Uma dúvida muito comum nos meses que antecedem um casamento é saber como escolher o vestido de noiva. Afinal, o traje é uma tradição da cerimônia e traz toda a beleza, delicadeza e destaque que a mulher precisa ter nesse dia.

Decidir pelo modelo ideal significa considerar uma série de fatores, que vão desde a questão do conforto até a adequação ao estilo de casamento. Para ajudar você nesse processo, vamos mostrar cinco dicas fundamentais para a hora de decidir o vestido de noiva perfeito. Acompanhe!

1. A noiva precisa levar em conta seu gosto pessoal

Ao escolher o vestido, há um ponto fundamental que não pode ser deixado de lado: a preferência da mulher. Independentemente de qualquer outro fator, o modelo deve agradar.

Por isso, antes de tudo, a noiva deve pensar em escolher algo que se comunique bem com a sua personalidade e que esteja dentro de suas preferências e estilo.

Uma mulher que preza pela elegância, por exemplo, deve buscar isso na hora da escolha. Assim, um vestido com um acabamento mais elaborado, pode ser a opção ideal.

Por outro lado, uma noiva não precisa ter um vestido muito luxuoso só pelo fato de se casar em uma cerimônia mais tradicional. Se ela é adepta à simplicidade, é possível usar algo muito elegante. Afinal, quem precisa se sentir bem é a noiva!

2. O tom de pele deve combinar com o vestido

Os diferentes tons de pele é um dos fatores que reforçam uma beleza única e incomparável de qualquer pessoa e, quando se trata de noivas, é fundamental saber destacar isso com a escolha do vestido. Para isso, é preciso usar cores que reforcem a pele da mulher, combinando bem e criando um visual inesquecível para esse momento.

Os vestidos de casamento não costumam ter cores muito fortes, o que limita a paleta de cores para tons mais suaves, como o branco ou perolado. Entretanto, ainda sim é possível fazer uma escolha ideal, graças às variações. Veja, a seguir, algumas dicas para favorecer o seu tom de pele.

Pele escura

Para destacar a textura e o brilho da pele negra, o indicado são cores mais neutras. O contraste por si só já deixa a noiva deslumbrante. Por isso, vestidos brancos em tons puros e neve, além do off-white, são os mais adequados.

Pele média

Intermediária, a pele média busca uma maior intervenção em relação às cores do vestido, abrindo espaço para uma expressividade maior. Tons com mais cor, porém ainda delicados — como o marfim e o pérola — são os mais adequados e trazem um ótimo efeito visual.

Pele clara

A pele clara é a que mais favorece a escolha de cores mais marcantes, sem fugir da proposta de um vestido de casamento. Nesse tipo de pele é preciso escolher uma tonalidade que não dê destaque exagerado, ficando entre as melhores escolhas os vestidos de cores como o nude e o rosa vintage, aquele com o aspecto envelhecido.

3. O modelo precisa vestir bem a noiva

Poucas mulheres se atentam a essa dica, mas saber como escolher o vestido de noiva perfeito depende, também, do caimento de cada modelo no corpo. Há diferentes cortes e ajustes, cada um com suas características próprias, que se apresentam de formas distintas, dependendo da silhueta da mulher.

Ao escolher o modelo ideal, é preciso saber para qual tipo de corpo ele é mais recomendado — e isso não está ligado a uma questão de peso, já que há cortes de todos os tipos, adequados a cada formato corporal.

Essas questões envolvem o volume do busto, o tamanho do quadril, o formato da cintura e várias outras características que os diferentes corpos femininos apresentam. O vestido ideal é aquele capaz de ressaltar os pontos principais, alongando a silhueta e reforçando características próprias.

4. O local e o horário do casamento devem ser considerados

Há diferentes estilos de casamento e essas variações também envolvem questões como o horário de realização e, naturalmente, o local. A tradição de cerimônia na igreja e festa em um espaço de eventos não é mais a única opção, o que demanda adaptações de todos os lados, inclusive do vestido da noiva.

Uma cerimônia diurna, por exemplo, pode exigir algo menos robusto, porém, igualmente elegante. É o que acontece no caso das cerimônias intimistas, feitas para um número reduzido de convidados. Por ser durante o dia, a temperatura tende a estar mais alta, normalmente demandando um vestido mais fresco. Há, também, os casamentos na praia e no campo, que pedem mais leveza.

Entretanto, se o casamento for durante a noite, o frio pode ser um fator a ser considerado, necessitando de um modelo mais reforçado e que proteja a mulher. Por isso, na hora de pensar em como escolher o vestido de noiva, é indispensável considerar horário e local.

5. As pessoas próximas podem ajudar a noiva

Escolher o vestido de noiva é mais complexo do que parece e pode trazer muita ansiedade e indecisão à noiva, em meio a tantas outras demandas relacionadas à organização do casamento. Uma ajuda é muito bem-vinda nesse momento.

As lojas de aluguel e venda de vestidos têm profissionais com vasta experiência em encontrar o melhor modelo, que levam em consideração todos os detalhes. Eles podem ajudar de maneira muito precisa na decisão, tirando um grande peso das costas da noiva.

Pessoas mais próximas também podem ajudar, considerando o perfil da mulher. Entretanto, é bom limitar a quantidade de gente que vai palpitar e ajudar na decisão. Quanto menos, melhor. O ideal é que conheçam a noiva há muito tempo e profundamente, para que as dicas sejam válidas.

Viu como pode ser mais fácil o momento de saber como escolher o vestido de noiva? Todas essas considerações serão de grande ajuda e vão guiar essa importante decisão de maneira mais eficiente e acertada.

Gostou do nosso conteúdo? Para ter acesso a mais posts como este, curta nossa página no Facebook e fique por dentro de todas as nossas dicas sobre casamento!

Autor

Escreva um comentário

Share This