Tag

dicas

Browsing

Bodas de casamento: saiba a origem e como comemorar

Celebrar o amor é uma das melhores oportunidades que se tem na vida. Compartilhar esse momento com pessoas especiais é ainda melhor. Todos os dias, milhares de casais completam mais um dia juntos, e comemorar marcos como meses e anos de união é uma grande chance. As bodas de casamento são importantes para, juntos, relembrarem os momentos vividos e compartilhados na relação.

O QUE SÃO AS BODAS?

“Boda” tem origem do latim. O vocábulo “vota”, que no plural vira “votum”, quer dizer voto, promessa. Com o passar do tempo e influências de outros idiomas, pronúncias de “v” e “b” se confundiram, transformando “vota” em “boda”.

Em português, utilizamos a palavra no plural. As bodas de casamento passaram a significar e representar a celebração de aniversários de casamento, seja no civil ou religioso.

ORIGEM

A celebração tem origem na Idade Média, onde os primeiros registros desse costume surgiram em pequenos povoados da Alemanha, vistos em obras de 1800. Os autores descreviam como era esperado receber presentes de prata no aniversário de 25 anos de casamento (Silberhochzeit) e de ouro no aniversário de 50 anos (Goldene Hochzeit). Mas pode ter surgido na Roma antiga também.

 

LEIA MAIS
Álbum de casamento: 5 dicas para selecionar as fotos
Curiosidades sobre as alianças

 

A comemoração foi adotada por diferentes culturas, que passaram a se adaptar a essa tradição. Cada ano de aniversário possui um nome e elemento diferente, onde o intuito é, quanto mais tempo de matrimônio, mais precioso e resistente seria o elemento.

TEM QUE COMEMORAR TODO ANO?

Nas bodas de casamento, não existe uma regra exata. Celebrar esse momento deve ser um desejo do casal, em comemorar e compartilhar o amor que resistiu aos anos de união, não podendo se tornar uma obrigação para não perder o significado.

Deve ser um desejo espontâneo. Casais geralmente comemoram as datas mais importantes, como a cada 5 ou 10 anos.

COMO COMEMORAR?

Existem diferentes formas de aproveitar, desde aproveitar o momento juntos e sozinhos em casal quanto compartilhar seu amor com o maior número de pessoas possível.

É possível realizar festas para celebrar essa data com a família e pessoas importantes na vida do casal. Algumas pessoas também realizam grandes cerimônias, como as de casamento, para renovar seus votos.

Álbum de casamento: 5 dicas para selecionar as fotos

Após o casamento, aos poucos o casal vai voltando a rotina, e o que resta é recordar o momento especial vivido. Por isso, as fotos são tão importantes e sabemos que escolhe-las não é tarefa fácil. Confira 5 dicas de como selecionar as fotos para o álbum de casamento:

1. Trajetória

Uma ótima dica para quem não sabe como escolher as fotos é imaginar o álbum como a narração de uma história. Na hora de selecionar as fotos, faça o percurso do dia, como o making off, organização do cortejo, e assim por diante. Conte a história do seu dia tão especial.

2 . Minimalismo

Não cometa o erro de tentar encher as páginas com o máximo de fotos que conseguir. Isso deixará o álbum extremamente poluído e talvez, de difícil visualização, não conseguindo focar nos detalhes.
Saiba que é possível tornar o álbum ainda mais emocionante ao escolher uma ou duas fotos por página, que conversem entre si, ao invés de grandes quantidades que não revelem detalhes ou emoção. Além disso, fotos mais simples mas com qualidade podem dar um up no seu álbum.

LEIA MAIS:
5 destinos românticos para a lua de mel
As tradições de casamento de cinco países

 

3. Pré-seleção

Antes de mais nada, sem estresse! Ao selecionar as fotos, aproveite o momento descontraidamente, primeiro selecione aquelas fotos que você mais gosta sem se importar com a quantidade, e aos poucos vá eliminando, escolhendo aquelas que fazem mais sentido na hora de contar a sua história no álbum, as mais bonitas, as mais emocionantes, e assim por diante.

4. Estabeleça quantidades

Para você não deixar o seu álbum “desequilibrado”, o ideal é você estabelecer uma quantidade limite para cada período do dia, do mais importante para o menos importante. Por exemplo, o making off deve ter menos fotos que a cerimônia. Isso tornará a tarefa mais objetiva e seguir a linha cronológica, além de tornar a tarefa mais fácil e o álbum menos cansativo.

