vestido de noiva para gestantes precisa atender perfeitamente à mulher nessa ocasião tão especial! Casar-se à espera de uma criança é um momento único, que deve ser representado com muita beleza, elegância e sofisticação.

Além da questão estética, é plausível a preocupação com o conforto, já que o vestido não pode ser muito justo para não causar nenhum tipo de incômodo na barriga e em outras partes do corpo. E é possível unir esses dois fatores em uma peça que vai arrancar suspiros!

A seguir, você conhecerá um pouco mais sobre o que compõe um modelo ideal de vestido de noiva para gestantes. Continue a leitura!

Considere os diferentes períodos da gestação

A barriguinha crescendo é o principal e mais bonito sinal do desenvolvimento da gravidez. As mudanças físicas são constantes e refletem na maneira como as mulheres se vestem.

Agora, imagine para uma noiva? Casar grávida é ainda mais especial, mas pode despertar algumas dúvidas na hora de escolher o melhor vestido. Os estágios da gestação vão fazendo com que a mulher se vista de maneira diferente, sempre buscando uma maneira de se manter bonita e também confortável, já que tudo passa a ficar mais justo e apertado.

O mesmo vale para os vestidos de noiva. Por isso, é importante sempre pensar em uma opção mais adequada, de acordo com o tempo de gravidez.

Para grávidas de até 3 meses

Nesse período, a barriga ainda é muito pequena e quase imperceptível, então a preocupação quase não existe. É possível usar vestidos que marquem mais a cintura, com estruturas mais rígidas e que valorizem bastante a silhueta.

Para grávidas a partir dos 4 meses

O segundo trimestre já marca o desenvolvimento da barriguinha — e algumas roupas se tornam desconfortáveis, então é necessário buscar um equilíbrio para o vestido de noiva. Aqui, a busca é por valorizar a barriga de maneira elegante e bonita, sem incômodo para a mulher.

A parte de cima do vestido deve ser mais soltinha e menos cinturada. Ainda que esse corte não valorize as curvas, é preciso se preocupar um pouco mais com o conforto.

O ideal é buscar por peças com cinturas mais altas, abaixo da região dos seios. Isso permite que a saia comece antes, deixando a barriga um pouco mais livre e à mostra, com muito charme e elegância.

Outra preocupação é em relação ao busto, já que ele costuma crescer bastante durante a gestação. É legal poder valorizar essa parte do corpo, mas é preciso tomar cuidado com o exagero. Os vestidos tomara que caia, por exemplo, podem ser uma opção pouco confortável, que deixam a mulher insegura.

A forma ideal de valorizar o colo é optando por um corte em “V”, que garante esse efeito com todo o conforto e uma sensação melhor de uso para a mulher. Os vestidos devem ser bem soltos, já que a barriga estará empinada.

Opte por tecidos que unam conforto e estética

O conforto e a maneira como a peça se molda ao corpo estão ligados ao material utilizado na confecção do vestido. É fundamental que os tecidos usados sejam bem leves e molinhos, evitando a sensação de algo apertado na noiva.

Tecidos duros, que costumam ser vistos naqueles vestidos que dão mais curvas à silhueta da mulher, devem ser dispensados. Isso vale especialmente para quando a gestação já tiver passado dos primeiros meses.

Um detalhe importante é observar se esse material é maleável o suficiente para se adequar à barriga da mulher, moldando-se a ela e permitindo um destaque charmoso. Quanto mais fluido o tecido, mais adequado para a ocasião.

A renda chantilly é muito comum nos vestidos de noiva, mas é preciso buscar por uma que seja mais flexível e fique basicamente por cima da composição da peça como um todo. Se possível, preze por esse detalhamento em partes específicas, caso sinta que assim será mais confortável para o uso.

Evite os cortes menos convencionais

A noiva gestante deve ter em mente que alguns vestidos não serão adequados, já que seu corpo passou por uma série de transformações que têm influência estética e, também, afetam o conforto. Ou seja: uma escolha pouco adequada pode não trazer um resultado satisfatório em mais de um aspecto.

Há algumas opções de vestidos que valorizam bastante as curvas da mulher, funcionando como uma alternativa bem sexy e bonita. Entretanto, essa não parece ser uma boa alternativa, justamente pelo fato de que serão pouco confortáveis — considerando que, além da barriga, é natural que as gestantes fiquem um pouco inchadas.

Outros modelos aparecem mais volumosos, seja na saia ou nas demais partes de suas composições. Eles deixam a silhueta muito ampla e, ainda, escondem a barriguinha (ou seja: tiram toda a graciosidade da noiva gestante). Nessas condições, a mulher precisa buscar uma peça bem equilibrada, seguindo as dicas que já demos.

Lembre-se também do conforto dos sapatos

Além da preocupação com o vestido de noiva para gestantes, é muito importante escolher um sapato que ofereça conforto durante todo o tempo, desde a cerimônia até a festa de casamento. Com o ganho de peso, fica mais difícil se manter em pé por várias horas de salto alto, por exemplo.

É preciso, portanto, priorizar a necessidade física e deixar a parte estética em segundo plano, até porque é possível usar sapatos mais baixos e de muito bom gosto. Uma dica importante é que a noiva deixe para escolher seu calçado já perto do casamento, para que possa observar por mais tempo como está o inchaço dos pés.

Se for necessário, use sapatos mais baixos. Alguns casos são bem difíceis, especialmente para quem já está na reta final da gestação, então nem mesmo a alternativa da sapatilha deve ser dispensada.

É possível estar linda e confortável no grande dia! Encontrar um vestido de noiva para gestantes adequado não é uma missão impossível: basta seguir nossas dicas e buscar pelo modelo ideal com antecedência.

Gostou do post de hoje? Para receber todas as nossas novidades diretamente em seu e-mail, assine nossa newsletter!

Autor

Escreva um comentário

Share This