gostou de nossa lista de músicas mais tocadas em casamentos? Ouça todas as opções com muita atenção e escolha a que mais combinar com aquele que será o momento mais importante da sua vida!

E aí, conhece mais músicas que combinam com esse momento especial? Deixe o seu comentário no post!