5. Atemporal

Na hora de escolher a formatação e identidade do seu álbum, lembre-se que menos é mais. Evite muitos enfeites e opte por um estilo mais atemporal, clássico e sofisticado, focando na beleza da foto. Assim, as chances de você continuar gostando dele no futuro são grandes.

5 destinos românticos para a lua de mel

Foto: JulianaRezende.com.br

A lua de mel é um dos momentos mais importantes de um casal. Seu planejamento começa logo quando os noivos começam a planejar a tão bela cerimônia. É um dos primeiros momentos da vida de um casal, que deve iniciar a vida em conjunto de uma maneira especial e romântica, criando e compartilhando lindas experiências. Confira 5 destinos românticos para a lua de mel:

Itália

Sua história começou há quase 3 mil anos, fazendo parte de um dos períodos que definem a linha do tempo ocidental (Império Romano). A Itália oferece cerca de 100 mil monumentos a serem visitados, e que ajudam a dar um panorama do legado. Catedrais, palácios, fortalezas, sítios arqueológicos e obras de arte, além dos deliciosos vinhos da terra. As refeições lá podem ter até seis etapas! É um lugar de belas paisagens e opções turísticas, podendo optar pelos vilarejos ou as neves dos Alpes.

Maldivas

Com praias de areias claras, mar azul e quente, as ilhas Maldivas são um dos destinos românticos para a lua de mel. É o lugar ideal para quem busca altas temperaturas e belas paisagens. O país é formado por mais de 1190 ilhas divididas em 26 atóis no Oceano Índico. Lá é possível encontrar diversos hotéis e resorts, além de fazer passeios para centenas de ilhas desabitadas e paradisíacas. O mergulho é uma das experiências imperdíveis.

 

LEIA MAIS:
Como planejar sua lua de mel
Dia da noiva: como se planejar e programar

 

Fernando de Noronha

Na rota das grandes navegações que cruzavam o oceano rumo à América do Sul, Fernando de Noronha ficou abandonada durante mais de 200 anos. Foi ocupada por diferentes povos nesse período e em 1737, Portugal optou pela ocupação definitiva da ilha através da Capitania de Pernambuco. Mesmo depois de anos, ainda é um dos destinos românticos para a lua de mel. Ela ainda guarda vestígios das diversas construções históricas e entre os pontos badalados, estão a Vila dos Remédios, o Forte de Nossa Senhora dos Remédios e o Palácio de São Miguel.

Tailândia

Localizado no sudeste asiático, com belezas naturais incríveis e costumes exóticos, pratos picantes e deliciosos, a Tailândia é um país repleto de ilhas e praias paradisíacas, com um dos destinos mais conhecidos as Ilhas Phi Phi. É um perfeito destino para os casais que buscam experiências exóticas.

Grécia

Banhado por alguns dos mares mais famosos da Europa e da Ásia, com maravilhosas ilhas e cheio de belezas naturais. Na Grécia se encontram vestígios de Péricles e o apogeu da cultura grega em Atenas, além das pegadas de antigas civilizações que construíram grandes patrimônios arquitetônicos, filosóficos e culturais. Um dos destinos românticos para a lua de mel, possui também a apetitosa culinária da península e suas ilhas, seus azeites de oliveiras, vinho de Baco e o destilado ouzo.

Decoração do casamento: Como planejar e escolher

A cerimônia de casamento é um grande evento para os noivos. Mas para isso acontecer, existe um longo planejamento por trás. Muitas pessoas alimentam os grandes planos para o casamento antes mesmo do noivado. A partir do momento que a data do casamento é marcada, se inicia a busca pela decoração ideal. A decoração do casamento é um dos fatores que influencia mais na impressão que os convidados terão da festa e suas lembranças. Confira algumas dicas para planejar e escolher a decoração do casamento:

ANTECEDÊNCIA

Sempre existe aquela pessoa que deseja planejar algo de última hora. A decoração do casamento é um dos itens que mais toma o tempo e o dinheiro na hora da organização. Quanto antes vocês souberem do orçamento da decoração, melhor.
Alguns profissionais acreditam que são necessários entre oito meses a um ano para organizar a decoração. Assim, é possível evitar conflitos com a agenda dos fornecedores.

ENTENDA O ESTILO

O mais importante numa cerimônia de casamento é que o casal se identifique, assim se sentirão mais confortáveis e espontâneos, o que gerará ótimas lembranças do evento. Na hora de pensar na decoração do casamento, não é necessário se prender a tendências ou a opinião de amigos. Uma festa marcante deve ter personalidade. Caso faltem ideias, busquem sempre por inspirações pela internet.

LEIA MAIS:

Planejamento para casamento: por onde começar?
Dicas para realizar um casamento encantador

PLANO B PARA EVENTOS AO AR LIVRE

A verdade é que, atualmente, os eventos ao ar livre são os queridinhos dos noivos. Antes considerados formais, os casamentos ao ar livre podem ganhar a cara dos noivos, despojados e proporcionando um contato direto com a natureza.
Mas é sempre importante estar ligado nos imprevistos, como o tempo, as chuvas, os ventos fortes ou o sol intenso, que podem acabar com todo o planejamento de dias, meses ou anos. Um plano B é a opção ideal para quem planeja esse tipo de casamento, como deixar uma tenda para casamento a disposição para ser instalada.

DECORAÇÃO POR UM PROFISSIONAL

Muitas pessoas podem olhar para a decoração de um casamento imaginando que foi algo muito simples de ser feito, mas quase sempre isso não é uma verdade. O planejamento para a decoração de um casamento leva em conta muitos detalhes. Um profissional responsável por isso se encarregará e deve saber usar recursos como iluminação, cores, mobília e flores.

DECORAÇÃO COMO LEMBRANÇA PARA OS CONVIDADOS

Existem muitas maneiras de criar uma decoração que possa ser guardada pelos convidados. Até porque, depois de tanto esforço colocado em uma decoração, em um arranjo de flores, o que você menos deseja é ver isso sendo descartado. Para que os convidados sejam informados da possibilidade de levarem a lembrança, você pode adicionar pequenas etiquetas nos arranjos com mensagens informando o item pode ser levado e se transformar em enfeites para sua casa. Uma pequena lembrança para você que prestigiou a data junto ao casal.

Casamentos no outono-inverno

Muitas noivas tem dúvida na hora de escolher a data e a estação em que será realizado o casamento, com receio de escolherem os períodos mais frios. Porém, os casamentos no outono-inverno fogem da alta temporada, além de ser uma oportunidade para montar ótimos cardápios e investir em uma decoração criativa e aconchegante.

Caso ainda haja dúvidas, aqui vão algumas dicas para organizar o casamento nesse período do ano:

Local adequado

Realizar a cerimônia ao ar livre não é um problema para os casamentos no outono-inverno, mas uma dica para tornar o momento ainda melhor é escolher um horário em que o sol esteja mais presente, trazendo conforto aos convidados. Se o local venta muito, uma boa opção é utilizar tendas para manter os convidados mais aconchegados.

Trajes que combinem com a estação

Para as noivas, a aposta segura são os vestidos mais longos, com tecidos mais encorpados e estruturados, manguinha e saia com volume, podendo usar camadas de tecido para se manter aquecida. Além disso, é possível escolher uma peça de inverno que combine com o vestido.

Para os noivos, uma boa escolha são os tons terrosos, buscando sempre combinar com o tom da pele. E uma boa aposta para as madrinhas são os vestidos metalizados, com tons terrosos e alaranjados, mas tudo irá depender do estilo do casamento.

Decoração aconchegante

Os casamentos no outono-inverno abrem a possibilidade de propor uma decoração mais cálida e aconchegante. Apostar em uma iluminação quente, luz direcional, mantinhas, fogueiras, entradinhas quentes e o que mais sua criatividade permitir.

Aproveitar para usar uma paleta de cores mais característica dessa época do ano, com tons quentes e terrosos para dar a sensação de acolhimento. E nos arranjos florais é possível utilizar galhos e folhas secas.

Além disso, é importante criar uma identidade visual envolvendo todo o casamento, para que crie uma conexão que converse tanto com a decoração da festa, quanto a cerimônia, os trajes e até mesmo o convite.

Cardápio

Pratos mais quentes e calóricos são ótimas escolhas, como os caldos e até mesmo o chocolate quente. Outras ideias são servir feijoada, churrasco, fondue, sopas, massas, pizzas acompanhadas com vinhos e bebidas destiladas.